domingo, 5 de fevereiro de 2012

NA FALTA DE TÉCNICA GALO USOU A VELHA GARRA PRA VENCER DRAGÃO EM TEÓFILO OTONI

Quem esteve no acanhado estádio Nassri Mattar, em Teófilo Otoni, ou acompanhou o jogo pelo “pagar-pra-ver” viveu diferentes momentos de emoção durante a partida América-TO e Atlético. Os alvinegros começaram em desvantagem no placar, perderam mais um pênalti – o quarto do ano - com Richarlyson, porém, conseguiram a virada pra 2 a 1 com o rejeitado Mancini no final do confronto.
Teve de tudo no estreito e ruim gramado do campo do América. Defesas fantásticas do goleiro Fábio Noronha, apenas gols de cabeça, bolas na trave e discussão sobre falha do goleiro Renan Ribeiro no gol dos locais. No entanto, quem era herói com duas defesas incríveis – uma no pênalti cobrado por Richarlyson e outra no rebote chutado de canela por Rick, o experiente goleiro Fábio Noronha falhou infantilmente no gol da vitória, feito por Mancini.
No primeiro tempo, o beque Rodrigo Sena numa cobrança de escanteio aproveitou sua altura pra fazer l a 0. A virada atleticana veio na etapa final. Primeiro, o empate com André na falta cobrada por Escudero. De cabeça, André fez o seu segundo gol no Mineiro. Aos 40 minutos, Mancini, que entrara na vaga de Richarlyson, abatido com a perda do pênalti, fez o gol da vitória.
Melhor pra ele, que andou frequentando listas de dispensa na Cidade do Galo.
Com a vitória, o Atlético chegou a seis pontos, mesma pontuação do líder América, que leva vantagem no saldo de gols. Já o América de Teófilo Otoni segue com três pontos e ocupa a sexta colocação.
No próximo sábado, o Galo enfrentará a Caldense. O América-TO vai a Nova Lima, no domingo, para partida contra o Villa Nova.
Apesar de tomar o gol inicial, e das complicações no esquema de marcação e de apoio, o Galo esteve melhor. Inclusive aos 40m do primeiro tempo fez o empate com André, mas o assistente assinalou impedimento inexistente. Tal marcação gerou protestos de Cuca e da Comissão Técnica.
Escudero foi outro nome importante da vitória, ou o mais importante. Sofreu o pênalti, bem marcado. Na cobrança, Richarlyson bateu no canto esquerdo e Fábio Noronha saltou para defender. No rebote, Richarlyson teve nova chance para marcar: chutou fraco e o goleiro do América salvou.
Cuca mexeu no esquema tático e deu certo. Richarlyson saiu durante o jogo e Mancini entrou. Escudero foi jogar na lateral esquerda. No ataque, Neto Berola já havia entrado no lugar de Danilinho e Cuca colocou então Guilherme no de André.
Aos 40 minutos, veio o gol da vitória: Escudero acertou a trave direita de Fábio Noronha. Na volta, Marcos Rocha cruzou e Mancini cabeceou pra fazer 2 a 1.

Um comentário:

  1. Marco Antônio Rocha6 de fevereiro de 2012 09:37

    Meu caro Flavio discordo do título: o Galo teve técnica a maior parte do jogo.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.