quarta-feira, 7 de março de 2012

CÉUS! O CRUZEIRO ESTREIA NA COPA DO BRASIL SEM MONTILLO E COM DE RÚDNEI

Apesar de os dias festivos – dia 5 aniversário da irmã única Dodora, 82; 6 o de Flavio Júnior que se torna quarentão – a manchete de um dos impávidos jornais desta Capital do doutor Lacerda me trouxe preocupante sombra. O Cruzeiro arranca em busca do penta da Copa do Brasil com o “talento” de Rúdnei no meio-campo, enquanto Walter Montillo fica na Toca cuidando de incômodo no púbis.
Sem dúvida os médicos celestes têm razão em preservar Montillo. Até porque o agravamento de uma lesão no púbis exige bastante tempo pra cura total. E enfrentar 3.900 km de vôo pra jogar contra o Rio Branco, no Acre, com o devido respeito, é uma aventura desnecessária.
A perspectiva é que o time, desfalcado de Montillo e WP-9, ainda assim faça a diferença de dois gols pra eliminar o jogo de volta.
Mera perspectiva. Na prática, a coisa costuma falhar. O glorioso Mancini, que poderia usar o menino Élber, esquecido entre os ignorados pelo treinador, seria o nome certo pra substituir Montillo. Lá na frente, tanto faz Walter ou Wallyson: nenhum dos dois mostrou nada até agora.
Vamos acompanhar tudo, ao vivo, presente da Mãe Globo.

ANTES NA TEVÊ FECHADA, IMAGINO, quem tem Sportv pode ver Boavista e América, às quatro da tarde, no calorão do Rio. Coitado do Coelho. Joga na Arena do Jacaré, o clássico de domingo passado, debaixo do solão pra atender a tevê; no Rio enfrenta outros 40 graus e no sábado pega seu xará na quente Teófilo Otoni, também às quatro da tarde. Haja filtro solar pra moçada!
O Coelho por duas vezes eliminou o jogo de volta. Em 96, venceu o Nacional, em Manaus, por 3 a l e em 2004 tirou o Serra-ES, por 4 a l. Contudo, não convém menosprezar o Boavista. Tem sido um osso atravessado na garganta dos grandes no Campeonato Carioca.
E tem Somália, aquele grandalhão ex-América, artilheiro nato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.