sábado, 3 de março de 2012

CRUZEIRO VENCE A QUARTA SEGUIDA EM CONVENCER



Qualquer time grande da Capital vencer quatro partidas seguidas no Mineiro enfrentando equipes do interior não é feito, é obrigação. Caso convencessem nas vitórias, teriam, no máximo, passado pra gente a esperança de que o ano será melhor que o anterior. Ganhar do América-TO por 2 a 0 sem o menor esforço, resguardando-se do calor, deixou os azuis ainda em débito com sua preocupada torcida. Que nem compareceu à Arena do Jacaré, além do público nada representativo dela: não mais do que 3900 pagantes.
Com 48 segundos, o Cruzeiro fez l a 0, anulado, sob alegação de falta de Montillo, autor do gol. Aos 23m, valeu: pênalti em Diego Renan e Wellington Paulista marcou o quinto gol dele no Mineiro. Empatou então na artilharia da competição com André do Galo. No entanto, aos 43m, após assistência de Anselmo Ramon, WP-9 marcou o sexto gol no torneio e assumiu a liderança. Ficou só nisso. O segundo tempo foi de dar sono.
Mancini cometeu os erros de sempre: Rudnei entrou no lugar de Roger, aos 25m do seguindo tempo; Wallyson, totalmente fora de forma, no de WP-9 e Walter, a esperança, substituiu Anselmo Ramon aos 39m. Não conseguiu nem suar, apesar de o calor insuportável em Sete Lagoas.
O time venceu pela quarta vez seguida no Mineiro e Vagner Mancini não venceu nenhuma. Afinal, sua equipe continua tão ruim quanto aquela do início do trabalho, ano passado. (Foto de Alexandre Guzanshe/ DA/Agência EM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.