quarta-feira, 14 de março de 2012

DA SÉRIE CHUPETADA NO GLOBOESPORTE.COM: III - ( O Rei está morto? – Viva o Rei)-“VIÚVAS” CHORAM E INIMIGOS REJUBILAM A RENÚNCIA DE TEIXEIRA

Que me desculpem os Marinhos e, claro, o doutor Roberto, homem bom, de coração de ouro, pelas chupetadas que este filho do Sodico tem dado no site Globoesporte.com, num momento tão importante do futebol tupiniquim, com a renúncia do cacique da CBF, Ricardo Terra Teixeira. Esta reportagem, nada tendenciosa (sic) daí minha admiração, apesar de vê-la como a ponta de certa viuvez global, não ficaria completa sem as opiniões colhidas de diversos nomes importantes nacionais sobre o acontecimento – infausto, ou não?

Bebeto, atacante da Seleção na Copa de 94 e membro do COL

"Fui pego de surpresa. No dia que recebi o convite do COL, ele (Ricardo Teixeira) me parecia bem contente, brincando comigo e com o Ronaldo, contando histórias. Mas, é um problema pessoal, só ele mesmo para explicar. Acho que não podemos esquecer o trabalho que ele fez na Seleção. Para mim, foi o homem forte que trouxe a Copa para o Brasil"

Parreira, treinador da Seleção Brasileira nas Copas de 94 e 2006

"Foi o homem que me levou para a CBF. Com ele fomos campeões do mundo, bancou minha permanência num momento difícil, de muita pressão. Acho que deixa um legado muito positivo, muitas vitórias. Claro que também vai ficar marcado por algumas coisas conturbadas, contra ele. Acabou prevalecendo o lado humano. Além de ser o presidente da CBF, é um homem de família. A pressão é desumana. Se tem um problema de saúde, tem que cuidar. Eu acabo entendendo, em face das pressões, que eram enormes, que ele tenha resolvido dar um fim nisso tudo e descansar, cuidar da sua vida pessoal"

Romário, atacante da Seleção Brasileira na Copa de 94

"Hoje podemos comemorar. Exterminamos um câncer do futebol brasileiro. Finalmente, Ricardo Teixeira renunciou à presidência da CBF. Espero que o novo presidente, João Maria Marin, o que furtou a medalha do jogador do Corinthians na Copa São Paulo de Juniores, não faça daquele ato uma constante na Confederação. Se não, teremos que exterminar a AIDS também."

"Desejo boa sorte ao novo presidente e espero que a partir de hoje (acho muito difícil e quase impossível) a CBF dê uma nova cara para o nosso futebol. Estou muito feliz em saber que participei deste momento de vitória e de mudança para o futebol brasileiro. Não só acredito, mas também espero, que uma limpeza geral deve ser feita na CBF. Só então, definitivamente, poderemos ficar tranquilos de que a mudança acontecerá em todos os sentidos"

Ednaldo Rodrigues, presidente da Federação Baiana de Futebol

"Isso ainda vai render muito assunto. Ninguém sabe direito como aconteceu esse acordo entre Federação Paulista de Futebol (FPF), José Maria Marin e CBF. Vamos ouvir do Marin por que esse tempo todo eles disseram que o Teixeira não renunciaria. Eles tiveram a oportunidade de avisar a todos na Assembleia Geral Extraordinária, no último dia 29. Todos foram até o Rio de Janeiro para saber o que estava acontecendo. Agora, doze dias depois, o Marin convoca uma coletiva para ler a carta de renúncia do Ricardo Teixeira? É lógico que mentiram. Na Assembleia Geral disseram individualmente a cada um dos presidentes que o Ricardo Teixeira entraria de licença médica"

Peter Siemsen, presidente do Fluminense

"O ideal seria que ele não saísse. Mas, se a saúde o impediu de continuar na presidência da CBF, o importante é lembrar que em seu mandato a Seleção Brasileira conquistou duas Copas do Mundo e ainda o direito de sediar o Mundial de 2014"

Patrícia Amorim, presidente do Flamengo

"Estou chocada. Apesar de tudo que vinham falando, eu não esperava essa saída dele agora. É realmente surpreendente. Espero que respeitem o Estatuto, encaminhem o futuro da CBF da maneira mais democrática e não prejudiquem a organização do Campeonato Brasileiro. Vamos aguardar – disse Patricia, por meio da assessoria de imprensa do Flamengo"

Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, em comunicado oficial

"O Dr. Marin é um advogado ilustre, com uma trajetória importante no futebol. Inclusive com experiência dentro do campo. Temos plena confiança de que ele vai trazer um novo momento para o futebol brasileiro. Desejamos a ele toda sorte e apoio neste momento"

Alexandre Kalil, presidente do Atlético-MG

"O futebol no Brasil, agora, tem uma grande oportunidade. É hora do destruidores do Clube dos 13 se sentarem para uma reunião. Eu briguei com o Ricardo Teixeira quando ele estava sentado na cadeira do poder. Agora, temos que deixá-lo ir embora em paz. Bater nele é coisa de oportunista"

Marcelo Guimarães Filho, presidente do Bahia

"Diante da renúncia de Ricardo Teixeira, defendo uma nova eleição. Seria o mais transparente para o processo de sucessão. Daria oportunidade pra se discutir novas idéias e conceitos pra CBF e para o futebol brasileiro. Nada contra o Marin, que poderia até vencer. Mas seguramente seria o mais sensato a se fazer diante dessa renúncia"

Paulo André, zagueiro do Corinthians

"Não adianta mudar a presidência e não alterar a mentalidade e o modelo de gestão aplicado pela CBF. Novas idéias são bem-vindas, espero que sejam boas. Eu me coloco à disposição para ajudar!"

José Rocha, deputado federal (PR-BA)

"Ricardo (Teixeira) acumulou muito desgaste à frente da CBF, principalmente nos últimos anos. Isso inviabilizou a permanência dele à frente da entidade. Ele se incompatibilizou com o presidente da Fifa, com o governo brasileiro, no Congresso Nacional. Ele perdeu as condições de continuar presidindo essa organização importante, principalmente nessa fase da preparação para a Copa"

Álvaro Dias, senador (PSDB-PR)

"Foram mais de 10 anos de impunidade e de cumplicidade de autoridades do Executivo, do Legislativo, do Judiciário e principalmente de dirigentes de federações"

Aldo Rebelo em comunicado oficial

"Diante do anúncio da nova liderança do Comitê Organizador Local (COL) para a Copa do Mundo de 2014, o Ministério do Esporte reafirma sua determinação de continuar cooperando com a entidade responsável pela organização do Mundial. Seguiremos trabalhando em harmonia para o êxito das tarefas comuns necessárias ao sucesso do evento"

Gilvan do Pinho Tavares – presidente do Cruzeiro

Zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz. (silêncio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.