quinta-feira, 26 de abril de 2012

PREFERI O CANAL QUE VALIA, NO OUTRO ERA SÓ UMA FESTA


Na minha quarta maluca, cheia de futebol, fiz opção pelos jogos que valiam alguma coisa: acompanhei primeiro o jogão, cheio de emoções, da eliminação do poderoso Real Madrid pelo Bayern de Munique diante de 90 mil pessoas no Estádio Santiago Bernabeu. Praga de Lionel Messi. Perdeu pênalti na eliminação do Barça contra o Chelsea e Cristiano Ronaldo. Estão empatados.
Não é a verdade do futebol notável. Barça e Real continuam os melhores do mundo. Este esporte prega algumas peças inesquecíveis: deixa os melhores de fora, enquanto o competitivo Bayern decide o título da Copa da Uefa no estádio escolhido antes da competição: a sua Arena em Munique.
Chelsea, espera-se, entra nessa história como coadjuvante da grande festa.
Depois vi a pelada insossa entre Portuguesa 0 x 0 Bahia no Canindé, na abertura dos jogos das oitavas de final da Copa do Brasil. Não tinha nada melhor pra ver.
Até o ótimo seriado Lei e Ordem estava repetido.
No horário curiango da Tv Globo, 10 da noite, optei pelo jogo Goiás x Atlético. Com algumas rápidas passagens pela Alterosa no amistoso América x Argentino Juniors, inaugurando o novo e belo Independência. Peguei, inclusive, o primeiro gol de Alessandro no empate. O segundo, da vitória por 2 a l, não vi.
Nem Cuca, nem os torcedores que viram o jogo pela televisão, nem aqueles que foram ao Serra Dourada, encararam os vândalos goianos e saíram na porrada com eles, ninguém gostou da atuação do Galo. Incluso este locutor que vos escreve.
O time esteve amarrado, sem força de competição, ou de contra-ataque. Parecia receoso de sair e tomar gols. Nem o fato de entrar com três volantes – Pierre, Donizete e Felipe Soutto – encorajou os atleticanos.
Gol na casa do adversário conta muito nas competições de mata-mata. Falo o óbvio, visto que Cuca, Cuquinha, e as pilastras da Cidade do Galo sabem disso mais que eu. O Goiás conseguiu não tomar gols e fazer boa vantagem nos 2 a 0. Pra classificar-se o Galo precisa fazer 3 a 0 no Estádio Independência. Uma tarefa difícil, mas nada impossível.
Na festa do Independência, vi em fotos a carinha simpática e alegre do meu amigo Afonso Celso Raso; ao lado do sisudo prefeito Márcio Lacerda e do misterioso secretário Sérgio Barroso, que resolveu, na festa, dar as caras.
Será que vi o governador Antônio Anast-azia? Vou conferir. Também só me interessei nas fotos dos amigos que comandam o América – Afonsinho, os Salum, Chico Preto, Alencarzinho, - pra compartilhar de suas alegrias, após uma espera injustificada.
O currículo de vitórias de Souza é enorme. A idade, 33 anos, no futebol atual representa experiência. O histórico de contusões não preocupa tanto. Penso que virá somar bastante no elenco do Cruzeiro até por sua versatilidade: joga no meio e na lateral. Não é nas laterais que residem os grandes problemas do time? Sei lá se isso é uma verdade final.
Não se espera do Souza que seja aquele fogoso volante/lateral dos tempos do São Paulo. Até porque aquele time, salvo melhor juízo, comandado pelo mestre Telê Santana, era muito superior ao Cruzeiro de Vagner Mancini. Se jogar seu feijão com arroz estará bom demais.
No treino de luxo que fez contra o Argentino Júniors, América e Alessandro mandaram recados diferentes para Fábio e Roger, líderes da reação contra os gestos do atacante americano na comemoração do terceiro gol do Coelho: “Vejam bem o que lhes espera no domingo.”
Vou ser bem claro, meu bom, quanto à nota acima: ninguém falou nada disso. A suposição é minha e a vontade ficou apenas com os jogadores e com Alessandro. Além da torcida americana, claro!
Sem Montillo e Walyson? Duvido. Mancini prepara armadilha para o ardiloso Givanildo de Oliveira. Domingo, na hora do vamos ver, aparece o Cruzeiro com o argentino no meio e três atacantes na frente. WP-9 já está confirmado. Caso assuma de novo o esquema 4-3-3, Vagner Mancini se lasca!
Rei, Rei, Rei, Reinaldo é nosso Rei. Impressionante como apareceu um monte de amigo de Reinaldo alegre com a sua contratação como treinador do Villa Nova, todavia a maioria cética quanto ao seu sucesso. Por quê? Reinaldo merece voltar ao sucesso no futebol, agora como treinador.
Até pra quebrar o tabu de que craque de futebol não dá certo como treinador. Zico já teve excelente momento como técnico. Falcão tenta. Cerezzo é vitorioso lá fora. Beckenbauer foi campeão do mundo com a Alemanha. Crufty dirigiu grandes times. Didi fez sucesso na seleção peruana.
Por que não Reinaldo? Existe pra ele, reconheço, um tabu que será difícil quebrar: o seu recomeço como treinador acontece tarde demais.
O Internacional perdeu pênalti, a torcida colorada deu aquela força, porém no final não conseguiu ir além do empate sem gols com o Fluminense. A partida disputada no Beira-Rio inaugurou as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Tudo permanece igual e até o empate, com gols, classifica os gaúchos. O Flu precisa vencer o jogo de volta, dia 10, no Engenhão. Eta torneizinho complicado, meu bom!
O Santos, como tem acontecido com o futebol brasileiro nos últimos tempos, caiu diante do Bolívar e da altitude de 3.600 metros de La Paz. Perdeu por 2 a l no Estadio Hernan Siles. Interessante. Os três gols foram marcados em jogadas de falta fora da área. Campos fez dois para o Bolívar e Maranhão, no rebote de uma falta cobrada por Neymar, anotou o gol santista.
O Peixe não precisa jogar muito no nível do mar, se usar a Vila Belmiro, pra vencer o Bolívar e se classificar. Como os cartolas querem levar o jogo do dia 10 próximo para o Pacaembu, pode ser que Neymar e Cia. Tenham que correr um pouco mais. A vitória simples por l a 0 mantém os santistas no torneio.

9 comentários:

  1. Quer dizer então que o souza já foi comandado pelo mestre Telê Santana ?
    Então ele tem é 63 anos e não 33 !
    hahaha

    ResponderExcluir
  2. 'Campos fez dois para o Bolívar e Maranhão, no rebote de uma falta cobrada por Neymar'
    OBS: a falta foi cobrada por Elano.

    'Não se espera do Souza que seja aquele fogoso volante/lateral dos tempos do São Paulo. Até porque aquele time, salvo melhor juízo, comandado pelo mestre Telê Santana'

    ResponderExcluir
  3. Vou repetir o comentário que fiz no blog do chico maia: Cuca teve seus erros e é o maior culpado pelo vexame de ontem (depois do kalilzinho e do péssimo maluf, claro): Lima não é nenhuma brastemp, mas de pernas amarradas joga mais que o novo kanapkis, esse luis eduardo: canhoto, lento e cintura dura. Berolla não é jogador de futebol, mas na ausência de Guilherme é o único que pelo menos apronta uma correria. O resto nem isso. Tem que entrar jogando, mesmo com as tradicionais caimbras, não há outra opção. Richarlisson (quem foi o fdp que disse a ele que ele sabe bater faltas e chutar a gol? o pior é que acreditou…) não pode ser titular em nenhum time com aspirações a título, e eu digo isso há mais de um ano. Triguinho também não ataca nada, mas pelo menos não leva bola nas costas como esse péssimo richarlisson. E a itatiaia ainda o premia no último jogo, é brincadeira... muito estranho.

    Felipe Soutto não tem qualquer cacoete para jogar mais avançado, Cuca está queimando o garoto esse ano.

    Geovani falhou na arrumação na barreira, deixando o canto aberto, e foi de mão mole na bola. Falha. Sem contar aquela jogada bizonha num lateral que bateram para ele e ele isolou para fora, ao invés de pegar com as mãos. Ele deve ter tentado dar uma bolada no imbecil do richarlisson…

    Não vou comentar sobre o segundo gol, todo mundo viu.

    E o pior é que saiu barato, mesmo jogando contra um timeco de segunda, pois ainda levamos uma bola na trave e o juiz deu um dos impedimentos mais absurdos que já vi no futebol contra o goiás, numa bola em que entrariam 3 na cara do gol.

    Enfim, vamos para o brasileiro e nossas esperanças são guilherme e berolla. Deus tenha piedade de nós.

    Abs.

    Ed.

    ResponderExcluir
  4. Em tempo: o que está faxzendo o "melhor diretor de futebol do Brasil" além de reclamar de arbitragens de vez em quando?

    Está lá há 3 anos e não consegue montar um time competitivo. E o Presidente batendo palmas para ele. Só poderia dar nisso.

    Abs.

    Ed.

    ResponderExcluir
  5. Não foi treinado por Telê não? Souza então não sabe o que perdeu. Hoje com 63 anos seria o melhor lateral do mundo. hahahahah, procê tb

    ResponderExcluir
  6. A falta foi cobrada por Elano e não por neymar? REsultou em gol de maranhão? Sinal de que Elano cobra falta melhor que o Jóia.hahahaha procê tb

    ResponderExcluir
  7. Opinião sensata e regisrada com respeito, Ed. Continue mandando suas idéias e conceitos.

    ResponderExcluir
  8. Se vc quer saber sobre o Maluf, ô anônimo, ligue pro Atlético e pergunte. Eu não sei nada da vida interna dos clubes.

    ResponderExcluir
  9. Prezado Flavio, fui eu quem perguntou sobre o maluf, mas a pergunta era apenas retórica, não era dirigida especificamente a você.

    Um abraço,

    Ed.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.