terça-feira, 15 de maio de 2012

FORLAN OPTA PELA INTER E ACERTO COM GALO VIROU SONHO




ROTH É O NOVO TREINADOR CELESTE

Celso Roth é o novo técnico do Cruzeiro. Tem gente que gosta, tem gente que não gosta.Penso que o início de trabalho de Roth, nesse período em que se encontra o time celeste é extramemente positiva. Depois de certo tempo, as relações se desgastam e Celso acaba não completando seu trabalho. Vem com contrato até o final do ano e a diretoria do Cruzeiro acertou na troca: no momento o time precisa mais de um Celso Roth do que um Adilson Batista, ou outro nome da mesma altura.

Numa entrevista à Rádio Nuevo Tiempo, de Montevidéu, Pablo Forlan jogou no ralo o sonho dos atleticanos de vê-lo ao lado de André no Campeonato Brasileiro. Claro que esta opção tem a ver com dinheiro ou com diferenças nas propostas existentes entre o craque e o Galo. O presidente Alexandre Kalil teria chegado a 2,5 milhões de euros, por três anos de contrato. O jogador pediu 3,5 milhões por dois anos. O modo que encontrou de forçar a barra foi de afirmar que gostaria de permanecer na Internazionale de Milão, ainda que insatisfeito. Kalil argumenta que o negócio está bem difícil, porém não aceitou descartá-lo por enquanto.

O Sportv mostrou uma reportagem sobre a despedida do narrador José Carlos Garotinho de Araújo da Rádio Globo do Rio após 42 anos na empresa. Não é coisa comum qualquer empresa de comunicação agir desta forma sabendo que o funcionário vai reforçar um concorrente. Aos 71 anos, José Carlos recebeu uma proposta milionária pra assumir o comando da Band do Rio que tem ousado projeto de se transformar numa rádio 100% esportiva. No intervalo da decisão Fluminense x Botafogo, após narrar o primeiro tempo, Garotinho passou o microfone pra Luiz Penido, cria sua, mas que trocara há anos a Globo pela Tupi. Suas narrações se confundem de tanto que são iguais. Saiu junto com José Carlos, também rumo à Band o “Canhotinha de Ouro” Gerson, agora comentarista esportivo, após 20 anos de casa.

A CBF agiu certo ao apoiar o lado dos clubes e liberar atletas envolvidos em jogos da Libertadores, como no caso de Neymar, Ganso e Rafael, que não estarão em campo no amistoso contra a Dinamarca dia 23 na Alemanha. Os três se apresentarão nos Estados Unidos, onde nosso escrete fará três amistosos pesados, sujeitos a destemperar qualquer situação calma que exista na Seleção. Até mesmo para os jogos das Olimpíadas que estão aí na porta. Se o escrete não se der bem, nos amistosos, periga a posição e Mano Meneses. Então o auxiliar-técnico Nei Franco pode assumir. Por que não? Os brasileiros terão pela frente na terra de Tio Sam os americanos (30 de maio), os mexicanos (3 de junho) e os argentinos (9 de junho). Nada fácil, Meu Bom.

Antes da decisão mineira, a conversa era essa: Cuca dizia que ficaria no Galo; Kalil afirmava que ficaria com ele, ( dependente do resultado). O torcedor dividido dizia: “seja o que Deus quiser”. E sem ouvir a opinião geral da Massa, o Bondoso Pai, ouviu o filho: “Quer ficar Cuca, com o Cuquinha? Então fique”. E fez-se o campeão invicto após 36 anos!

A seleção uruguaia atendeu ao pedido de Victorino. Liberou o zagueiro dos amistosos marcados para os próximos dias. Victorino ficou exultante; não pode perder tempo. Com o pão caindo com a manteiga pra baixo nos últimos jogos, a ponto dele mesmo cair na confiança geral da torcida e da diretoria, quer aproveitar pra recuperar o prestígio perdido na Toca da Raposa. Quase foi trocado por seu compatriota Botinelli, do Flamengo.

Posso sentir que quatro nomes do futebol mineiro perdem espaço junto à imprensa séria: o técnico Givanildo de Oliveira por seu jeito sisudo, fechado e de pouco papo. Mancine porque tem feito um gênero de ator canastrão a fim de ganhar espaço junto da Massa. Na decisão, ao tomar o troféu das mãos do capitão Réver e tentar promover o fracassado mergulho dos atletas tornou a comemoração histriônica. Pior foi tirar satisfações com Geovani quando o Galo vencia e a provocação à torcida americana, imitando os gestos de Alessandro, ao ser substituído.

Roger peca pela instabilidade emocional e por posições que, também, não fazem parte de suas características. Tem algo de Mancine. Danilinho que tem respondido com grosserias às perguntas dos repórteres nas coletivas de Imprensa já caiu em desgraça. No momento, é o inimigo número Um da rapaziada setoristas. Some-se a isso o futebol chulé que tem jogado daqui a pouco além das vaias que já recebe da torcida terá a cabeça pedida à diretoria. E voltará ao México, onde sua cabeça, também, é procurada. Céus!!

2 comentários:

  1. kkkkk Esse Flávio Anselmo é ridículo!!!

    ResponderExcluir
  2. Como não sou anônimo e assumo o que eu escrevo, posso te mandar ir à pqp. Se não concorda com a minha opinião, assine um comentário e diga o que queira, sem ofensa né?

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.