sexta-feira, 18 de maio de 2012

HERMANOS TAPAM NOSSA BOCA NA LIBERTADORES – então o melhor que a gente faz é torcer pelo Coelho de olho na tevê logo


Olho na televisão hoje à noite pra ver a estreia do América no Campeonato Brasileiro da Série B, em Fortaleza, contra o Ceará. Briga boa! Com certeza exigirá toda nossa torcida pelo sucesso de um representante dessa abandonada Geraes no seu propósito de voltar à Divisão de Elite.

Não pensem que Celso Roth leu minha coluna virtual ao decidir testar Diego Arias como volante titular e mantê-lo aqui, fora da delegação do Cruzeiro B que jogará 4 partidas na Eslováquia. Este foi o grande erro de Vagner Mancini. Sem motivo aparente, não testou Ária em nenhum jogo importante, apesar de ele ser contratado como “jogador de peso”, segundo o presidente Gilvan Tavares. O colombiano só entrou em campo uma vez pelo clube celeste, num amistoso na prétemporada. .

Tinga irá reencontrar um velho conhecido seu na Toca da Raposa, o técnico Celso Roth, com quem trabalhou em Grêmio e Internacional. No entanto, garantiu que a negociação com o Cruzeiro começou antes de o clube acertar com Roth. Será?

Já o lateral-esquerdo Fábio Aurélio, do Liverpool, foi oferecido ao Cruzeiro há alguns dias. As conversas caíram no esquecimento com a chegada de Roth.O diretor Alexandre Mattos descartou a contratação do atleta de 32 anos.

Como tinha já fizera em outras quartas-feiras e nas quintas-feiras passadas, passei estas também zapeando a televisão atrás de jogos prendessem minha atenção pela soma de amor e emoção. Faltou sempre o ingrediente Amor, em que pese existir sempre no conjunto, o amor pelo futebol. Emoção esteve em cada jogo da Copa Libertadores das Américas e na Copa do Brasil.

Ontem, apesar da força dos narradores da Fox Esportes em transformar o Santos no maior favorito da conquista da Libertadores, já falando em bicampeonato com a nova geração, e Neymar num craque maior que Messi, ficou tudo na imaginação fértil. O Peixe não jogou nada, Neymar e Ganso se omitiram e o Velez Sarsfield, após anular a Jóia santista com o garoto Pezzuti, de 19 anos, venceu por l a 0. Foi uma noite argentina na Libertadores.

Mais cedo, o Fluminense teve Carlinhos expulso no primeiro tempo e o Boca Juniors não soube aproveitar a vantagem. Fez apenas l a 0 e deixou o tricolor carioca vivo para o jogo de volta, semana que vem, no Engenhão. O tricolor precisa de vitória com diferença de dois gols pra seguir em frente. O mesmo placar leva a decisão para os penais. O jogo também ficou no débito. O craque Riquelme mostrou pouco e o goleiro Diego Cavalieri foi o melhor em campo.

Finalmente, no último jogo das quartas-de-final da Copa Brasil, o Grêmio, também forte candidato ao título – seria o pentacampeonato e deixaria o Cruzeiro pra atrás –venceu de virada por 2 a 1 o Bahia de Paulo Roberto Falcão, campeão da Boa Terra. O jogo levou bom público ao estádio de Pituaçu e e a torcida, que fez festa domingo passado, vaiou o time e o treinador após o jogo.
Falcão foi vaiado desta vez, após a derrota pro Grêmio na Copa do Brasil, ontem em Salvador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.