sexta-feira, 8 de junho de 2012

BASTOU ROTH TIRAR AS AMARRAS DO TIME RETRANCADO e o Cruzeiro virou em cima do Botafogo: 3 a 2.

Eu dizia que não me meteria a vidente pra adivinhar o resultado do jogo no Engenhão. Agora, não quero me fazer de profeta do acontecido com a virada e a vitória do Cruzeiro por 3 a 2 sobre o Botafogo quebrando várias escritas. A principal delas de nunca ter vencido no belo estádio carioca.
Porém, a vitória tornou-se possível através do imponderável: os azuis levaram 2 a 0, gols de Amaral (contra) no primeiro tempo e Herrera, num contra-ataque, antes dos 15m do segundo. Teoricamente, não haveria mais tempo de reação. Na prática houve.
Quando levou o segundo gol, o Cruzeiro já era melhor: no intervalo Celso Roth sacou Souza e colocou o estreante Fabinho, um atacante a mais. Também trouxe Montillo, até então apagado, pra armação. E o argentino apareceu bem.
Botafogo volta a campo neste domingo, no Recife, pra enfrentar o Náutico, no estádio dos Aflitos. O Cruzeiro, no mesmo dia, recebe Sport em Belo Horizonte.
Um pouco da história do confronto. O esquema de quatro volantes, que segundo Roth teria arrumado a defesa, falhava constantemente. Marcelo Oliveira era uma avenida na lateral esquerda, e o pessoal de marcação – Amaral, Charles, Tinga e Souza – não dava conta do rápido contra-ataque botafoguense.
Os meninos Vitor Júnior e Lucas, este lateral, infernizavam a vida cruzeirense pelo lado esquerdo.
O Cruzeiro, sem armação, deixava Montillo e Wellington Paulista sozinhos na frente. A tentativa era sempre de ligação direta, respondida pelos cariocas. A segunda bola só caia em pés botafoguenses.
Após Herrera perder grande chance aos 7m, com Fabio salvando, veio o primeiro gol deles.   
Numa segunda cobrança de escanteio pelo lado direito do ataque do Botafogo. A cobrança veio forte e fechada assustando Amaral no primeiro pau.. O volante cruzeirense mandou pra rede. Botafogo, l a 0, gol contra.
Herrera ainda perdeu outro gol, aos 45m, após receber passe na medida de Lucas e chutar pra fora.
No segundo tempo, com Fabinho no lugar de Souza o time azul melhorou. Passou a jogar com dois atacantes e mais Montillo na armação.
O gol de empate parecia próximo. Só que veio a surpresa: Tinga perdeu a bola no meio-campo pra Renato, que entregou a Vitor Júnior. Este fez bela enfiada pra Herrera. O artilheiro botafoguense venceu Mateus na corrida e chutou no canto de Fábio: 2 a 0 Botafogo.
Fatura liquidada imaginou o comentarista do Sportv. Disse que o Cruzeiro estava melhor naquele momento, mas não teria forças suficientes pra virar o placar. Melhor que teve.
E tudo aconteceu uma rapidez incrível. Roth, após levar o segundo gol, resolveu corrigir de vez a besteira de escalar um monte de volantes.  
Tirou Tinga e Marcelo Oliveira pra colocar Anselmo Ramon e Everton. Tudo de uma vez. Ah, meu Bom, o Cruzeiro mudou de água pra vinho italiano.
Aos 25m, antes de sair Marcelo Oliveira cruzou na medida pra Fabinho acertar belo chute na trave. Aos 28m, cobrança de escanteio, confusão, sobra pra Mateus que chutou a gol. Anselmo Ramon desviou de cabeça e diminuiu: Botafogo 2 x Cruzeiro l.
Dois minutos depois, o cruzamento de Anselmo Ramon da direita encontrou Everton na ponta-esquerda. De cabeça, ele empatou a partida: Botafogo 2 x Cruzeiro 2.
Os cariocas ficaram perdidos. Aos 34m, o goleiro Fábio fez ligação direta. Fabinho recebeu a bola em condição legal, fez sensacional enfiada pra Montillo, derrubado pelo goleiro Milton Raphael.
Choradeira geral, mas o árbitro Fabrício Neves Correa deu o pênalti - pênalti mesmo - convertido em gol por Wellington Paulista: Cruzeiro 3 a 2.   
Então o Fogão saiu desordenadamente em busca de novo empate, sem sucesso. Amaral e Charles, contando com apoio de Anselmo Ramon, Montillo e da zaga mais confiante seguraram o placar. Bela vitoria celeste, o único time mineiro a vencer nas rodadas dos campeonatos brasileiros neste meio-da-semana.

Vamos agora pra quarta rodada da série A que terá o Galo, não mais 100% depois do empate com o Bahia, em São Paulo enfrentando o Palmeiras de Felipão que vai muito mal. Ronaldinho Gaúcho será a grande atração do jogo,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.