domingo, 22 de julho de 2012

FOI NO SUFOCO, MAS CRUZEIRO PASSOU PELO FLAMENGO


O Cruzeiro entrou no gramado do Independência sob a pressão de duas derrotas em casa, para o São Paulo (3 a 2) e Grêmio (3 a 1), desconfiado com a reação do torcedor que encheu a arena do Horto. Não fez boa partida, porém jogou com vontade e determinação suficientes para vencer o Flamengo e subir para o quinto lugar, com 20 pontos, a apenas um atrás do Grêmio.

Ceará melhorou acentuadamente o lado direito do Cruzeiro criando várias situações de gol, como a dos l5m, em fez o cruzamento, Borges e Wellington Paulista mergulharam e nao acharam a bola. Tomou um troco de Vagner Love, com Fábio bem colocado pra defender.

Tendo melhores oportunidades que o Flamengo, os azuis marcaram aos 44m do primeiro tempo, numa jogada de Ceará, pela direita; o cruzamento na medida pra Borges acertar a cabeçada e marcar seu primeiro gol no Cruzeiro: 1 a 0.

No segundo tempo,
o time desequilibrou como gosta de afirmar Celso Roth. O Flamengo quase marcou aos 12m, com Ibson, mas Fábio evitou com bela defesa a corner. Aos 33m, o lance mais incrível em favor do time carioca arriscando tudo no apagão do Cruzeiro.

Verdadeiro pandemônio na área celeste. Léo Moura escapou sozinho pelo lado direito e passou a Vagner Love. A torcida do Cruzeiro fechou os olhos, gol certo. Fábio salvou. A bola foi na trave e voltou pro atacante Hernani, que tentou uma, duas vezes e a bola sempre batia em alguém. Até que Marcelo Oliveira, na linha, botou pra escanteio.
Então a torcida passou a rezar para Herber Roberto Lopes terminar logo a partida. E ele atendeu: 1 a 0, resultado magrinho, mas fez o Cruzeiro subiu dois degraus.
Borges fez o gol, machucou-se e pode desfalcar o Cruzeiro quarta-feira contra o Corinthians, em SP (foto Marcos Michelin-EM/DA Press)













4 comentários:

  1. E isso aí cruzeiro, de degrau em degrau nos chegamos lá .

    ResponderExcluir
  2. Anônimo e marcelo Andrade. O primeiro sabe que de degrau em degrau chegará a algum lugar melhor que o ano passado e até pode surpreender. Marcelo não especificou direito. Chega ou não chega? Abs a ambos

    ResponderExcluir
  3. Um dos anônimos (que não é o Marcelo!) Acho dificil, mas por enquanto tá matando os atleticanos de coração fraco! Fazendo bonito, encarando sem medo adversários de respeito!
    Chega não, Flávio Anselmo...quero mais...

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.