segunda-feira, 23 de julho de 2012

SOS PARA UM GRANDE ARTISTA E AMIGO

João Alberto Bueno de Abreu é um bom companheiro de tempos memoráveis em Caratinga. Bem mais novo do que eu. Enfrentamos a ira de muitos conservadores, em serenatas inesquecíveis nas tardes de sábado, no barzinho do EC Caratinga. Após, estendíamos pela cidade afora, levando ele seu violão impecável, em cujas cordas somente um artista de igual quilate seria capaz de tirar uma harmonia tão doce. Certa, ao chegar em Caratinga, João me ligou porque queria mostrar-me o que havia tirado de seu violão. Compramos as latinhas indispensáveis e procuramos um canto sem sapos. Achamos o interior do Jardim que na nossa terra chamamos de Jardim Grande, belo cenário rodeado de palmeiras imperiais. João solou o Hino Nacional Brasileiro de uma forma que jamais eu ouvira. Seresta com o Hino Nacional? Nada disso. Apenas outra obra daquele artista anônimo.
João Alberto Bueno de Abreu, o João da Viola, personagem do meu primeiro livro, "O Sorriso de Juliana", agora pede socorro aos amigos e aos amigos de seus amigos. Precisa da doação urgente de sangue O+ porque passará por melindrosa cirurgia de câncer em fase avançada. Precisa eliminar o mal e sobreviver pra que sua alegria, sua arte, seu violão não se apaguem. Procurem o Hemominas, ali atrás do Parque Municipal, e faça sua doação em nome de João Alberto Bueno de Abreu.
Alguém poderia fazer esta mensagem chegar aos notáveis José Lino Souza Barros, Eduardo Costa e Milton Naves? È outra ajuda que necessito, por falta de instrumentos certos pra conectá-los. Deus lhes dará em dobro tudo que vocês fizeram por este artista e amigo.

3 comentários:

  1. Quem não ouviu o João tocando uma viola e cantando docemente, tipo Chico Buarque, perdeu uma maravilha da música brasileira! Quem não teve o João como amigo, perdeu muito mais! Vamos doar pra uma pessoa que é jovem, artista anônimo, e que precisa viver pra povoar nossas vidas de encanto e de som...

    ResponderExcluir
  2. Com certeza vc ouviu pq o detalhou muito bem. João e sua viola, relembrando Chico, Cae, João Gilberto, Noel, Cartola e toda a velha guarda da Portela. Cresce com ele Paulinho da Viola. Abs e grato

    ResponderExcluir
  3. Aliás, os anônimos deveriam identificar praque eu pudesse compor uma linha de frente valorizando este blog. São comentários excelentes, a favor ou contra. Por favor.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.