segunda-feira, 20 de agosto de 2012

ATÉ BOTAFOGUENSE MINEIRO RENDE HOMENAGEM AO GALO DE RG-49


Como sempre costumo fazer ao menos uma vez por mês, transformo a Trincheira num imenso foro de debates. Como diria o vereador de Moreno, PE, cuja história contei no meu livro Marias Chuteiras: “Declaro abrida a sessão; quem quiser a palavra que pida, quem tiver assunto que lasque”. Sem palavrões ou agressões verbais baixas, a mensagem entra na Trincheira à disposição dos milhares de leitores espalhados por este mundo de Deus. Vou começar com a mensagem deste moço cujo coração abriga todos os jornalistas do planeta Geraes; Leopoldo José de Oliveira, do Hoje em Dia. Acompanhamo-nos há tantos anos que perdi a conta; claro que ele com mais sucesso na arte de fazer jornalismo político do que eu pobre escrevinhador e pitaqueiro de futebol.

Leopoldo José de Oliveira – BH – “Bom dia Flávio: Embora não tenha nenhuma familiaridade com o futebol, além é claro da leitura diária de sua notável coluna. Informo-lhe que o Ubaldo Miranda cuja história você contou é nossa convivência semanal e agradável no rei a feijoada todo sábado.No ano passado, capitaneado por alguns amigos fizemos a festa dos seus 80 anos em julho e este ano já fez 81.Quanto ao episódio dele ser carregado nos ombros do Estádio Independência depois de um gol espírita digo eu ( conforme o Joaquim Barbosa em seus votos no STF) a multidão o carregou até a Praça Raul Soares”.

Em minhas relações de amizade tenho o Dr. Ediraldo Brandão, delegado de Polícia e excelente figura humana que foi um dos carregadores do Ubaldo nos ombros. Dr. Ediraldo, caso você queira falar com ele para uma coluna o telefone é ......... O Ubaldo hoje vive da caridade dos amigos aos sábados: muito humilde, mas bastante simpático todo sábado ele arrecada o dinheiro da comida da semana- sem nunca ter pedido nada a ninguém- as doações são livres e não há, na confraria do Mercado Central da qual com muita honra participo, ninguém que se recusa a ajudá-lo. Uns mais outros menos, é claro”

Resposta: Que bacana, Léo. Então Ubaldo foi carregado até a Praça Raul Soares e não Praça 7 conforme escrevi. Dr. Ediraldo vale um papo realmente. Preservei o telefone dele.  

Luiz Flávio – República Independente do Caratinga – “Bela vitoria do Galo sobre o meu Botafogo.Apesar de ser atleticano em Minas, não posso negar a vc que meu amor pelo Botafogo é maior, ainda que morando em nossa Caratinga.A gente não escolhe para quem torcer. No meu caso o Botafogo, desde 1972(com 7 anos) a partir do dia 15 de novembro no famoso 6 a 0 contra o flamengo(f minúsculo mesmo..rss) eu o escolhi.

A verdade é que os jogos do Galo nesse campeonato são os mais agradáveis de se ver, pois é o único clube que tem jogado algo parecido com futebol nesse fraco campeonato, marcado pela correria, trombadas, péssimas arbitragens e péssimos treinadores, como Roth, essa porcaria do Botafogo( mandou 6 atacantes embora e contratou um só e horroroso)Osvaldo Oliveira, entre outros.Vitoria justa, o Botafogo até equilibrou as coisas no primeiro tempo, mas no segundo tempo até os 12 minutos tomou uma blitz do Galo,

O empate no fim, convenhamos, seria uma injustiça ao que fez o alvinegro mineiro.Acho que , além das arbitragens e a gang da CBF, o Galo tem o Flu como seu maior rival.O Flu não joga bem, não encanta ,mas ganha.Talvez algum grande possa dar uma arrancada nesse segundo turno, mas não vejo forca em Santos e Corinthians para isso, ou o Inter, irregular como sempre, apesar do elenco.De qualquer forma, torço para que o Galo conquiste esse titulo que não consegue há 41 anos.Está fazendo por merecer.

Eu sempre procurei uma definição para esse treinador e a melhor que tive até hoje foi assistindo ao ULBRA , canal gaúcho, numa mesa redonda, em que eles discutiam sobre a saída de Celso Roth do Inter, após a conquista da Libertadores.Ele simplesmente numa entrevista coletiva, ao responder a um repórter,virou-se pra outro repórter e o perguntou o por que olhava para ele?.A definição foi que ele não sabe conviver com o sucesso. Eu já te digo que ele não sabe conviver com o sucesso na carreira, coisa rara diga-se de passagem, mas também, não sabe conviver com o fracasso, vide 2003, em sua primeira passagem pelo Galo, quando,vaiado pela torcida, a cada erro dos jogadores em campo, se virava pra arquibancadas e dizia:a culpa é minha? Isso diante das câmeras.Não sou cruzeirense, mas imagino o que os comandados desse treinador pensam depois das declarações de seu comandante.Lembrando que foi ele mesmo que colocou o clube nessa situação vexatória.Não sei se o vexame maior foi dos jogadores em campo ou a trairagem do treinador....

Resposta: Excelente participação, conterrâneo. Você segue realmente o mundo da bola.
Wanderlei Pantera Lima – BH - “Meu caro Flavio mesmo fora da crônica esportiva, tenho acompanhado alguns acontecimentos do meio e como nao poderia deixar de ser, os jogos naturalmente. Durante anos, acompanhei, como profissional do setor, o Cruzeiro Esporte Clube. Nunca vi o que acontece hoje. Um time completamente sem comando, que parece que não treina e tem um treinador louco na beirada do campo que grita noventa minutos do jogo”

Uma diretoria que compra jogadores como Fabinho e Sandro, nao deve estar querendo nada. O time nao quer nada. Parece aquele que tinha Bendelac e Tobi, lembra? E um presidente banana. Este caiu como uma luva. E um completo banana, que nao sabe fazer negócios e ainda por cima nao entende nada nem mesmo como torcedor. o maior contratador de bonde que a torcida do Cruzeiro já assistiu nos últimos anos. O pior e que mesmo com o alerta de parte da nossa crônica e a da própria torcida, eles insistem no erro. Nao sei onde vai parar, mas parece que o Cruzeiro está preparando terreno para levar a sua maior goleada dos últimos anos e ficar numa situação ainda pior do que vimos no ano passado. Até quando isso vai continuar, presidente banana? mantenha a cadeira quente para o senador que deixou uma batata quente em sua mão e por estar de rabo preso, não tem como fazer nada. E ainda estamos só na metade do ano”.

Resposta: Lembro-me sim, Pantera, do time de Bendelac, Tobi, Dedé de Dora, e outras feras. Céus! Grato pela participação. Você ainda é cronista esportivo pelo que se vê. E faz falta!

Iraq Rodrigues – Lagoa Santa - Flávio,  conforme já escrevi-lhe uma vez, não entendo de futebol, entendo de Atlético. Mas, mesmo sem entender desse velho esporte bretão, tenho um mínimo de senso - que, parece-me, falta ao "treineiro" do Cruzeiro - e acho que foi rematada burrice poupar jogadores contra o Coritiba visando o clássico de domingo próximo. Explico-me: o time precisa somar pontos. Se o jogo contra o Galo fosse de outra competição na qual a Raposa estivesse mais envolvida ou melhor posicionada na tabela, eu entenderia, priorizar uma ou outra competição. Bem, deu no que deu. Achei um desrespeito ao Coritiba mandar um time misto, e, de quebra,  desrespeito ao Marcelo Oliveira (técnico d0 Coxa). Perdeu feio, vergonhosamente para o Coxa, fez a alegria da massa alvinegra e uma belíssima noite de sono ao Marcelo (ex-Galo  e, com certeza, ainda torcedor alvinegro). A situação do time celeste me faz recordar o Galo do tempo dos "Mexericas" da vida.  Tinga ou catinga? E se perder o clássico,qual será desculpa do Celso dentadura ? Será que a torcida celeste vai prestigiar, mesmo sendo clássico de torcida única ? Terei mais uma alegria domingo ? O tempo dirá. Mas ainda acredito na técnica de R49, Bernard e Cia”.

Resposta: Direis: o que este atleticano dá pitaco nas coisas do Cruzeiro. Direito dele. A Trincheira é um espaço livro e democrático. Parabéns Iraq.

Antônio Souza – Ibirité – O América contratou aquele refugo do Cruzeiro e do Sport como solução para o meio-campo de seu time? Onde a diretoria tem a cabeça. Por que não prestigiar China e a meninada da casa? Aposto que Marquinhos Paraná pedirá duas semanas pra entrar em forma o que jamais acontecerá. Além deste velhote, trouxeram também o tal de Ewerton, que time nenhum do Rio ou São Paulo quis”.

Resposta: Você mostra radicalismo. Marquinhos Paraná não joga há 25 dias e afirmou estar pronto pra estrear. Será da maior importância, em razão de experiência. Ewerton é um atacante veloz e com enorme bagagem internacional.

Lucas Nicolau Figueiredo – BH “ Grande mestre e amigo Flávio Anselmo. Como vai? Continuo aqui, lendo as colunas. Se me permite uma correção, o 6 a 1 foi na última rodada do Brasileiro e não do Mineiro”.

Resposta: Grato, menino Luquinha. Como fazia nos bons tempos nossos na Alvorada FM você usa de suas informações sempre precisas pra corrigir o velho cronista agora. Continue com sucesso aí na Rádio Globo.

Assessoria de Imprensa – Juiz de Fora – “Gostaríamos de corrigir a informação de que o Tupi já esteja fora de uma possível classificação para a Série B ou já destinado ao descenso. Na reapresentação desta semana, o técnico Felipe Surian definiu o espírito da equipe a partir de agora na Série C. “Cada jogo será uma guerra e cada três pontos valerão mil.” O Galo está na lanterna do Grupo B e terá 10 partidas para sair da zona do rebaixamento e depois aspirar coisa melhor. O seu próximo compromisso será contra a Chapecoense, líder do grupo, no Estádio Municipal Radialista Mário Heleno, no sábado, às 16h.”

Resposta: é uma batalha difícil de se prever a vitória!

João Batista – BH – “O Galo está jogando para ser campeão e este jogo de hoje, mais uma vez comprova isso.  o R49 está jogando muito e fazendo a diferença, auxiliado pelo ataque veloz e finalizador. Parabéns ao Cuca e comandados! O que dizer desse Cruzeiro horroroso, comandado por este horroroso Celso Roth? Nada mais.  A diretoria do Cruzeiro precisa fazer uma limpa urgente, mesmo que sobre apenas 15 jogadores, mas que fiquem os que desejam e tem capacidade de vestir o Manto Celeste de tantas glórias e história no futebol nacional. 
 Se não aparecer ali algum cidadão corajoso para dar uns bons solavancos nestes malandros que se preocupam mais com cabelinhos, carrões e baladas,  e esquecem o futebol ou tudo estará perdido este ano, mais um para o Cruzeiro.

Reginaldo Souza – BH – “Amigo Flávio Anselmo, Hoje tenho que concordar com tudo que está dito na sua coluna. Concordo também com tudo que o Romário falou do Mano Menezes, que pra mim não chega
na copa de 2014, pelo menos assim espero. Como diz Romano da Itatiaia, esse "Enganando Menezes" já provou na Seleção que entende pouco e só faz besteiras, como no amistoso, colocando Ramires de ponta direita. Chega a irritar a burrice desse cidadão. Sobre Ney Franco e o São Paulo, também, concordo e espero que continue assim até o final do Campeonato Brasileiro, será menos um para brigar com meu "Galão da Massa". Torço pelo mineiro Ney Franco, mas desejo a ele apenas uma razoável colocação com o SP, talvez um nono lugar já tá bom demais”.

Resposta: coração duro, Reginaldo. Ney Franco merece mais que um novo lugar. Uma vaga na Libertadores pra definitivamente incluir o seu nome como um treinador da prateleira de cima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.