quinta-feira, 9 de agosto de 2012

OU A TORCIDA PARA DE ACOBERTAR ESTE TIME RUIM, OU..


Se a torcida azul não se coçar fora das arquibancadas, cobrar energia dos dirigentes do clube, profissionalismo dos atletas e da comissão técnica, sem conceder moleza pra qualquer jogador, inclusive o que se tem destacado nas duas últimas partidas – caso apenas de Borges, pelos gols – a perspectiva é de queda vertiginosa na classificação geral como ano passado.

Lembram-se? O time saiu de cômoda posição pra lutar desesperadamente contra o rebaixamento, salvando-se no último jogo com aquela goleada de 6 a 1 sobre o arquirrival. A situação é bem parecida agora. O Cruzeiro, atual, também montou um grupo dividido pelo excesso de vaidade e estrelismo.

Eu não me canso de perguntar sempre: por que a maioria dos atletas celestes é arrogante e vaidosa? Não aceita crítica e quando ela acontece vira as costas pra imprensa. O mesmo pessoal que, com a maior boa-vontade, passa o dia todo atrás de pseudos craques, destacando os brilhos que eles não possuem.

Vide o caso de Wellington Paulista, que eu mesmo cansei de elogiar pelo seu dinamismo e por sua boa competência de centroavante. Não elogio mais porque chegou outro – Borges – melhor do que ele.

No princípio da atual administração, a Trincheira fez coro com a torcida em elogios à atitude do presidente Gilvan Tavares por não aceitar as milionárias propostas por Walter Montillo. Hoje tenho opinião diferente. Estou arrependido da posição anterior. Parece que Montillo caiu na real, com a duplicação dos seus salários e a ruindade do time. Correr pra quê? Tem longo contrato pela frente e está feliz que nem pinto no nicho, em Belo Horizonte.
O goleiro Fábio,( foto) líder de um grupo no dividido elenco cruzeirense, parece desiludido. Salvou tantas vezes o time com defesas sensacionais que, de uma hora pra outra, decidiu ser igual aos demais companheiros. Não aceitou sua parcela de culpa na derrota vergonhosa pro Santos. Teve sim grande pedaço de responsabilidade.
Sei da idolatria que a torcida celeste tem por seu grande goleiro, o melhor do Brasil; e da heresia que cometo ao criticá-lo, principalmente com uma defesa tão ruim a lhe dar guarida. Porém, não há como deixar de falar da fase ruim que Fábio atravessa.

Só posso criticar a diretoria atual pela omissão de comando. Em situações iguais, ZZ ou Alvimar baixavam na Toca da Raposa II, afastavam as maças podres e as colocava pra treinar na Toca I junto com os juniores até acharem outros clubes. Esta separação faz bem ao grupo por que mostra comando da diretoria presente. Uma casa onde todos mandam, instala-se a desunião.

Permita-me a comparação: dois homens mandam no Atlético, Kalil – a última voz – e Maluf. Quem não estiver entrosado na cartilha deles ou de Cuca está fora. O último foi Mancini. Titular num período e fora logo em seguida.  
  
Agora, Alexandre Mattos, ou a assessoria de imprensa, avisam que está tudo bem na Toca e que parte da mídia anda à procura de chifres na cabeça da cavalo.

Os resultados são claros demais; a constante procura de uma equipe por parte de Celso Roth mostra que ele e sua comissão estão vesgos, ou cegos. Perdidos. Não tem nada certo, ou tranquilo na Toca da Raposa. Faíscas rondam o ambiente prestes a explodir entre os vaidosos inconseqüentes e falsos líderes.  

No grupo do Cruzeiro a maioria joga só com o nome, sem preparo físico, sem condições técnicas, e sem vontade. Quem tiver a cabeça grande e quiser colocar a carapuça que a coloque. Sei que quase o time todo está sem condições físicas, técnicas e sem espírito vencedor, sem nada a dar de contrapartida ao time. 

4 comentários:

  1. Meu nome é Sérgio Cândido
    O jogo do Atlético contra o vasco não seria no independencia?

    ResponderExcluir
  2. flavio, o maior erro do time, esta neste volantes q nao sabem sair jogando, tinga n vou comentar pois so tem raça, mais nada, nada mesmo, guerreiro e defensivo tem q ter um para cobrir as laterais e dar auxilio a zaga, o charles e o mais lucito, mas ta perdido em campo. ja um tal de lukas da categoria de base entrou um vez e melhorou muito o toque de bola, no meio, pois montillo sempre bem marcado e as vezes, o dentadura, cisma em colocar dois jogadores de mesma caracteristica em campo ai o time nao consegue nada. e falar q montillo ta desanimado e claro, pois vc joga, corre, toca e passa, e estes cabeça de bagre, nao consegue acompanhar seu raciocino, vc desanima...
    enquanto tiver o dentadura, no comando. o time ganha uma, duas ou ate tres, mas volta perder varias seguidas...
    portanto se nao mudar esses tipos, ou melhor, a caracteristica destes volante q nao sabem sair jogando junto o o montillo, nao vai dar...
    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. flavio, blz. o lucas jogou, vc viu como melhorou o passes do volantes, cada lancamento q fez! o dentadura e pessimo mesmo. e olha cantei a pedra antes... abraços

      Excluir
  3. O JOGO ATLETICO X VASCO será no Independência realmente. Erro de catalografia do responsável pela Trincheira. Sempre peço aos meus leitores que me vigiem porque não tenho revisor, nem grana pra pagar um. Grato Sérgio Cândido pela correção. Quanto à segunda colocação que acredito tb ser sua, concordo até nas virgulas. TB penso que o menino Lucas seria mais positivo que a tropa toda.Dentadura? Legal, substitui melhor que Roth. Concordo que é de desanimar no caso de Montillo. Joga, corre, passa e não tem ajuda de ninguém,vai ate cansar, mas não pode acontecer isso. Ele é o jogador referência desta equipe, como é o caso do goleiro Fábio. Abs e mais uma vez grato

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.