quarta-feira, 8 de agosto de 2012

PROVOCAR URSO BRAVO HIBERNANDO DÁ NISSO

Alexandre Kalil, presidente do Atlético (como todo mundo deve saber, óbvio), quando cutucado sobre um assunto que não lhe interessa ou não lhe diz respeito, costuma ser curto e grosso. Solta o urso bravo e faminto que traz dentro de si, hibernando. No caso do contrato que o Cruzeiro fez com a concessionária do Mineirão, quiseram ouvir a opinião de Kalil, em viagem. Respondeu como sempre e agiu como gosta: 
O que que eu tenho com isso?”, e, em seguida, desligou o telefone pra não receber mais chamadas, e continuar no assunto.

4 comentários:

  1. Lá atrás eu disse isso em relação ao ipiranga barro preto:

    "Marcelo de Andrade]
    23 de julho de 2012 07:23
    Chega, chega a lugar algum.
    Ô tolinho."

    Pois bem, Celso Roth segura no manche da nave que segue rumo ao chão, na vertical.

    ResponderExcluir
  2. O kalil só age com grosserias aqui na curral del rey. Quando é entrevistado pela imprensa de Rio e S. Paulo tenta passar uma falsa imagem de dirigente bem educado.

    ResponderExcluir
  3. Henrique, resposta idiota a perguntas idiotas. Kalil, e nós atleticanos, temos sofrido com essa imprensa comprada pelo zezé perrella há tempos. Quem apanha nunca esquece. Agora é a hora de bater da mesma forma que apanhamos. Salva um ou outro jornalista neste mar de lama que se tornou a imprensa esportiva mineira. Pode reparar, quem é de nível, o Kalil trata bem. Um exemplo é o dono deste blog, que inclusive é cruzeirense.

    ResponderExcluir
  4. Ô Marcelo de Andrade, o Henrique deu apenas seu ponto de vista, com o qual não concordo, mas respeito muito pela seriedade. Tb vejo sua opinião, apesar de mais indignada e brava, com o maior respeito e até concordo com o estrago que ZZ fez na imprensa mineira, coisa que não é do feitio do atual presidente celeste. Kalil sempre me tratou bem, como seu pai Elias, pq existe respeito entre nós. Isolamos as cretinices costumeiras. Abs e façam da Trincheira um grande foro de debate. Feliz dia dos Pais, se já são. Ou então estenda meu abraço aos seus pais, se os tiverem ainda na graça de Deus.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.