sábado, 22 de setembro de 2012

JUIZ AJUDA NO FIM E O FLU VENCE NÁUTICO

( Globoesportes.com) O Fluminense até encontrou certa dificuldade no primeiro tempo, mas uma falha do goleiro Gideão que terminou no primeiro gol tricolor desestabilizou o Náutico. Quatro minutos depois, o time carioca fez o segundo e, a partir daí, administrou o resultado no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda: 2 a 1. Fred e Leandro Euzébio marcaram para os tricolores e Kim descontou. Mas não foi fácil. Por muito pouco, o time pernambucano não empatou. Além de pressão nos minutos finais, houve um pênalti claro não marcado pelo árbitro Pablo dos Santos Alves (ES).
Com a vitória, o time das Laranjeiras assegura a liderança do Brasileiro com 56 pontos. O principal personagem da partida foi Fred, artilheiro isolado do Brasileiro com 12 gols, que tocou de cabeça para o primeiro gol, de Leandro Euzébio, e fez o seu aos 45 minutos da etapa inicial. Destaque também para o retorno de Deco, que participou bem da distribuição do jogo. Na próxima rodada, o Náutico receberá o lanterna Atlético-GO nos Aflitos, no sábado. No domingo, os tricolores terão o clássico Fla-Flu pela frente, no Engenhão.

JUIZ MAL EM VOLTA REDONDA E JUIZ BEM EM FLORIPA

O goleiro Wilson do Figueirense fez a festa do Palmeiras na estreia do técnico Gilson Kleina, em Florianópolis. O Verdão desesperado com a zona do rebaixamento começou de forma eletrizante e em 10 minutos marcou dois gols em lances criados por Marcos Assunção que usou e abusou na sua arte de cobrar faltas. Nos 3 a 0 do Palmeiras, Assunção participou de dois lances e marcou o terceiro gol, infernizando a vida de Wilson que falhou em todos eles.
Thiago Heleno e Henrique fizeram os dois primeiros gols e Marcos Assunção completou o placar, pegando um rebote de Wilson. O volante do Palmeiras chegou a marcar outro gol de falta, anulado pelo juiz alegando impedimento de Valdívia que se postou entre a barreira e o goleiro. O bandeira mineiro Guilherme Camilo deu o gol, mas o árbitro anulou corretamente. Valdívia ficou pulando e atrapalhando a visão de Wilson. 

.

Um comentário:

  1. Quando a Yara escreveu um artigo e o ilustrou com um galo dormindo eu disse:

    Perigo é o galo dormir quando todos estão acordando. No segundo turno as coisas são bem diferentes.


    E não sejam ingênuos. O galo sabia disso. Investiu bastante no primeiro turno para angariar sócios-torcedores.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.