quinta-feira, 6 de setembro de 2012

ROTH SE ENROLA NAS EXPLICAÇÕES SOBRE DESCASO COM LUCAS SILVA


Um conselho para o indomável Celso Roth: não dê mais explicações sobre seu desinteresse em estabilizar  Lucas Silva e Elber no time titular. Cada explicação do treinador é uma monteira de contradições. Cada vez mais sobe no telhado e deixa a torcida mais ansiosa. Lucas estava relacionado pra partida contra o Botafogo, e foi inexplicavelmente cortado até do banco de reservas. Pegou mal pro treinador que deixara entender antes, numa coletiva, que na falta de Charles o menino jogaria. Após a derrota teve que explicar tudo: a ausência de Lucas, as substituições, a péssima atuação da equipe, a escalação e as alterações furadas que fez.

Explicação, aliás, que reproduzo com imensa tristeza pra mostrar à torcida o ambiente atual do Cruzeiro: “Ele  (Lucas) estava relacionado, mas existe uma expectativa muito grande em cima dele e do Élber. Nós temos que ter calma com os meninos da base. Eles têm potencial, mas não podemos colocar a responsabilidade sobre eles. Quando precisamos do Lucas, ele correspondeu e foi bem. Mas o jovem oscila naturalmente. Por exemplo, o Élber entrou numa situação contra o Náutico, quando estávamos ganhando, e foi outro contra o Botafogo. Não que tenha ido mal, mas pode render muito mais”. (Foto de Rodrigo Clemente - EM/DA Press)

E o Donato, o Léo, o Mateus, Leandro Guerreiro, Tinga, Borges, WP-9, Wallyson, Souza, etc, etc, filhinhos do padrasto, foram contra o Botafogo? Contra o Náutico, jogaram alguma coisa? As desculpas esfarrapadas de Roth servem apenas como base de suas manipulações das ações entre amigos. Coisa de adulto, menino fica de fora, não entra nisso!

Como Leandro Guerreiro tomou duas partidas de suspensão e não enfrenta o Sport seria normal pensar que Lucas Silva teria outra chance. Não escrevo mais que sim antecipando alguma informação ou da Diretoria de Imprensa do Cruzeiro ou do próprio Celso Roth. Os dois são inconfiáveis. No Recife, com certeza, Roth lançará mão de 18 defensores e nem assim Lucas será escalado. Afinal, William Magrão estará à disposição, junto com Charles, Sandro Silva e outros craques que Roth trouxe para o meio-campo do Cruzeiro.

Que sirva de exemplo para os céticos contestadores de atletas com mais de 34 anos. Como é meu caso. Digo tão-somente que velhinho por velhinho os dos outros são sempre melhores. Viram o Seedorf, com quase 40 anos? Então que o presidente Gilvan do Pinho Tavares realize seu sonho de consumo e traga o menino Alex, Talento Azul, com os seus 36 anos, pra comandar o meio-campo celeste, como Seedorf faz no Botafogo. Tá bom, meu amigo: como Ronaldinho Gaúcho, 34, faz melhor, ainda, no Galo Doido

A infantilidade de Bernard começa a não ter limites. Calma, garoto. Criticar como exagerada a suspensão que lhe foi imposta por duas partidas em razão da expulsão contra o Cruzeiro, junto com L.Guerreiro, é pensar mal, sem responsabilidade. No dia, criticou o gesto correto da arbitragem e agora critica a Comissão Disciplinar do STJD que apenas lhe aplicou o que determina o código.

Com seu profundo conhecimento de Direito esportivo, Bernard entendeu que “que não foi para tudo isso. Já aconteceram várias coisas e ninguém pegou suspensão. É por eu ser reincidente. A primeira vez acho que não foi tão grave, como a segunda vez não foi. Mas é trabalhar”.  Bernard foi expulso e julgado por sua expulsão em abril contra o Goiás, na Copa do Brasil. Na ocasião, ele pegou uma partida de suspensão.
Dois reforços experientes poderão ajudar o América a sair da queda livre em que se encontra na Série B. A parada deste sábado é contra o Criciúma (vice líder) no Estádio Heriberto Hulse. Fábio Júnior e  Gilberto ( foto de Glayston Rodrigues/ EM-DA Press) voltaram a treinar e estão à disposição de Mauro Fernandes. Fábio Jr esteve fora do último jogo por causa de estiramento no adutor da coxa direita, e Gilberto passou o último mês recuperando-se de estiramento na panturrilha esquerda.


Um comentário:

  1. Esses treinadores estaum atolados ateh o pescoco com empresarios....o q nos remete a sua famosa frase :acao entre amigos.e ai está o excesso de zelo, como o do Celso Roth,...a lei pelé acabou com o nosso futebol , institucioanalizou a corrupcao ativa no nosso futebol, pois se acabou a escravidao por parte do clube, ela simplestemente mudou de maos,aparecendo a figura nefasta do empresario, colocando o dirigente, já corrupto de clube, numa posicao muito mais confortavel, podendo até , aparentemente , estar em conflito com empresarios, mas negociando debaixo dos panos.E o jogador de futebol é taum burro, q podendo ser dono do seu nariz, preferiu mudar de senhorio , colocando seu destino nas maos do empresario.

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.