domingo, 18 de novembro de 2012

CRUZEIRO FAZ A FESTA DO FLU NO RIO


Livre do rebaixamento o Cruzeiro está. Livre de mais um ano se lixando pro torcedor e enchendo a China Azul de vergonha não está livre não. Enquanto não botar, tardiamente, este superado treinador Celso Roth com bilhete de viagem na mão. Só ida, sem direito a volta.
Os celestes contrapõem as idades avançadas dos amigos do Roth e a burrice da improvisação de Leandro Guerreiro na zaga e Victorino no banco com a alegria de ver no gol o menino Rafael, que não joga há quase um ano, substituirá ao lesionado Fábio; o outro garoto Elber – ufa! – enfim começa um jogo no lugar de Martinuccio, cujos direitos são do Flu; Montillo estará de volta.(Na foto, comemorando um gol)
Em compensação, Celso Roth estará no banco. Arre!
A classificação à Copa Sul-Americana não está garantida também. Por causa do casuísmo da CBF. Entre os classificados, só entra no torneio internacional quem é eliminado antes das oitavas de final da Copa do Brasil.
O único objetivo, portanto, dos azuis é evitar uma goleada tricolor pra Fred aumentar seus números na artilharia e que o Flu não bata novos recordes. Ou então botar água no chope dos campeões de 2014.Sem objetivos concretos no campeonato, o clube celeste tem pelo menos mais duas missões.
Neste domingo, às 17h, no Engenhão, o Tricolor carioca, com todos os méritos, após vencer os adversários no campo, botar imensa diferença no segundo colocado, e derrubar a “burrocracia” da CBF recebera o troféu de campeão brasileiro diante do Cruzeiro.
É um troco. Por coincidência, o Cruzeiro fez o jogo das faixas e do caneco em 2003 justamente contra o Fluminense. Comandado por Alex, enfiou logo 5 a 2 nos cariocas. Que as coincidências parem por aqui, não é mesmo.
Eis a ficha técnica do jogo:
Fluminense x Cruzeiro
Fluminense: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Carleto; Edinho, Jean, Deco e Thiago Neves; Rafael Sobis e Fred.
Técnico: Abel Braga
Cruzeiro: Rafael, Ceará, Thiago Carvalho, Leandro Guerreiro e Everton; Charles, Marcelo Oliveira, Tinga e Montillo; Elber e Anselmo Ramon.
Técnico: Celso Roth
Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro
Data: 18 de novembro de 2012, domingo, às 17h
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.