terça-feira, 20 de novembro de 2012

FESTA DE HERÓIS: DJOKOVIC E GUGA


Nenhum esporte profissional poderia sobreviver com a descontração, as homenagens mútuas e o respeito que dois grandes nomes do tênis mostraram no jogo-exibição do último sábado no Maracanazinho.
O tricampeão de Roland Garros, e ex-número 1 do mundo, o tupiniquim Gustavo Kuerten Guga teve homenagens da fera sérvia, Novak Djokovic, o que há de melhor no mundo do tênis hoje.
Deixou, inclusive, pra trás até o interminável e fantástico Roger Federer. Numa sucessão prevista há tempos pelo próprio craque suíço.
Campeão no tênis e na simpatia Djokovic encantou o Maracanazinho. Sua extrema competividade deu lugar ao seu humor bastante conhecido.
Vestiu-se até de Guga, com peruca igual à antiga cabeleira do brasileiro, da época de Rolando Garros. Repetiu seu gesto de conquista, imortalizado numa foto reproduzida na camisa do evento.
Por fim, deixou Guga vencer o amistoso por 2 a 0 (7/6 e 7/5). Fantástico sérvio!

De cara, Djokovic, ao descer do avião, revelou-se apaixonado pelo Rio. Já sabia da senha pra ganhar a simpatia, também, dos cariocas.
Além da exibição contra Guga, Djokovic, amante do futebol, participou de uma pelada na preliminar de Fluminense x Cruzeiro, no Engenhão, a convite de seu compatriota Petkovisk, ex- Atlético.
Se o Rio encantou Novak, com certeza a recíproca foi verdadeira... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.