quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

NEM MONTILLO SAI NEM FILLIPE SOUTO VAI PRA TOCA. BOATARIA GERAL

É saco ler as páginas esportivas dos jornais nesse período: o chutapress não para de funcionar, principalmente por meio daqueles convidados pra jantares diários, em restaurantes elegantérrimos, (que frescura!) com cartolas, empresários e procuradores.

Boataria pura! Até agora, sabe-se apenas que o São Paulo fez sondagens sobre Walter Montillo crente que o levaria por  bagatela, visto que as informações passadas ao presidente Juvenal Juvêncio dão conta que o Cruzeiro tá de cofres vazios.

É verdade que o clube presidido por Gilvan Tavares vive momentos difíceis, financeiramente. Nada, contudo, que o obrigue a vender seus 60% dos direitos de Montillo por preço de banana.

Segundo Juvêncio, os azuis pediram R$ 20 milhões o que considera alto demais.

Depende do lado que se olha a coisa. Do lado dos torcedores cruzeirenses é baixo demais. Pelo lado da diretoria celeste, tá de bom tamanho. Isso é que interessa. Se o São Paulo acha caro, que procure outro.

Juvêncio confirmou interesse do clube que preside em levar Montillo, não falou por quanto. Disse, também, que foi criada espécie de leilão da qual o São Paulo não entra.

Por aqui, os dirigentes afirmam que não querem negociar Montillo, que tem contrato até 2015. Segundo Gilvan, seu pensamento é fazer uma equipe respeitável, um elenco forte, que Marcelo Oliveira possa trabalhar em paz e com vitórias. Tomara!

Se Montillo periga não trocar a Toca pelo CT são-paulino, o garoto Renan Ribeiro, revelação da base atleticana, e durante bom tempo titular do Atlético até cair em desgraça junto à Massa, tá na mira do São Paulo por indicação de Ney Franco.

A questão é a idade de Rogério Ceni e o espaço enorme que o goleiro quarentão ocupa. Já bateu de frente com o técnico caratinguense do São Paulo. Vai daí...

Dentro do estilo de Ney de dar preferência por jogadores novos da base ou já revelados, como é o caso do centroavante Aloísio, recentemente contratado, e Lucca, atacante de velocidade, destaque do Criciúma, o São Paulo espera fechar com o Atlético a transação de Renan Ribeiro ainda este ano.

MONTILLO ESTEVE perto do Atlético, segundo eu soube por fonte fidedigna, o conselheiro atleticano e amigo pessoal, confidente do presidente Kalil, Paco do Sacu Nabanne. Jantei com ele anteontem no chique restaurante Dez Favoritas.

Foi à base de frango com quiabo, antecipado por cachacinha do "Geraldo Teiado" (cana pura de alambique caratinguense), e regado com Vinho Chapinha, safra 1982.

Porém, a negativa do craque argentino em vestir a camisa alvinegra – e, por isso, num ataque de ódio, segundo Sacu Nabanne, - Urso Bravo jurou que Montillo jamais vestirá o manto atleticano – desfez a conversação.

CONTRA-ATAQUE CRUZEIRENSE: O contra-ataque da espionagem celeste foi plantar que Fillipe Soutto estava p. da vida com a reserva do Atlético e a falta de chances pra jogar. Não agüentava mais ver a cara de Cuca e que tinha sido sondado pelo Cruzeiro.

Tal boataria fez com que Soutto usasse a ferramenta Twitter pra desmentir qualquer negócio: "A informação não procede. Tenho contrato em vigência com o Atlético e muito respeito pelo clube que me formou," escreveu.

 Fillipe Soutto usou ainda o Twitter pra dizer: "Fiquei sabendo de boatos que eu estaria discutindo uma possível ida para o Cruzeiro. Gostaria de deixar bem claro que não conversei com o Alexandre Mattos (diretor de futebol do Cruzeiro), como disseram, e nem com qualquer representante de outro time", escreveu.

O volante tem
contrato com o Atlético até abril de 2016. Revelação do clube em 2011, o volante perdeu espaço na equipe este ano. Fez apenas 17 partidas em 2012. Numa entrevista ao Superesportes,  Soutto disse "que, apesar de pouco aproveitado este ano, quer seguir no Galo em 2013".

Contudo ressalvou:
"Eu sei que tenho condições ainda de jogar aqui, mas se aqueles que estão acima de mim, hierarquicamente, preferirem outro jogador ou não contar comigo, aí eu já não posso fazer nada, tenho que seguir o meu caminho".

"Mas eu espero continuar aqui porque tenho um carinho pela torcida, sei que a torcida tem um carinho por mim e pretendo retribuir tudo isso com um grande título ainda".

Notem que, ao contrário de Montillo que foi categórico em afirmar que jamais vestiria a camisa de um rival, o garoto Fillipe Soutto não disse nada a respeito. Deixou a questão em aberto. Chiiiii!

No meu twitter chegam dezenas de mensagens da torcida do Cruzeiro mostrando sua insatisfação com o principal patrocinador do clube: "ForaDoCruzeiroBMG em todos eles. Porém, não é fácil vender outra marca máster por tal importância.

O banco BMG tem contrato de patrocínio máster com o Cruzeiro até 2014. A renovação de vínculo aconteceu em novembro do ano passado, ainda na gestão de senador ZZ Perrella.

 

Como não tenho nada com as finanças do Cruzeiro, nem com seus negócios e entendo a revolta da torcida, ainda mais no assunto venda de Montillo, assino o protesto: "VaiemboraBMG"

 

A Massa terá de fazer novo sacrifício pra apoiar a meninada sub-20 que decide a Copa do Brasil da categoria com o Vitória. Não haverá jogo no Independência, alugado pra festa de uma empresa.

O Galo terá de convocar sua torcida pra se deslocar até a Arena do Jacaré, dia 15, sábado, às nove horas da noite pra acompanhar a primeira partida da decisão. Veja que m.- um sábado à noite! A televisão não dá moleza mesmo pros torcedores.
O jogo de ida será na terça-feira, às oito da noite, m Salvador, no Estádio Barradão. A boa: os times já estão classificados pra Libertadores sub-20.

Conheço Nagoya. Uma das cidades mais bonitas do Japão. Foi totalmente destruída durante a Segunda Guerra pelos americanos.Me contaram lá que o poder de destruição das milhares de bombas jogadas sobre Nagoya foi maior que Hiroshima e Nagazaki, que sofreram ataques de bombas atômicas.

O espírito guerreiro dos japoneses reconstruiu Nagoya, seus lindos e milenares pagodes, e outra cidade subterrânea contra futuros bombardeios.

Fiquei no Hotel Hilton Nagoya, onde tá a delegação do Corinthians. Atrás dele a visão de um estonteante jardim com o belo pagode no centro.   Nesta sexta-feira, os meninos de Tite treinaram pela primeira vez em solo japonês pra estrear no Mundial de Clubes dia 12 próximo, em Toyota.

O adversário será o vencedor do confronto entre Al-Ahly, do Egito, e o Sanfrecce Hiroshima que venceu o australiano Auckland City por 1 a 0 na estréia já com a bola especial da Fifa, com chips e tudo mais. Eta ferro!

Torneio de mentirinha, cheio de casuísmo, pra beneficiar o Chelsea, da Inglaterra, e o Corinthians, os prováveis finalistas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.