terça-feira, 29 de janeiro de 2013

FIQUEM EM CASA E ACOMPANHEM CLÁSSICO PELA TEVÊ


Não sou maluco a ponto de convocar as torcidas de Atlético e Cruzeiro que compareçam ao Mineirão domingo.
 Primeiro, porque não caberia este mundo de gente lá dentro.
 Segundo, porque os corajosos que resolverem ir - conseguirem ingresso - que o façam sem meu incentivo.
Terceiro: correm grande risco de passarem por dissabores jamais ocorridos no velho Mineirão e que explodirão na cara de todo mundo no novo estádio, chamado de arena.
Por causa das cobranças de Fifa e na pressa de aparecer bem na fita nacional, o governo do professor Anast-azia botou o novo Mineirão pra receber a sua primeira partida sem nenhuma preparação extra.
Os torcedores estarão perdidos, em volta do estádio, acabado a toque de caixa pra fazer o dinheiro que o pessoal da tal Minas Arena quer recuperar.
A preparação desta festa que desperta a atenção do Brasil todo por causa do clássico e por ser o primeiro estádio da Copa entregue no País foi feita nas coxas.
Por isso, a FMF deixou pra em cima da hora a reunião que decidiu tudo a respeito do clássico; seria um fato normal se o Mineirão ainda fosse o velho estádio da ADEMG, autarquia acostumada a tocar tais eventos com um pé na frente e outro atrás.
Tiraram a ADEMG do filme, entrou a tal Minas Arena.
O que acontecerá daqui pra frente?
O torcedor foi ignorado na festa, apesar de ser o principal personagem. Fecharam-lhe as portas da sala de reuniões, pela primeira vez na história da entidade, em questões desta natureza.
A imprensa, que imagino ser porta-voz do torcedor,  ficou de fora.
De repente, ao se abrirem as portas as autoridades ditam normas estranhas, desconhecidas e esperam que o torcedor leigo as cumpra ao pé da letra no domingo.

Prevejo caos completo. Bagunça pura. Estresse total. Fiquem em casa, no conforto de sua sala e assistam ao clássico, sem qualquer problema pela televisão aberta.
Se lhes informarem que o jogo não será transmitido pela Globo, não acreditem. Vai sim.

A reunião decidiu a carga de ingressos e a venda antecipada. Carga significa o total de ingressos colocados à disposição. Nunca bate com os números finais, é de impressionar. Serão comercializados 51.655 ingressos divididos em partes iguais pras duas torcidas, a partir desta  quinta-feira.
O que me preocupa é que algumas decisões são tomadas no tapa. Por exemplo, avisaram que a torcida atleticana poderá adquirir ingresso no Mineirão e no Mercado das Flores, na avenida Afonso Pena.
Os promotores artísticos dos teatros que usam o Mercado das Flores protestam porque lá não há bilheterias suficientes pra ingressos de espetáculos e de futebol.
Quem tomou tal decisão sem ouvir outras partes? Teria sido o secretário Extraordinário da Copa do Mundo, Thiago Lacerda, filho do prefeito, após consultar o secretário de cultura da PBH.
 Pra fazer média com o filho do Homem, ele colocou o Mercado das Flores à disposição sem consultar o Sindicado dos Artistas.

Os cruzeirenses comprarão bilhetes no ginásio do clube no Barro Preto e na sede campestre. Os bilhetes também poderão ser comprados pelas duas torcidas por meio do site www.futebolcard.com, a partir das 8h de quinta-feira.

A Minas Arena venderá
7.313 ingressos, pelo site www.mineiraopremium.com.br. Os preços desses bilhetes corporativos serão R$130, R$150, R$180 e R$200, dependendo do setor escolhido.
Não haverá aqui separação entre cruzeirenses e atleticanos e a arrecadação destes setores será toda da concessionária.
A Polícia Militar prestou sua costumeira contribuição, vetando a venda de 1.890 lugares, sob alegação de que esses serão utilizados como espaço de separação das torcidas.
Mas por falta de gente na segurança o espetáculo não deixará de funcionar: dois mil profissionais serão envolvidos no esquema especial do clássico.
Internamente, haverá 494 policiais militares e 41 bombeiros, responsáveis por controlar 120 brigadistas. Outros 735 policias militares cuidarão da segurança externa, juntamente com 40 bombeiros.
Tem mais ainda: a tal Minas Arena colocará 676 seguranças privados, além de 378 pessoas para atendimento ao torcedor e 22 profissionais da área de saúde.
Já a Polícia Civil terá 36 pessoas trabalhando no clássico deste domingo.
Seria o bastante pra deixar-me tranquilo se esse pessoal estivesse devidamente preparado pra receber o ansioso público do novo estádio.
Tais números poderiam fazer com que eu acreditasse no sucesso. Ao contrário, vejo gente demais, com pouca informação, batendo cabeça.

Os preços dos  ingressos para os não sócios do Cruzeiro e para os atleticano são amargos. Aquela história que já contei aqui diversas vezes.
O futebol toma postura de esporte pra rico. O perfil do frequentador que interessa aos clubes e à tal Minas Arena é de um gastador apaixonado, acompanhado da mulher, filhos, sogra e papagaio, nunca deixando menos de mil reais por partida nas bilheterias do estádio.

Não é obrigação minha informar preços dos ingressos. Vou fazê-lo pra que você, meu leitor cativo, compreenda o motivo de minha crítica acima.
Superior Amarelo: R$ 60 - acesso pelo portão C (antigos portões 3 e 6)
Inferior Amarelo: R$ 90 - acesso pelo portão C (este setor não existia no antigo Mineirão)

Superior Laranja: R$ 60 - acesso pelo portão F (antigos portões 9 e 12)
Inferior Laranja: R$ 90 - acesso pelo portão F (este setor não existia no antigo Mineirão)
Superior Vermelho: R$ 80 - acesso pelos portões D e E (antigo portão 7A)
Inferior Vermelho: R$ 120 - acesso pelos portões D e E (este setor não existia no antigo Mineirão)
Superior Roxo: R$ 100 - acesso pelos portões A e B (antigos portões 1 e 14)
Inferior Roxo: R$ 120 - acesso pelos portões A e B (este setor não existia no antigo Mineirão)
Sócios do Futebol do Cruzeiro:
Quem for Sócio do Futebol Brasileiro, Libertadores e Tríplice Coroa tem acesso direto ao estádio sem a necessidade de comprar ingresso. Basta estar em dia e encostar o cartão na catraca do seu setor.
Modalidade Brasileiro: Setor Superior Amarelo - portão C
Modalidade Libertadores: Setor Superior Vermelho - portão D
Modalidade Tríplice Coroa: Setor Superior Roxo - portão B
Sócios do Futebol ‘Cruzeiro Sempre’:
(Estes torcedores já podem comprar seus bilhetes com 50% de desconto, no site do clube, desde a terça-feira)
- Sul Superior Amarelo: R$ 30
Acesso pelo portão C (mesmo setor do Sócio Brasileiro, atrás do gol)
- Leste Superior Vermelho: R$ 40
Acesso pelo portão D (mesmo setor do Sócio Libertadores, antiga ‘cadeira central’)
- Oeste Superior Roxo: R$ 50
Acesso pelo portão B (mesmo setor do Sócio Tríplice Coroa, antiga ‘cadeira especial’)
Preços dos ingressos vendidos pela Minas Arena:
Especial Leste: R$130
Especial Oeste: R$150
Vip: R$180
Vip superior: R$200
Preços dos camarotes:
18 pessoas - R$ 3.600,00
20 pessoas - R$ 4.000,00
45 pessoas - R$ 8.900,00
62 pessoas - R$ 11.900,00

Observação deste filho de Dona Geralda: guardou bem o valor de seu ingressos e como comprá-lo? Pois bem, depois guarde-o na memória e não se esqueça de acompanhar o mapa por onde deverá entrar. Aquela antiga boa boca do Mineirão acabou. Agora todos os ingressos são numerados. Se você torcedor vai respeitar a numeração é outro caso. Veremos na segunda-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.