quinta-feira, 24 de janeiro de 2013


Neymar foi desrespeitoso, diz Nunes: 'Pensei dez vezes. Eu ia quebrá-lo'

Lance em que atacante do Santos coloca as mãos na cintura e, em
seguida, tenta aplicar uma carretilha irrita atacante do Botafogo-SP

Por Cleber Akamine - Ribeirão Preto, SP - foto de Lucas Batista
Os dois lances que marcaram a atuação de Neymar na vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Botafogo-SP, na última quarta-feira, incomodaram Nunes. Vítima de um chapéu "inédito" o atacante não gostou da atitude do craque santista na jogada seguinte. Neymar parou na linha de fundo e colocou as mãos na cintura, à espera da chegada do adversário. O camisa 11 driblou o meia Alex e tentou dar uma carretilha no próprio Nunes.
Mesmo com o adversário errando a jogada, o centroavante da Pantera confessa que, por pouco, não perdeu a calma.
- Eu pensei dez vezes, ia quebrá-lo todo. No lance que ele ia tentar dar a carretilha, eu ia grudá-lo na tela. Uma coisa que eu não admito é falta de respeito, e Neymar estava faltando com respeito. Ele não precisa disso, não precisa fazer graça. Por isso, admiro o Ronaldinho Gaúcho e o Ronaldo Fenômeno. Sempre jogaram o futebol que jogaram sem menosprezar ninguém - declarou Nunes.
De acordo com o atacante botafoguense, Neymar tem estilos diferentes, que variam conforme o placar.
- Ele estava fazendo um pouco de graça depois que o resultado estava garantido. Quando estava 0 a 0, não estava fazendo aquilo. Mas é o Neymar. Não pode relar nele, não pode fazer falta que o juiz dá cartão - comentou Nunes.
Nunes não se mostra preocupado com a repercussão que seu ataque ao maior jogador brasileiro da atualidade pode ter.
- Estou falando o que penso. Eu não bati nele porque não é legal, tanto que deixei passar. Quem está fora acha que é bonito, que ele deu show.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.