quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

MUNDO DA BOLA CONDENA VIOLÊNCIA DE BRAGHIERI SOBRE RG-10


Se os protestos contra aquela violência cometida pelo zagueiro Braghieri, do Arsenal, no lance do pênalti que RG-10 chutou na trave ficassem apenas aqui no Brasil iriam dizer que é ódio contido de brasileiro contra argentino. 
Acontece que, não apenas a atuação do craque na goleada por 5 a 2 sobre o Arsenal, mas, também, a tesoura voadora que o zagueiro deu no atacante atleticano, mereceram manchetes e fotos em alguns dos principais jornais europeus.
The Telegraph, da Inglaterra, escreveu que "Ronaldinho sobrevive a lance de horror". Também o Dayly Mail destacou: " Ronaldinho foi vítima de uma das piores faltas de todos os tempos, em terrível voadora do zagueiro do Arsenal".
Na Espanha, o Marca classificou o lance como "Selvagem". O site português "A Bola" chamou a entrada de Braghieri de "criminosa". 
A maioria dos jornais de Buenos Aires destacou mais a atuação de Bernard e RG-10, sem valorizar o placar, por causa do tamanho do Arsenal, time de um bairro de Alvejaneda, na Grande Buenos.
Porém, um dos sites afirmou numa legenda da foto: "E Braghieri nem foi preso por isso".

Não tenho  a menor dúvida - e já manifestei esta opinião aqui na Trincheira - de que Marcelo Oliveira acabará no centro de um furacão terrível nessa indecisão pra escolher o meio-campo e o ataque do Cruzeiro. Tem gente demais! Isso em vez de ajudar atrapalha.
Quem será o centroavante? Borges ou Anselmo?  E o garoto Vinicius Araújo que tem feito gols em todos os jogos-treinos terá sua chance? E o tal de Ananias? Quem jogará pelo lado do campo: Dagoberto, Luan, o próprio Ananias? Tem o pessoal que está no DM e a meninada da base.
Houve algumas especulações sobre o aproveitamento da dupla Dagoberto e Borges neste sábado contra o Tombense, no Mineirão, à tarde. Porém, só especulação. Luan e Anselmo Ramon foram titulares e os dois outros treinaram apenas fisicamente. E Diego Souza, tá em forma ou não?  Aguardem o próximo capítulo, no Mineirão.

E não é que o Cruzeiro mal contratou Everton Ribeiro e já apareceu um clube russo interessado nele! Um tal de Terek Grosnky de Moscou ofereceu esta semana a bagatela de 4,5 milhões de euros pelo atacante, ou seja, quase R$ 12 milhões. Claro que o Cruzeiro dispensou. Em outros tempos, talvez...

Rodada interessante da Libertadores, que, além da goleada de 5 a 2 do Galo sobre o Arsenal, em Buenos Aires, teve o Fluminense batendo de virada o Huachipato, do Chile, lá nos Andes. O jogo válido pelo Grupo 8 estava mole pro tricolor e, de repente, engrossou com os chilenos marcando 1 a 0. Custou sair a virada.
Aconteceu graças à entrada de Vagner no lugar de Deco. O baixinho bom de bola Wellington Nem já havia empatado e Vagner, com 24 segundos em campo, marcou 2 a 1. Talismã puro esse menino! O Flu agora lidera o grupo com seis pontos.
O Boca Juniors que perdeu na estreia pro Toluca por 2 a 1 reagiu e derrotou o Barcelona, em Guaiaquil, também por 2 a 1. Esta não é uma boa nova: se o time de Carlos Bianchi reagir por completo passará pra lista dos grandes favoritos à conquista do título.

Sobre essa história de não colocar mais clássicos regionais como jogos finais do Brasileiro, o conterrâneo  Mário Sérgio Carraro, feliz da vida com o seu tricolor carioca na Libertadores, manda um comentário, uma correção e uma adição, segundo ele.

"Primeiro o comentário. Concordo com você (enfim, garoto!) que essa alteração não faz sentido, dado que nos dois últimos anos não tivemos o "relaxamento" de alguns times nas últimas rodadas. Segundo a correção. O Guarani não jogou com time reserva o último jogo do campeonato brasileiro de 2010 contra o Fluminense. Usaram o time titular".
" Finalmente, a adição. Realmente Palmeiras e São Paulo facilitaram os jogos para o Fluminense para prejudicar o Corinthians. Mas assim também o fizeram o Vasco (antepenúltima rodada), o Flamengo (penúltima rodada) e o Palmeiras (última rodada) que jogaram contra o Cruzeiro nas últimas rodadas daquele campeonato, com a intenção de prejudicar, respectivamente, Fluminense e Corinthians".
" Além disso, o Corinthians teve jogo facilitado contra o Vasco na penúltima rodada (que queria prejudicar o Flu) e ainda enfrentou o time RESERVA do Goiás na última rodada, nesse caso devido à participação do time goiano na final da Copa Sul-Americana. Importante lembrar isso, pois caso contrário fica parecendo que apenas o Fluminense teve jogo facilitado e não foi o caso!"
Resposta: este moço é uma enciclopédia nos assuntos referentes ao futebol e, especialmente, ao Fluminense. Grato pela participação, amigo Mário Sérgio.

Maria Efigênia Vieira, de Belo Horizonte, mandou mensagem de revolta: "Senhor Flávio, recebi seu blog através de amigo e acompanho agora. O que podemos fazer para por no estaleiro um locutor e um comentarista da Sportv daqui?
O  locutor é terrível, ruim demais, engole frases; sua locução só tem ponto final e depois segue o raciocínio. Coisa mais triste. O comentarista chama-se, parece-me, Leo, é de uma tristeza danada, dá sono, vontade de desligar a telinha. Fala só bobagem, querendo ser um doutor em comentários. Para este senhor, saber tudo é pouco. Não dá mais para aguentar isso,dona Globo. Que saudades do Silvio Luiz, do Sasso, etc."
Resposta:  Cara Maria Efigênia, se a senhora seguisse meu conselhos não teria este dissabor com o tal do "pagar-pra-ver". Caro e ruim.
A propósito de uma de minhas colunas onde cito o livro "Marighella", que li, gostei e recomendo, me chega a sempre deliciosa participação do amigo e jornalista Leopoldo José de Oliveira que toca rapidamente numa experiência, com meu saudoso conterrâneo Ary Franco, na cobertura de um assalto a banco, em BH, do qual Marighella teria participado. Porém, me chamou a atenção a segunda parte da mensagem, quando Leo fala de futebol. Quem diria!
"Como não tenho vivencia no campo de futebol ( coisa que você domina como ninguém) fico muito à vontade para observar e comentar alguma coisa sobre o ultimo jogo da seleção brasileira que viram aqui em casa;  onde todos, aliás quase todos , gostam de futebol. Não vi o jogo mas quando cheguei em casa minha mulher comentou que o Ronaldinho Gaucho tinha perdido um pênalti"
"Não levei adiante a história pois no meu entender perder ou não perder pênalti para mim não faz muita diferença. Outro dia, na casa de um amigo ( este sim fanático por futebol) por questão de  gentileza assisti com ele a reprise do tal jogo ( antigamente chamava se vídeo tape).Aí sim, comecei a comentar com todos que diziam que o Ronaldinho perdeu o pênalti". "Discordei. O goleiro é que foi eficiente defendeu com categoria.O futebol deixa as pessoas ( torcedores) tão fanáticas que não reconhecem o valor do goleiro que ganha para defender os pênaltis e todos os chutes que forem dados contra ele".
"Para mim, esse Ronaldinho que está dando uma lição de civilidade em Minas além de parecer um maestro dentro do campo de futebol;  agiu corretamente.Fez o que tinha de fazer; só que do outro lado o goleiro era competente e impediu o gol".
Desculpe me entrar na área( sem trocadilho) do futebol mas acho que a observação de quem não está fanatizado pelo esporte vale, principalmente para você que é um mestre como o Ronaldinho, nessa matéria".
Resposta: quem sabe, sabe, querido Léo. A Trincheira é uma casa aberta aos grandes jornalistas. Do passado, da atualidade e dos que virão a ser... Abraços e beijão no coração a todos da família.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

QUEM É CONTRA O FUTEBOL DESTE GALO?


Quiseram os deuses da bola redonda que aquele brucutu zagueiro argentino, Braghieri, não consolidasse seu ímpeto assassino. A perna direita de Ronaldinho Gaúcho hoje estaria gessada e, talvez, preparada pra melindrosa cirurgia. Qual seria o pecado de RG-10 pra receber tamanha violência? Nenhum.
Apenas fez a bola rolar docemente pelo bom gramado do pequeno estádio de Sarandi, deu passes milimétricos que redundaram em gols pra sua equipe e em momento algum esnobou o adversário.

Gaúcho ficou tão indignado com a falta de punição à violência - o brucutu não levou cartão vermelho e o juiz apenas marcou o pênalti existente - que transtornado cobrou o penal fora de suas características habituais. Soltou um torpedo que foi ao poste superior.
Seria uma punição contra a violência caso RG-10 tivesse mantido a cabeça no lugar naquele lance e cobrado com a maestria de sempre, estabelecendo uma goleada por 6 a 2 sobre os argentinos do Arsenal, em pleno estádio Júlio Grondona, em Alvejaneda, região metropolitana de Grande Buenos Aires.

O gol de pênalti cobrado por RG-10 não aconteceu, mas o futebol mostrado pelo time de Cuca foi além do esperado pela boa representação da Massa que invadiu a capital argentina. O placar de 5 a 2 não deixa dúvida quanto ao objetivo atleticano na Taça Libertadores das Américas.
A goleada histórica já faz parte de uma pesquisa a ser feita: algum time brasileiro chegou a fazer um placar tão forte sobre um time argentino no campo deles? Os pesquisadores caíram em campo.

Futebol agressivo, defensivo e compacto. Quem, ainda, duvida da qualidade deste time do Atlético?

O Galo viveu momentos diferentes  na partida. De cara, tomou tremendo susto com o Arsenal fazendo 1 a 0, gol do centroavante Furch, antes dos dois minutos. Se o coletivo desarvorou-se, entra o individual. RG-10 num passe magistral coloca Bernard na cara do gol pra empatar a partida, poucos minutos após.
Este empate não trouxe a tranquilidade esperada à equipe. A zaga aberta se oferecia aos contra-ataques argentinos; Cuca resolveu o problema fixando mais Pierre e adiantando os alas.
 Aos 27m, ainda forte na partida o Arsenal chegou a fazer outro gol com Furch, mas ele cometeu falta em Léo Silva e o árbitro uruguaio Martin Vasques anulou certo, sob protestos.
Pra sair da pressão, nada melhor do que um bom contra-ataque. Jô saiu da área, recebeu de RG-10, tocou de lado pra Donizete. No papel de meia, o volante chegou até perto da área e rolou pra dentro, onde chegava Diego Tardelli. Toque sutil e colocava o Galo em vantagem, além de marcar seu primeiro gol depois da volta. Galo, 2 a 1.

Marcos Rocha fechando mais por dentro ajudava na marcação de Aguirre. Júnior César abrindo pela esquerda, era um autêntico ponta. O terceiro gol surgiu num cruzamento dele, aos 35m, e gol de Jô. Galo 3 a 1. Aquela falta indefensável, chutada por Aguirre, aos 41m, no ângulo de Victor, botou lenha de novo no jogo. Primeiro tempo, Galo 3 a 2.
 O segundo tempo foi todo de Bernard.(foto) Aproveitou o passe de RG-10 e a bobeira da zaga por marcar 4 a 2 e fechou o placar pegando o rebote do goleiro: 5 a 2.Foi a primeira partida internacional de Bernard e ele estreia logo com três gols. Eta menino enfezado, sô!

Com o resultado, o Atlético-MG se isolou na liderança da chave, com seis pontos ganhos. O Arsenal, com duas derrotas, ainda não marcou nenhum e está na lanterna. Nesta quinta-feira, o São Paulo encara o The Strongest, da Bolívia, no Morumbi, em partida que fecha a rodada do Grupo 3. Se os bolivianos vencerem, também chegarão aos seis pontos. Qualquer outro resultado deixa o Galo sozinho em primeiro lugar.
Pela Libertadores, as duas equipes voltarão a campo apenas na próxima quinta-feira, dia 7 de março. O Arsenal pega o São Paulo, no Morumbi, às 19h15m (de Brasília), e o Atlético, às 21h30m, recebe o Strongest, no Independência. Pelo Campeonato Mineiro, no entanto, o Galo enfrenta o Guarani, neste domingo, às 16h, também no Independência.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

EM DEBATE: MINEIRÃO VALE A PENA OU NÃO?



Tenho colocado no centro de debates da Trincheira a questão do Mineirão. O que eu tinha de falar sobre os convênios, acordos, contratos por baixo da legalidade e tudo mais já falei. Então . Então vou pedir licença ao menino Chico Maia, cujo blog está lincado ao meu e vice-versa,  pra destacar apenas a conclusão do interessante estudo feito pelo professor de Direito do Pitágoras, Dr. Jarbas Lacerda, sobre o assunto Mineirão.
Todo seu estudo está reproduzido na íntegra no blog do Chico; quem se interessar é só ir lá no link dele e clicar. Leiam a conclusão a que chegou o aludido professor:

- Conclusão: os inúmeros dados que publiquei aqui foram confirmados em quase sua totalidade, exceção da cláusula de custo de utilização que foi alterada, mas que não mudou minha convicção sobre os altos custos de se jogar no Mineirão! Ontem até mesmo o sempre defensor Emanuel C. da @radioitatiaia foi categórico ao afirmar que com menos de 30.000 pagantes em média no Mineirão é prejuízo! Já sabíamos! A Minas Arena segue com suas benesses, parcelas mensais (11,4 milhões) e exploração dos clubes!
No RJ Flamengo e Fluminense já disseram não ao consórcio que vai administrar o Maracanã nas mesmas condições do Mineirão. Em Fortaleza o Ceará e o Fortaleza igualmente deram cartão vermelho para os altos custos da PPP. Eu tive acesso aos dados e alguns duvidaram e o contrato confirmou isso!
Muitos duvidaram por paixão de camisa e agora está tudo aí! Estou tranquilo por que tive acesso a dados que interessavam a todos e levantei a questão em defesa do torcedor e do futebol. O sócio torcedor não é renda e figura apenas como demonstrativo de arrecadação.
Mas alguns órgãos de imprensa insistem em superestimar os dados e manipular a informação: claro têm interesse! A verdade esta aí, sei que alguns poucos ainda vão insistir e se negar a enxergar!”

Tentem entender esta decisão. Dezenove dirigentes dos 20 disputantes da Série A - faltou a Portuguesa - reunidos na sede da CBF no Rio tomaram a decisão, em conjunto com a entidade, de não programar mais clássicos estaduais nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro.

A decisão não foi unânime, como sempre acontece no futebol tupiniquim. Cada qual quer furar o olho do outro: 11 a 8. Um dos motivos para a decisão foi o maior policiamento necessário para cobrir dois jogos simultâneos na mesma cidade.

O modelo com clássicos na reta final foi instituído pela CBF em 2011 para evitar que os jogos das últimas duas rodadas percam emoção quando um clube se tornar campeão antecipadamente. Além disso, evitar que uma equipe sem ambições no fim do torneio não leve a sério um jogo contra um postulante ao título ou a uma vaga na Libertadores.
  
Tais episódios aconteciam com frequência, como em 2009 e 2010. Com o Flamengo dependia de uma vitória sobre o Grêmio na última rodada, em 2009, e  o time gaúcho escalou  reservas pro jogo no Maracanã. Se o Grêmio ao menos empatasse aquele jogo, o campeão seria o arquirrival Internacional. O Flamengo suou muito, mas venceu por 2 a 1, de virada, e ficou com a taça.
No ano seguinte, o Fluminense, que disputava o título ponto a ponto com o Corinthians, enfrentou e venceu nas últimas rodadas, fora de casa, os desinteressados Palmeiras e São Paulo. O derradeiro rival foi o já rebaixado Guarani, que mandou a campo um time de reservas. A vitória do Flu foi muito difícil, por 1 a 0, e valeu o título.
Pelo que concluiu minha vã inteligência, os clubes querem voltar a este esquema de marmeladas e de prejudicar os arquirrivais estaduais. No caso do nosso quintal, vale lembrar que Cruzeiro e Atlético fizeram partidas sensacionais na última rodada de dois brasileiros seguidos. Nada os tirou da linha de pensamento que o importante seria vencer aquele clássico, independentemente de favorecer ou prejudicar outro adversário.

Aparício e falastrão, ainda que bom de bola pacas, o lateral Daniel Alves aprontou baita confusão em Barcelona numa entrevista ao jornal Mundo Deportivo na qual deu a entender que Neymar já seja jogador contratado pelo seu clube. O jornal com base nessas declarações informou que o clube catalão teria antecipado o pagamento de 10 milhões de euros ( R$ 26 milhões) como garantia de negócio.
Disse Daniel Alves: " Ele sabe o que está acontecendo, o acordo que tem, que é vir mais pra frente, mas se eu fosse ele, pra chegar bem à Copa do Mundo (de 2014, que será disputada no Brasil), da qual é nossa esperança, viria agora porque melhoraria muito seu jogo taticamente. Além disso, viria pra uma equipe que se adapta muito bem às suas qualidades.

Toda manobra jurídica de embromação que os advogados dos 12 torcedores corintianos presos em Oruro, na Bolívia, vai dar em nada. Vão continuar detidos até que seja julgado o recurso de apelação contra a prisão preventiva deles. O remédio tentando no Brasil, pra trocar um menor daqui com os detidos lá morreu na frente da decisão da Promotoria local.
Isso porque a fiscal de investigação (equivalente à promotora) Abigail Saba não pretende mudar sua linha de trabalho depois da confissão, no Brasil, do menor H. A. M., que teria sido o responsável pelo disparo que matou Kevin Douglas Beltrán Espada, de 14 anos, na Bolívia. 
Pelo contrário: ela pretende  mudar o inquérito e incluir um 13º indiciado que seria o menor que confessou o crime.
Além disso, tão logo tenha em mãos a confissão do menor, Abigail pretende indiciar, também, os demais como cúmplices da fuga do menor. Piorou a situação do  pessoal preso nas celas imundas e pequenas de Oruro.

Fim da Taça BH de Futebol Júnior: não acredito que a taça permanecerá viva e pujante depois do afastamento por questões de saúde de seu criador e mantenedor, meu amigo Chafith Felipe. É de se lamentar. Participei ao lado dele durante vários anos da organização da competição e sei a trabalheira que dá. Chafith percorria com seus carros vários quilometros. Primeiro em busca de sedes patrocinadoras e depois na administração do torneio. Tudo terminava sempre bem.

domingo, 24 de fevereiro de 2013

GALO TERÁ FORÇA MÁXIMA CONTRA ARSENAL EM SARANDI


As declarações do treinador Gustavo Alfaro, do Arsenal, considerando o Atlético um dos favoritos ao título da Libertadores este ano não me soaram falsas, nem dissimuladas ou hipócritas.  Tudo bem que ele, Alfaro, esteja na contramão do pensamento da mídia nacional que só admite favoritismo nas equipes brasileiras do eixo Rio/São Paulo.
Na prateleira de cima estão Fluminense e Corinthians; na intermediária, o Grêmio, pela fortuna que gastou em contratações; abaixo o Atlético, e, por fim, o Palmeiras.
Por isso, ele dividiu a razão no meio: "ficamos num grupo muito forte, com dois brasileiros(um deles paulista) que têm chances de ganhar a Copa".
Alfaro destaca a importância deste jogo em casa, no Estádio Viaducto, em Sarandi, como fundamental na busca do Arsenal por uma das vagas do Grupo 3 na briga contra Atlético, São Paulo e a altitude de La Paz, terra do The Strongest. Seu Arsenal terá que fazer a diferença em casa diante dos três adversários a começar na partida desta terça-feira.

Outro fator que conta e que no acompanhamento feito pelo treinador argentino, o Atlético tem um time pronto e o reforçou com a alteração tática provocada pela escalação de Diego Tardelli. O quarteto ofensivo de Cuca se movimenta bastante e exige marcação atenta, segundo ele. Ronaldinho Gaúcho será vigiado de perto, mas nem por isso deixará que seus defensores se descuidem de Bernard

Talvez esteja nesse ponto de raciocínio de Alfaro toda a lógica de Cuca na manutenção de uma equipe ofensiva. Quando se põe o treinador adversário a pensar numa forma de jogar que neutralize a força do outro lado já se percorre bom trecho da vitória. Por que? Porque o adversário deixa de pensar em suas próprias forças por recear as do outro lado.
Enquanto Cuca não tem nenhum problema pra pensar, nem com a responsabilidade de fazer uma vitória em casa, pois é visitante, Alfaro tem coisa demais pra pensar. Inclusive nos desfalques de Perez - zagueiro - e Zelaya - atacante. Ainda depende do zagueiro Braghieri e do meia Nico Aguirre pra escalar sua equipe.
Tá do jeito que o Galo gosta!

O jeitinho bem brasileiro dos bandidos resolverem a questão de latrocínio aqui no País será utilizado pelos advogados dos detidos em Oruro. Arrumaram um bode expiatório na torcida Gaviões da Fiel, menor de 17 anos, que já se encontra em solo tupiniquim,  pra se dizer responsável pelo rojão que furou o crânio do torcedor boliviano.
A confissão do rapaz será encaminhada à Polícia Federal Boliviana pra fazer parte do inquérito contra os 12 torcedores detidos numa Penitenciária de La Paz.
Se o barro colar na parede, os vândalos voltam já pro Brasil.
E aí os pais do garoto Kevin vão remoer sua saudade eterna como tantas outras famílias ainda remoem aqui no Brasil.

Dor fingida e de ocasião. A partida entre Bragantino e Corinthians foi precedida por um minuto de silêncio, com os jogadores dos dois times posicionados no círculo central. Até aí tudo bem, pois entendi a dor dos atletas. Na arquibancada, uma faixa com os dizeres “Kevin, fica em paz” era exibida na região onde estava a Gaviões da Fiel. Pura hipocrisia.

Pelé puxou as orelhas de Neymar com a autoridade que lhe compete como o maior jogador de todos os tempos no futebol mundial. E nunca botou piercing no nariz, brincos nas orelhas, nem pintou ou cortou seu cabelo de outro jeito. Sempre teve aquele topetinho, sua marca registrada.
São outros tempos, claro. Neymar é o resultado disso aí e vive dentro de sua época. Rapaz da moda.
Porém, o Rei do Futebol apenas o alertou que tal conduta o tem desviado do caminho do sucesso que deve percorrer, mas no gramado. Além das atitudes estranhas que chamam a atenção sobre sua pessoa, como querem os patrocinadores, Neymar tem praticado atos de hostilidades que perturbam suas atuações.
Pelé nunca foi anjo no gramado, foi várias vezes expulsos,  mas por outros motivos. Nunca por tentar desmoralizar os marcadores com dribles desnecessários.

O torcedor do América que vaiou o time após a vitória (1 a 0) sobre a Caldense, no Independência, cometeu grande desserviço. Se não consegue conviver com a nova realidade do time que não compareça ao estádio. Vista o seu velho e surrado pijama de listras e fique em casa, vendo pela tevê. Vaiar o time em formação e deixar de aplaudir a boa contratação de Claudinei, por exemplo, o melhor na partida de domingo.

Deu pra lamber os beiços de satisfação, como dizia meu avô Juvenal diante de uma feijoada completa. Quase 10 mil pessoas tomaram de assalto as limitadas dependências do novo estádio municipal de Ibirité, na Grande BH - mais duas mil ficaram de fora, em acesso - pra ver a meninada do Cruzeiro contra o Grêmio Morro Alto, de Vespaziano, campeão da Copa Itatiaia.
Quem esteve lá e no jogo-treino da manhã na Toca da Raposa, entre os titulares e o Progresso de Angola (4 a 0, Cruzeiro) gostou mais do jogo de Ibirité. Teve mais emoção e grandes atuações individuais como de Lucas Silva, Elber, Alisson e o goleador Vinicius Araújo, autor de três gols da goleada por 4 a 1.  Destaque, também, para o zagueiro Wallace.

A festa foi preparada pra receber David Beckham no Paris Saint-Germain. mas como sempre acontece nessas histórias dois intrujões brasileiros avacalharam tudo: Ronaldo Fenômeno e Lucas. Ronaldo entrou no gramado sob intenso aplauso pra receber no centro do campo, no estádio Parc des Princes, uma homenagem do PSG e deu o pontapé inicial.
Lucas foi o responsável pelo primeiro gol da vitória de 2 a 0 sobre o Olympique de Marselha, pela 26ª rodada do Campeonato Francês. Qualquer árbitro daria o gol pra Lucas que chutou a bola em direção à meta e ela resvalou num zagueiro e enganou o goleiro. Seria o primeiro gol do ex-sãopaulino, mas o soprador de apito consignou gol contra do zagueiro.

O Boa Esporte fez uma proposta, através do advogado do Bruno, pra que ele dispute o Campeonato Mineiro e o Brasileiro da Segunda Divisão. Trata-se de uma jogada de marketing com repercussão nacional, ou, talvez, de uma manobra jurídica que poderia ajudar na saída do ex-goleiro do Atlético, Corinthians e Flamengo da prisão.
Bruno tá preso preventivamente sob acusação de morte da ex-amante Eliza Samúdio, em 2010. Sequer foi julgado, porém seu advogado Tiago Leonoir entende que a proposta de um clube profissional poderia fundamentar bem seu pedido de habeas-corpus já negado várias vezes no STF (Supremo Tribunal Federal).
Seu julgamento e de sua ex-mulher, Dayane Rodrigues está marcado pro dia 4 de março. Ele deveria ter ido a júri popular em novembro, mas usou de diversas manobras jurídicas, conseguindo o desmembramento do julgamento. Bruno encontra-se recolhido no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem. Errei ao chamar a penitenciária de Complexo Esportivo - Imaginem! - na coluna anterior. Me desculpem.






BOA ESPORTE FAZ PROPOSTA PRA TIRAR BRUNO DA PRISÃO


O Boa Esporte fez uma proposta, através do advogado do Bruno, pra que ele dispute o Campeonato Mineiro e o Brasileiro da Segunda Divisão. Trata-se de uma jogada de marketing com repercussão nacional, ou, talvez, de uma manobra jurídica que poderia ajudar na saída do ex-goleiro do Atlético, Corinthians e Flamengo da prisão.

Bruno tá preso preventivamente sob acusação de morte da ex-amante Eliza Samúdio, em 2010. Sequer foi julgado, porém seu advogado Tiago Leonoir entende que a proposta de um clube profissional poderia fundamentar bem seu pedido de habeas-corpus já negado várias vezes no STF (Supremo Tribunal Federal).

Seu julgamento e de sua ex-mulher, Dayane Rodrigues está marcado pro dia 4 de março. Ele deveria ter ido a júri popular em novembro, mas usou de diversas manobras jurídicas, conseguindo o desmembramento do julgamento. Bruno encontra-se recolhido no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem.

Outro dia, no programa Rádio Vivo, do meu amigo José Lino Souza Barros, - no qual time o prazer de rever Kleyton Borges - deixei a plateia do estúdio admirada pela quantidade de medicamentos que tomo diariamente, por causa da diabetes, safenas, gastrite, ansiedade, etc.  De passagem, falei, também, do tratamento que tenho feito com o doutor Romero de Castro Vieira, jovem neurologista, um bom achado que tive nessas caminhadas por consultórios vários. Além de competente no que faz, Dr. Romero tem aquela empatia que a gente só encontrava nos antigos médicos da família no interior.

Outro achado que tive é o tratamento especial que Dr. Romero introduz em Belo Horizonte. mas isso, vou deixar pra ele mesmo descrever: "após estagiar no departamento de neuropsiquiatria da Usp, trouxe pra Belo Horizonte, no meu consultório, um grande avanço no tratamento dos quadros de ansiedade, depressão e dor crônica – fibromialgia".
-Trata-se de um aparelho de neuroestimulação magnética transcrania, tecnologia revolucionária que nos permite estimular partes do cérebro humano através de ondas eletromagnéticas precisamente direcionadas".
- O método não emprega eletricidade sobre o cabeça, é seguro e realizado confortavelmente com paciente acordado, sem dor e sem internação hospitalar".
-Inauguramos um novo marco no tratamento da ansiedade, depressão e fibromialgia, o ponto em que o cérebro pode ser estimulado em áreas relacionadas a cada uma destas doenças.
Trata-se de técnica testada e ratificada por múltiplos centros no mundo e reconhecidamente efetiva no tratamento da depressão".
-Aprovada nos EUA, através da agência regulatória FDA – Food and Drug Administration e reconhecida no Brasil pelo Conselho Federal de Medicina como ato médico.
-Dispomos agora de instrumento capaz de ajudar o tratamento medicamentoso, melhorando a eficiência do mesmo e em muitos casos diminuindo doses de remédios e efeitos adversos relacionados a ingestão dos mesmos. Isto é muito importante para tratarmos cada vez mais e melhor nossos pacientes. Vamos trabalhar incansavelmente para reduzir o sofrimento destes pacientes.
Disponibilizei vídeo educativo em meu site www.romerodecastro.com.br."
Estou na metade do tratamento e  posso avaliá-lo, por enquanto, positivamente. O importante é que o tratamento se faz com o acompanhamento direto do Dr. Romero, é seguro e sem efeitos colaterais. Entre no seu site acima citado e procure maiores informações, ou como manter contato com o Dr. Romero de Castro Vieira. 

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

COMENBOL AFASTA FIEL DOS JOGOS DA LIBERTADORES

Conforme já havia me manifestado a respeito da punição ao Corinthians pelos incidentes de Oruro, olhando o lado dos atletas e da Comissão Técnica que não tiveram a menor culpa em cartório, penso que a Comenbol teve uma decisão salomônica pro caso. Apenou tão somente a  torcida, afastando-a dos jogos do Timão, que terá de jogar com portões fechados em São Paulo e não terá ingresso garantido nos confrontos fora do País.

Direis: o clube, segundo o regulamento, também é culpado. E nesta sentença da Comenbol não deixou de levar sua paulada. O Corinthians tem um grande número de ingressos vendidos antecipadamente para seus jogos no Pacaembu e terá que devolver o dinheiro.

O Clube promete contestar até o fim a decisão de forçar o time a jogar com portões fechados suas partidas da Taça Libertadores, além de não ter torcedores lá. Bandos de Loucos, como os locutores globais adoram rotular os torcedores da Gavião da Fiel. E pra provocarem a confusão igual só mesmo um bando de malucos.

A diretoria alvinegra nem pensa em jogar contra o Milionários,da Colômbia, na próxima quarta-feira, no Pacaembu. Os ingressos estão todos praticamente vendidos.

- Só trabalhamos com a hipótese de jogar com torcida, acreditamos na Justiça. A defesa está sendo preparada e será enviada ainda hoje (sexta-feira). Seguramente o tribunal da Conmebol irá analisar a defesa em caráter de urgência até segunda-feira - disse Sérgio Alvarenga, assessor da presidência e ex-diretor jurídico do clube.

 


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

UMA CADEIA CHEIA DE " INOCENTES"


Corintianos presos na Bolívia se dizem inocentes: 'Não foi nenhum daqui'

Texto de Diego Ribeiro - Oruro, Bolívia
Foto de Ricardo Tavares

Os 12 torcedores do Corinthians presos divididem uma cela de 12 metros quadrados e apenas um banheiro nos fundos da "Fuerza Especial de Lucha Contra el Crimen" (Força Especial de Luta Contra o Crime), no centro da cidade boliviana. À noite, eles foram indiciados por homicídio e transferidos para um centro de detenção provisória, onde irão aguardar o julgamento.
Pela manhã, após autorização da fiscal investigativa Abigail Saba, a reportagem do GLOBOESPORTE.COM teve acesso ao local onde o grupo estava detido e conversou com os corintianos.
Foram dois contatos. No primeiro, eles não quiseram tirar fotos e nem se identificar. Em seguida, na presença do blogueiro do Timão do GLOBOESPORTE.COM, Ricardo Taves, eles se soltaram e aceitaram, inclusive, ser filmados. Tadeu Macedo Andrade, de 30 anos, foi o porta-voz do grupo. Ele reiterou que nenhum dos detidos atirou o sinalizador. No entanto, não soube identificar quem teria sido o autor do disparo que matou o garoto.
- Estamos aqui de bodes expiatórios. Não foi nenhum daqui. Todo mundo sabe, a justiça, a polícia, que não foi a gente (quem atirou o sinalizador). Não sei afirmar quem foi - disse.
Tadeu explicou que o grupo está sem alimento e água. Além disso, reclama que não puderam tomar banho e que estão se alimentando graças a apoio de amigos.
- Falta chuveiro, água, mas estamos bem. Conseguimos um advogado aqui. Falar para nossas famílias que, cedo ou tarde, vamos sair daqui, porque somos inocentes
Um a um, os corintianos estão prestando depoimentos a respeito da morte do garoto Kevin Douglas, de 14 anos, atingido por uma cápsula que, de acordo com a polícia boliviana, partiu de um sinalizador aceso pela torcida visitante em Oruro.
- Chegamos ao estádio cerca de meia hora antes do jogo, fizemos nossa festa e estávamos na batucada (com a bateria). Foi um acidente, logo depois do gol do Corinthians. Levantamos o bandeirão e aquilo disparourelatou.
- Fomos escolhidos aleatoriamente pela polícia completou outro preso.
O grupo está apreensivo com possíveis retaliações de torcedores bolivianos. Durante a manhã, porém, o clima foi de tranquilidade – na medida do possível – na sede da delegacia.

MORTE DE TORCEDOR BOLIVIANO PODE TIRAR CORINTHIANS DA COPA


Tudo bem que esteja no regulamento da competição e que no mundo inteiro o clube seja responsável pelos atos dos seus torcedores. Porém, punir o Corinthians com a eliminação na Copa Libertadores é punir, principalmente, jogadores e Comissão Técnica que não têm nenhuma responsabilidade e nem participaram do ato criminoso em Oruro, na Bolívia, que culminou com a morte de um torcedor de apenas 14 anos.
Fatalidade que nada! O ato de esconder rojões entre as bandeiras e entrar com eles no estádio é criminoso, ainda que na Bolívia o uso deles não seja proibido. É como dirigir embriagado: o motorista sabe que corre sérios riscos de cometer fatal ato criminoso, no entanto pega o volante e sai desembestado pelas ruas ou estradas. Se matar alguém, perante a lei, não teve intenção.
No caso de Oruro, o torcedor criminoso ao acender aquela porcaria, mirá-la ou não em direção à torcida adversária, sabia que poderia provocar algo mais sério. No entanto, cometeu atirou e matou. Tem que levar cadeia. Bom que se alerte aos futuros criminosos que atos como esse, cometidos lá fora, são julgados pelas leis do país visitado.
E lá não tem essa história de jeitinho brasileiro, filhinho de papai, etc. Foi um crime de um visitante contra alguém de casa. Imaginem como o pau come nessa altura nas costas dos 12 torcedores detidos como suspeitos.

De acordo com nova regulamentação da Conmebol, o Corinthians pode ser até excluído do torneio caso seja comprovado o envolvimento de seus torcedores na confusão no estádio Jesús Bermudez. O que está mais que comprovado. De acordo com a polícia local, o sinalizador que matou o garoto teria partido da área destinada aos corintianos.
Na entrevista coletiva o técnico Tite, tremendo vaselina, falou menos de um minuto. Disse apenas que trocaria o seu título de bi mundial pela vida do garoto. Declaração além de óbvia destemperada, porque comprova o quanto vale uma vida humana atualmente neste nosso País.
Na concepção de Tite até subiu de preço: um título do futebol pela vida de alguém.
Após a porta arrombada, a polícia boliviana botou a tramela, ou taramela como queiram. Apreendeu os rojões encontrados entre as bandeiras. Sabem qual torcida estava lá: a Gaviões da Fiel.

Kevin Douglas,(foto) o jovem atingido pelo sinalizador, era apaixonado pelo San José.  Residente em Cochabamba, Kevin Douglas Beltran Espada mostrava, em sua página no Facebook, que adorava futebol.
Já  existe historicamente uma prévia indisposição contra o Brasil na Bolívia. Depois de carregarem o corpo do jovem morto, a torcida hostilizou os brasileiros com os gritos de "assassinos, assassinos". Os ocupantes do banco de reservas do Corinthians tiveram que se esconder nos vestiários, protegidos pela polícia local.

No campo de jogo, o futebol surpreendeu outra vez: o Fluminense, campeão brasileiro, e favorito na partida, em razão de sua vitória na estreia diante do Caracas (1 a 0), como visitante, e da derrota do Grêmio, em Porto Alegre, pro Huachipato, tomou um passeio do time gaúcho no Engenhão e a derrota por 3 a 0, com direito a gol impedido - o segundo - e tudo mais.


A maior surpresa, no entanto, também no Grupo 8, foi a vitória do Caracas por 3 a l, em cima do Huachipato, na casa do adversário.  Tal resultado, junto com o do Rio de Janeiro, embolou todo grupo. Todos os times estão com três pontos.
Resultado, também, inesperado: o Nacional fez 3 a 2 no Toluca, lá no México. O Toluca surpreendeu o Boca Juniors, na Bombonera, na primeira rodada, com uma virada de 2 a 1.  No Grupo 4 o Penarol tem 100% de aproveitamento com a vitória por 1 a 0 sobre o Emelec. O Velez Sarsfield goleou, na Argentina, o Deportes Iquique por 3 a 0.
O mexicano Tijuana, que disputa pela primeira vez a Libertadores, ganhou do Milionários, em Bogotá, por 1 a 0. Neste grupo está o fatídico jogo empatado (1 a 1) entre San José e Corinthians. 

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

TV ENTREGA LÉO AO TJD E ELE PEGA DOIS JOGOS DE SUSPENSÃO


Sem mergulhar na questão maior: a pena imposta pelo TJD  a Léo Silva, após a desclassificação do artigo inicial de agressão pro de hostilidade, foi pequena no entendimento parcial de outros, prefiro usar o julgamento do atleta, de novo, como alerta. 
Aqueles que não aprenderam a conviver com os "espiões" eletrônicos das tevês que o façam de imediato. Os nervosinhos dos tapas, chutes por baixo no bolo e cotoveladas nas bolas altas entendam que são vigiados e serão punidos. Aqui, no interior, na Libertadores, no Brasileiro e em qualquer estádio.
Léo Silva escapou dessa vez de uma punição maior, porém não escapará na reincidência. Nem aqueles blindados pela imprensa esportiva, como o temperamental e atrevido Neymar, não estarão livres da mão pesada da justiça esportiva.
Heheheheheheh! Direis: você me lembra a Velhinha de Taubaté, macróbia senhora criada pelo gênio de Sérgio Porto (Stanislaw Ponte Preta) e que acreditava em todos os factoides produzidos pela Redentora( como ela própria intitulava a quartelada de 31 de março). Com certeza, trilhei no mesmo caminho.
É que quero sossego, crer em tudo, e ficar aqui na varanda, degustando uma garrafa de Campo Castilho, vinho tinto de mesa fino seco, graduação temperada em 13,5%,  dos vinhedos da Costa norte da serra de Moncayo. noroeste da Espanha, predominantemente de uva Garnacha. 
Me desculpem, mas não resisto à tentação: excelente vinho pra qualquer tipo de carne. Como não gosto de queijo, a não ser o Canastra no sanduíche e o Frescal, no café da manhã, o meu vinho desce com nacos de carne de jacaré, legalmente adquirida num restaurante na 262, entre Rio Casca e Monlevade, na volta de Caratinga.
Por causa disso, desse meu momento de paz, aceito a punição de Léo Silva, sem compará-la com a de Roger, em sua época de Cruzeiro e que levou quatro jogos. Meu xará Flávio Carvalho no nosso programa Jogada de Classe, taxou a suspensão própria de um tribunal comprometido e que se fosse atleta do Araxá, por exemplo, a punição seria maior.  Nada disso, xará, numa boa!


Confesso que me considero um pela-saco. Daquele tipo que não concorda com quase nada. Mas pô, aqui na crônica mineira existe gente mais chata do que eu. Por exemplo, o amistoso Brasil x Chile programado pro Mineirão, dia 24 de abril, não é nenhuma brastemp, concordo. Porém chamar nossa Seleção de time B, porque não terá as estrelas europeias é uma baita sacanagem. Queiram, ou não, os bocas azedas, o principal jogador da Seleção, assim rotulado por eles próprios, estará aqui, a não ser que aconteça qualquer anormalidade. O Brasil terá que usar o pessoal da casa porque a data não é da Fifa.
Só não concordo com o contido na informação de que o Brasil jogaria inicialmente dia 9 de junho contra a França, em Belo Horizonte, mas questões políticas transferiram o jogo pra Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Uai, nosso estado não é tido como o berço do cotado próximo presidente Aécio Neves?  Ou a presidenta Dilma, candidata à reeleição, ganhou o jogo de braço com ele e conseguiu trocar o Mineirão pela Arena?

Que não se abatam o governador Anast-azia, candidato a Senador, nem o menino Aécinho. Usem a troca pra atacar a adversária, caso ela tenha, realmente, alguma influência na troca de local. Afinal, ela não é mineira?
Se for de seu interesse,meus Bons,, o calendário da Seleção prevê amistosos contra a Itália, dia 22, em Genebra e dia 25, em Londres, contra a Rússia. No dia dois de junho, Brasil e Inglaterra se enfrentam outra vez, agora na reinauguração do Maracanã. Será?


Vejam bem: as obras da reforma do Maracanã estão pra lá de atrasadas. A complicar agora a greve dos operários do consórcio que exigem 15% de aumento e os patrões ofereceram 8%. Mesmo que os peões tenham voltado nesta quarta-feira, o prazo de entrega  pra Copa das Confederações corre sérios riscos.
O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada Intermunicipal do Rio de Janeiro (Sintraicp), que congrega os operários envolvidos na obra do Maracanã, joga duro com o consórcio desde o início. Está na dele. Se os "homens" não aceitarem as exigências, o Maracanã ficará fora da Copa das Confederações.

A Copa das Confederações será disputada no período de 15 a 30 de junho, sem direito a adiamento, afinal não se trata de campeonatos fuleiros promovidos pelas federações estaduais. O Maracanã receberá a final e mais dois outros jogos da competição.
O problema não é de agora. Desde o início da reforma, no segundo semestre de 2010, o Maracanã sofre sucessivos atrasos no cronograma. Na época, a inauguração foi prometida pra dezembro de 2012.
No entanto, mudanças e adaptações no projeto levaram à alteração da entrega, definida por último para abril. O primeiro evento-teste está marcado pro dia 24 do mesmo mês. O segundo será em 8 de maio. A Fifa assumirá a gestão do estádio em 24 de maio.

Hei, vocês esperam o quê pra comprar antecipadamente, por uma grana alta, seus ingressos pra Copa das Confederações?  Olhaí: dois dos três jogos do torneio programados pra Beagá do doutor Lacerda ainda têm ingressos disponíveis nas quatro categorias que a Fifa disponibilizou pros mortais comuns.
Já entrou no site www.fifa.com/ingressos? Caras, lá vocês terão as opções de escolha: Taiti x Nigéria, dia 17 de junho, ou Japão x México, dia 22.  Que espetáculos dignos do preço! Todavia, pra partida mais esperada, dia 26 de junho, que pode ser do Brasil, só há disponibilidade pra usuários de cadeiras de roda, ou pessoas com mobilidade reduzida ou obesas. Tá no filme?
Segundo informa o site da Fifa, isso não significa que o torcedor deva desistir de assistir ao último jogo da Copa das Confederações’2013 na capital mineira.
Há baixo interesse dos portadores de necessidades especiais no evento, por isso a Fifa definiu que o estoque restante será repassado à comercialização tradicional a partir de 15 de abril, quando se inicia a venda de última hora.
Tá no site, também, o balanço das vendas: mais de 51 mil ingressos foram comercializados apenas nas primeiras 48 horas. Os jogos mais procurados até agora, segundo a organizadora, são México x Itália (Rio de Janeiro), Itália x Japão (Recife) e Espanha x Taiti (Rio de Janeiro). 

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

EM DISCUSSÃO A LEI ESPORTIVA BRASILEIRA


 José Antônio  Mendes de Souza e Silva, de BH, coloca na mesa um assunto bom pra ser debatido aqui na Trincheira.  A memória dele é excelente visto que muita gente já se esqueceu do fato. Escreveu José Antônio:
-No dia 18 de abril de 2004, o Cruzeiro perdeu para o Atlético de 1 x 0 e conquistou o Bi campeonato mineiro de 2004; pois mesmo perdendo, ganhou o primeiro jogo de 3 x 1. Tenho certeza que você se lembra das cenas lamentáveis no final do jogo entre o Chris, zagueiro do Cruzeiro e o Eduardo, goleiro do Atlético. 
Os dois foram julgados e levaram seis meses de suspensão. O Eduardo, cumpriu os seis meses; mas, o Chris se mandou para a França e não cumpriu a suspensão. Perguntas: Ele foi anistiado?  Houve prescrição da suspensão?
Me lembro que à época foi noticiado que quando ele retornasse ao Brasil, como jogador teria que cumprir a suspensão. Para minha surpresa semana passada estava em S.Paulo e ao ligar a TV, vi o Chris defendendo o Grêmio na Libertadores. Se ELE não foi anistiado .Não teria que cumprir o gancho?
Resposta: Aí é que está, José Antônio. Aos amigos os favores da lei, aos inimigos a lei. Este é o Brasil brasileiro, terra do coqueiro que dá coco. Deixo a pergunta, que não sei responder e suas consequências nefastas às respostas do puristas legisladores.
João Batista, da TVH, quer diz que  com tanta gente contratada no Cruzeiro, vai ficar difícil o Marcelo Oliveira cumprir a sua fama de valorizar a base.  Se Elber e Lucas Silva, não estão sendo relacionado neste mineiro, vão ser quando?
Acho que o Marcelo tem o dever de colocar os garotos para jogar no Mineiro, para ganharem gordura de autoconfiança, pois quando chegarem compentições importantes como Copa do Brasil, Brasileirão, sulamericana, o elenco tem que estar bem entrosado e a garotada tem que estar lá dentro. O Cruzeiro precisa fazer dinheiro com estes meninos, claro, depois que fizerem boas competições como titulares do Cruzeiro. Um osso que o Marcelo vai ter que saber enroscar ou desenroscar, não é?
Resposta: Já perdi a fé nesses caras todos, João. Eles são uma coisa quando treinam a base e quando estão pra serem contratados. Depois, viram tudo farinha do mesmo saco. Se o fubá é pouco meu pirão primeiro.

Meu caro amigo, aqui quem escreve é Jair Pereira, por duas vezes treinei o Atlético Mineiro e fui Campeão em 89 e 91. Em 92 ,treinei o Cruzeiro sendo campeão Mineiro e da Super Copa; treinei também o América Mineiro com muito orgulho.
Este foi o lado bom da minha passagem como treinador em Minas Gerais e os amigos que fiz durante o tempo que trabalhei por aí. O lado ruim foi uma passagem rápida pelo Cruzeiro. Eu cheguei pela manhã em Belo Horizonte para assumir o cargo de técnico no Cruzeiro, mas de tarde recebi uma proposta excelente do Atlético de Madrid, como ainda não tinha acertado o contrato com o Cruzeiro e meu sonho sempre foi treinar uma equipe na Europa, aceitei e comuniquei aos dirigentes do Cruzeiro.
A imprensa não aceitou bem e nunca mais tive oportunidade de treinar uma equipe de Belo Horizonte. Se você analisar o meu trabalho nos três clubes, vai chegar a conclusão, que o lado positivo é muito maior que o negativo, pois fui 3 vezes Campeão Mineiro e Bi Campeão da Super Copa.
Leio sempre seus comentários e tenho você no rol de amigos.
Resposta - Caro Jair, obrigado pela atenção. Registro sua mensagem e a deixo à análise dos dirigentes mineiros. Bagagem você tem de sobra.
Gegê Angelino - BH "Meu preclaro caratinguense amigo das letras.  O Coelho tá querendo voltar à segundona;, não toma jeito mesmo. Pobre nação americana.
Este sujeito que passou a perna no Poços de Caldas deveria estar num Ceresp qualquer, prá ver o que é bom ser sacana e ladrão. A mídia nacional deveria dar um enfoque no caso, não achas? Porque não toma a frente? Poderia levar isso ao conhecimento direto do Milton Neves.
Agora amenidades.
Fiquei conhecendo um conhecido seu, nascido como vc  nas terras de poaia (ipecacianha), planta cuja raiz é utilizada para fazer chás e remédios, e a  planta era abundante na região possuindo grande valor comercial.
Dr. Inácio, médico e fazendeiro, e batemos um longo papo na Savassi. Eu com minhas duas preciosidades caninas domingueiras e saltitantes e ele, com seu jeito mineiro.
Vi que vc fez uma peregrinação literária, mas devo te dizer que Ana Botafogo deve ter encantado sua leitura. Precisamos de mais livros como o de Ana Botafogo e menos, muito menos, Marguelas e submundos. Isso, que quisermos um país mais serio, honesto, justo, para nós ainda, nossos filhos e netos.
Agora, sugiro-lhe o mais interessante livro que acabei de ler, viajando na cidade mais linda do planeta, que já vi 3 vezes e me encanta cada vez mais: “Proxima estação”, Paris, de Lorant Deustch.  Como diria Yves Montand, “c’est formidable”! A história da cidade luz, desde sua fundação até hoje, num vai e vem pelas estações do metro local
Resposta: meu caro Gegê, com o devido respeito. Quanto mais nos aproximamos, menos vc me conhece. O "Marguelas" a que vc se refere deve ser o Marighella referido por mim. Se o País tivesse milhares de marighellas hoje e mais milhares de Prestes, seria uma nação mais justa e mais honesta.

Cláudio Vianei - Ipanema/MG "Olá, Flávio, boa tarde...Continuo aqui em Ipanema curtindo sua coluna... Se eu soubesse que esteve em Caratinga teria ido lá para dar-lhe um aperto de mão... Sou fã da coluna"
Resposta: chego escondido em Caratinga e saio à francesa. Valeu!