sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

MALANDRAGEM, PICARDIA, EXPERIÊNCIA, O BRASIL DISCUTE LANCE DE RG-10


 Até o poderoso Jornal Nacional da Globo, que costuma virar a cabeça de muita gente neste País, entrou na discussão pra rotular em definitivo a jogada de Ronaldinho Gaúcho e que originou o primeiro gol do Galo. Chegou-se à decisão esperada por mim que é aquela que não engrandece a rapidez de raciocínio de Marcos Rocha, na cobrança do lateral e a malandragem inteligente de RG-10 ao permanecer atrás da zaga sãopaulina, e aproveitar os favores da lei do impedimento em favor de sua equipe.

Claro que nada daquilo foi ensaiado, visto haver incidentes em demasia até chegar ao gol de Jô. Claro que foi um ato típico da esperteza tupiniquim, sempre atenta aos descuidos das arbitragens e dos adversários. Um jogador de futebol comum não tiraria, no entanto, proveito dessa situação como RG-10 a antecipou, mantendo-se no território de Rogério Ceni, após filar-lhe um gol dágua.

Isso vale dizer que, apesar do momento ruim, Marcos Rocha mostrou que está acima da média. Enquanto Rogério Ceni, quarentão, acima da média, demonstrou que a idade tem pesado e que ele perdeu tempo pra avisar, na rapidez necessária, os seus companheiros do inimigo solto dentro de sua área.

 

Sem programa neste sábado, cansado, ainda, dos atropelos do futebol e da viagem estressante? Dê um pulo ao Independência pra ver o novo time do América, contra o Boa Esporte, pelo Campeonato Mineiro. Uma partida de forças iguais e que promete boas emoções.

Mensagem do leitor Reginaldo Souza, Bairro Copacabana, BH: "Amigo Flávio Anselmo. É... tudo muito bem, muito bonito... ganhou bem! Feliz da vida!! Mas como atleticano roxo, tive um pouco de receio quando anunciada a escalação, mesmo sabendo como vinha treinando o time".

" Não acreditava que Tardelli entraria de cara e imaginei que Rosinei entraria para fechar mais ali o lado do Cortez, que é bom jogador. Me surpreendi com a coragem de Cuca, jogando apenas com dois volantes de marcação, mas houve grande cooperação dos homens de frente".
"Não sei sua opinião, mas eu acho que ainda falta um jogador de meio campo,
de toque de bola, de velocidade e que saiba voltar para fechar o meio e
saiba voltar para pegar a bola dos zagueiros e sair tocando sem o chutão".
"Será que no elenco tem algum jogador assim? Rosinei? Morais? Araujo, nem
pensar, não deu certo e não é função para Leandro Donizete, nem Pierre. Quem sairia para entrada desse "meia": Tardelli, Bernard, Jô? Claro, Jô no banco, Tardelli jogando como em 2009 e deu certo. O que vc acha, será que estou exigente demais para um time que jogou bem".

Resposta: Qualquer avaliação maior daquele jogo será precipitada. Afora, a mesmice das jogadas ofensivas e dos lances individuais marcantes, como aquele de RG-10 no primeiro gol e as defesas de Victor no finalzinho, posso afirmar apenas que o Galo me surpreendeu pela marcação impiedosa e pela rapidez do primeiro tempo. Vamos esperar!

Quem pensou que aquele soco que Léo Silva deu nas costas de Anselmo Ramon, na bandeirinha de escanteio, ficaria sem punição, enganou-se. O TJD vai julgar o defensor atleticano  no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que trata de agressão física durante a partida.

Leonardo Silva pode ser punido com suspensão de quatro a 12 partidas. Ainda não há data definida para o julgamento. Quando é que não sei. Os atletas profissionais precisam aprender que nada passa despercebido hoje num jogo grande. Várias câmeras das televisões estão atentas e valem no Tribunal.

Atenção senhores admiradores do famoso feijão tropeiro do Mineirão. A misteriosa Minas Arena informou  que negocia com os  donos dos bares do estádio, pra que o tropeirão tradicional seja oferecido nos próximos jogos com ovo, couve, calabresa, bacon e bife. 

Nada mais daquela farinha sem gosto com uns pedacinhos de lingüiça servidos nos jogos anteriores.
Na partida entre Cruzeiro e América-TO, em 6 de fevereiro, 3.100 tropeiros foram servidos, segundo a Minas Arena, mas a apresentação do prato decepcionou o público por conta do preço (R$ 10), do tamanho e da qualidade, principalmente pela falta dos ingredientes básicos.

 

Cuca gostou do quarteto ofensivo do Atlético mas não pretendia escalá-lo contra o Araxá, pelo Campeonato Mineiro, neste domingo, no Independência. No entanto, como vê na partida uma grande chance de entrosar mais a turma, pode ser que mude de idéia. Ele alertou pra que todos ajudem também defensivamente.
- "Se eles derem para nós aquele algo a mais, passar a linha da bola, sem precisar ser aquele exímio marcador, a gente consegue jogar. Se ficar parado, o adversário entra trezentas vezes no jogo" destacou Cuca.

O técnico Marcelo Oliveira ta mais tranqüilo porque poderá escalar Diego Souza no jogo em nova Serrana contra o Guarani. O nome do meia saiu publicado no BID da CBF. O jogos está marcado para às seis e meia da noite, com iluminação de boate. Dagoberto, também, será titular.
Na nova formação Leandro Guerreiro retornou ao time titular. Ele não jogou contra o América-TO, pois cumpria suspensão. Egídio foi para a reserva e Everton, que até então estava jogando no meio, voltou à lateral esquerda


Palmeiras venceu com dificuldade o Sporting Cristal (2 a 1) no Pacaembu, mas venceu. O Fluminense foi lá nas alturas buscar a vitória (1 a 0) sobre o Caracas. Excelente resultado. Campo horrível e Fred fez a diferença, de novo.

Decepção foi o Grêmio perder em casa pro Huaichipato (2 a 1) na sua nova arena; os jogadores já sentem saudade do Olimpico e de seu gramado.

No Grupo 3, quase o Galo fica líder isolado. Após derrotar o São Paulo (2 a 1) contava com o empate entre The Strongest da Bolívia e Arsenal, da Argentina. Porém, os bolivianos fizeram um gol aos 47m do segundo tempo e venceram por 2 a 1, também. O Arsenal é o próximo adversário do Galo, em Buenos Aires.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.