domingo, 10 de março de 2013

REVOLTA DE ZELIO


Zélio Alves Pinto extravasou no face otrodia. Segue sua revolta abaixo;
"Você pode até não gostar de mim, não simpatizar com o Ziraldo, ter votado contra ou a favor do atual prefeito. O que não dá pra entender (embora não se deva ass...ociar uma coisa à outra) é a omissão, o silêncio, a indiferença em relação à Casa Ziraldo de Cultura, que está com as portas fechadas, inativa depois de três anos de frutíferas e diversificadas atividades.
Valorizando nossa arte e nossos artistas, abrindo espaço para mostras dos mais distintos grupos, fomentando nossa cultura e oferecendo lazer e entretenimento a todas as faixas etárias e sociais de nossa cidade e região. Isto, sem nenhum ônus para os promotores, com entrada franca para população e com um custo ínfimo para os cofres públicos.
Um espaço tão privilegiado! Foi muita luta pra chegar até aqui, só Deus sabe!
Por que nenhuma manifestação ou movimento neste sentido? Onde estão os artistas e escritores ali homenageados? Os agentes culturais? Os grupos
Mac Caratinga e Pensa Caratinga? Os indignados com a demolição do Cine Brasil? As escolas e instituições que utilizaram o local? As entidades de classe?
A existência de outros espaços como o Instituto Hélio Amaral e o Casarão das Artes, só reforçam a necessidade de manutenção da Casa Ziraldo de Cultura, haja vista que cada um destes espaços tem características e propósitos específicos. E, na soma, quem sai ganhando é nossa cidade; um movimento ajuda o outro.
É por estas e outras, que é difícil entender Caratinga..."
  Eu respondi ao Zélio: " não há quem nesse mundo tenha amizade por Zélio ou mero relacionamento que não goste dele. Eu sou macaco de auditório dele. Mais, muito mais, do que do Ziraldo. Com Zélio a gente fala, conta piadas e ele ri, conta seus casos tb, e se interessa. Qualquer pessoa interage com Zélio por 4 seguidas se ele encontrar tempo pra tanto. Nesse caso da Casa Ziraldo de Cultura, em Caratinga, ele está coberto de razão. Prestigam lá quem não merece. Uma casa de cultura sem homenagens póstumas a João Pena, Etieninho, Ari Franco, Dênio Moreira, Hamilton Macedo, palhaço Meio quiilo, João Etienne Filho, Gastão Arregui, Aaugusto Ferreira Neto, Wagn e outros cujos nomes me fogem da memória é um absurdo. Aquela poster Ruy Castro na porta de entrada ao lado de Ziraldo, Aguinaldo e Miriam é um acinte a quem ama Caratinga, como filho da terra. Ruy não gosta de Caratinga. Por essas e outras, eu pedi ao prefeito anterior que retirasse minha foto e meu espaço e que me devolvesse meus livros que lá se encontram pra consulta ou venda pra Casa da Cultura, que não me sinto à vontade naquele espaço. Porém, não acho justof acabar com ele ou deixá-lo à mingua. Quem se habilita em defendê-lo aí na cidade. Marilene Godinho, nossa musa, que assuma o posto de defensora da cultura caratinguense, castigada por falsos intelectuais que baixaram de repente naquele quintal tão tradicional....Arre égua. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.