domingo, 14 de abril de 2013

CALDENSE VENCE GALO E EMBOLA O MINEIRÃO

 Direis: embolou nada! O Galo continua ali no segundo lugar, mesmo que o Cruzeiro vença o Nacional nesta terça-feira, no Mineirão. Os azuis apenas garantirão o primeiro lugar e suas vantagens em definitivo.
O Galo terá as vantagens do segundo colocado, e todos vimos vários times ganharem o título entrando nas quartas-de-final nessa situação.
A Caldense mereceu fazer a virada pra 2 a 1 em cima do time reserva do Atlético. A começar pela lambança feita por Carlos César expulso aos 32m do primeiro tempo. Depois pelas trocas e mexidas táticas de Cuca, cujas opções para tais situações eram mínimas.
Com 10, em trouxe Rosinei pra lateral e deveria ter permanecido com ele ali até o apito final. Resolveu colocar Morais no meio do segundo tempo e deu-se mal. Por lá a Caldense fez a sua virada.
Aos 47m do primeiro tempo, num pênalti bem marcado sobre Guilherme, o próprio bateu e converteu em 1 a 0 pró Galo. No segundo tempo, escanteio pela direita com Everton Maradona, Geovani saiu mal da meta e Nena marcou seu sexto gol no campeonato. Um dos artilheiros.
O gol da vitória da Veterana foi marcado, também de cabeça, por Timba, num cruzamento de Cris pelo lado esquerdo do campo. O apito amigo quase funcionou com o árbitro Renato Cardoso dando exagerados cinco minutos de acréscimos.

DEMAIS RESULTADOS

Nos demais resultados da rodada, Tombense foi derrotado em casa pelo Tupi por 1 a 0 e passou a correr risco de perder a vaga no G-4, com 16 pontos. O Tupi vai pra última rodada com l5 em quinto lugar.
O Villa Nova urrou alto e ganhou do America por 2 a 0 e subiu pra terceiro lugar com 18 pontos. O Coelho não aspira mais vaga entre os quatro. Na boca agora entrou a Caldense, com 14 pontos, após a vitória sobre o Galo. Subiu pra sexto lugar.

ORGASMO DOS DEUSES

Está preparado o início do bate-bola de preparação do orgasmo internacional de Tostão e dos analistas de plantão da ESPN, que não podem transmitir o Brasileirão.
Não podendo transmitir o Brasileirão metem o pau nele e nos clubes. Não valorizam os que se destacam, vide Atlético. As semifinais da Champions League (como chamam até no Brasil o elitizado torneio) terá néctar dos deuses: espanhóis x alemães.
Não me iludo, porque não me entorpeço com as bobagens de ranking. O Brasil tem cinco títulos mundiais e está atrás da Colômbia, ete, no tal ranking. Também não sei dizer se espanhóis e alemães lideram tal besteirada. Creio que sim.
  
Que vai ser bom de ver, isso vai. Na primeira rodada, nesta semana, tem Bayern Munich x Barcelona e mais Borussia Dortmund x Real Madrid. Dá comichão na mão direita. Alguns dos mais ricos times do mundo vão disputar a cereja do bolo europeu.  
Engraçado, como a ESPN comprou os direitos da Copa do Brasil não metem o pau nem na qualidade dos jogos. Dizem que é a disputa mais democrática do País e não se envergonham de elogiar jogo como o de São Bernardo e coisa qualquer...

DOIS SENHORES DE UMA VEZ

Bem que o Sada/Cruzeiro tentou e foi até o tie-break – deve ser assim que se escreve essa porcaria. O Rio de Janeiro foi melhor e ficou com o título da Liga Nacional de Vôlei masculino. Como se portou a madame Laura Medioli, presidente do grupo "O Tempo", adjutório da Empresa Sada, cujo dono é Vitório Medioli. Dizem que é cruzeirense.
Li numa de suas colunas no semanário Pampulha madame Medioli informar que certo domingo de manhã torceu no ginásio de Betim por sua equipe Sada/Cruzeiro. À tarde, no Independência se juntava a apaixonada torcida atleticana.
Pelo que eu soube -como é de conhecimento geral estou em Caratinga a lamber minhas crias - no Santo Antônio,  o foguetório comeu solto após confirmada a derrota do Sada. Com certeza, na Casa Medioli a tristeza foi total. E como ficou  Madame Medioli à tarde, após o jogo Caldense x Atlético? Mistério total.
Fiquemos, por enquanto, no jornal "O Tempo" onde escrevi por dois anos até ZZ Perrela pressionar Teodomiro Braga, pra não renovar meu contrato, o que aconteceu. E a culpa foi pra Medioli
Bom, mas o assunto é outro. Dizia este filho de dona Geralda que no esporte coletivo, a simpática senhorinha torce pra dois senhores, inimigos até em cuspe à distância!

ESTRELA DA MANHÃ

A Estrela D'Alva sai às cinco horas da manhã. A minha estrela, da Vó Neusa, da Mamãe Juliana, e do Papai Gustavo, e das lindas Luana e Sophia, veio às 10h  em ponto. Com 521 cm, 3.250 k, e uma beleza e 200 sóis e 200 luas. Por que não de 3 milhões de estrelas. Saudável dia 14 de abril de 2013 que agasalhou a sexta neta! Mulheres, triunfai!! O mundo é de vocês.

O QUE DIZEM...
De:
paulo hamacek (paulohamacek@yahoo.com.br)
Enviada:
sexta-feira, 12 de abril de 2013 20:28:39
Para:
FLAVIO ANSELMO (FANSELMO@MSN.COM)
              
Caro Flávio, seu conterrâneo  Nei Franco , comanda e insiste com jogadores como Rodolfo , Douglas , Wellington , Paulo Miranda  que não acrescentariam nem no time do America  .  Outros como, Jadson , prestando atenção durante os 90 minutos , é uma lástima -- Ô Flavio , aconselha o rapaz  ele ,por certo , o ouvirá .
Resposta: Cara, eu apaguei sem querer o endereço de email do moço de Vargem Alegre...

TOSTÃO NO TEMPO

Só pra rememorar já escrevi diversas vezes aqui neste quintal que tenho memoráveis lembranças de Tostão como jogador. Fantástico. Nenhuma de Tostão como pessoa. Nem na minha época de repórter com quem convivi bastante, nem como jornalista. Pernóstico e puxa-saco da mídia paulista. Dono de meias verdades.

PÁGINAS RASGADAS

Na sua última coluna em O Tempo escreveu que: "O futebol brasileiro está atrasado". Mentira. Tostão apesar de enorme jogador numa época de ouro do futebol tupiniquim não conseguiu se desvincular de tal período. Só existe uma época moderna pra ele e alguns outros atletas saudosistas deste período: entre 69 e 72.
 Porque eles fizeram a história. Ninguém, pensam, conseguirá escrever outra página no Brasil. Pensam ser os eternos donos de uma verdade que sairia do coração do torcedor. Ledo Engano! Essas páginas já foram rasgadas por RG-10, Fenômeno, Rivaldo, Kaká e outros menos votados.

BRITNER ARROGANTE

Tostão baseia-se nas declarações de Britner – histórico craque do futebol alemão, hoje pessoa amarga e arrogante, que estabeleceu a morte da arte brasileira. Os times alemães estão em alta, com dinheiro e contratações extraordinárias, como a do ex-treinador do Barça, Pepe Guardiola. A Seleção deles, no entanto, é uma incógnita. Já acompanhei a nossa em pior situação e abocanhar o título. Aliás, o Brasil quase sempre foi pra Copa com o prestígio zero junto à Fifa. Riu deles no final!

ISSO TAMBÉM É RACISMO

O PSDB DE Minas Gerais promoveu o Primeiro Encontro Estadual da Militância Negra do partido. Uai, política não é exercício da cidadania multicolor, antiracial,e sem qualquer preconceitos religioso? Então por causa de quê um movimento apenas de militância negra? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.