domingo, 12 de maio de 2013

GALO COLOCA DUAS MÃOS NO TROFÉU MINEIRO E CONTINUA INVICTO NO HORTO

 

Reproduzo o comentário que postei no meu blog neste domingo antes da partida, bem como a reação de um torcedor cruzeirense que, imediatamente, postou a opinião sobre meu comentário. Com muita elegância e educação, por sinal.

 

domingo, 12 de maio de 2013

CRIME PREMEDITADO: CAIU NO HORTO TÁ MORTO?

São 11h10m deste domingo ensolarado. Bonito. Como devem ser os Dias das Mães. Os dias comerciais, lógico. Porque as mães são nossa vida diária para quem ainda as têm, ou que as guarda na lembrança sempre doída. Dia também da anunciada "morte" do novo time do Cruzeiro, invicto com Marcelo Oliveira, sem ter, ainda, enfrentado adversário qualificado. É um bom time que fez a torcida acreditar nele, outra vez, depois daquela vergonhosa campanha no Brasileiro do ano passado. Todavia, a diferença técnica e coletiva com relação ao Atlético é imensa. Não vou ao lugar comum de que o Cruzeiro é time em formação e o Atlético tá pronto. Nada disso. É só passar por básica análise. Tirante Fábio, para mim ainda o melhor goleiro do País, e Everton Ribeiro, de ótima qualidade, no momento nenhum outro jogador celeste cabe no time alvinegro. A comparação de quartetos, os dois rotulados de fantásticos por certa parte da mídia, é bem absurda. Comparar Ronaldinho Gaúcho na fase atual com Diego Souza, em qualquer fase, desculpe-me, mas é risível. As chances da "morte" anunciada do Cruzeiro esta tarde no Independência, onde o Galo jamais foi derrotado depois do arranjo que fez com a BWA, e está invicto há 33 partidas, são enormes: diria de 70%, contra 20% do empate e 10% do adversário.

Esses números podem ser desmentidos após o confronto? Sem nenhuma dúvida. Só que são os mais reais. Serei execrado pela apaixonada parte da torcida azul que não enxerga dois palmos diante do nariz, nem quer enxergar como qualquer torcedor fanático. Serei rotulado de atleticano, capacho do Kalil e aquelas bobagens de sempre. Só um fato perdurará com certeza, daqui até a hora do jogo: o Atlético é um dos melhores times já vistos na história do futebol brasileiro. Sem qualquer comparação, mas vi o Botafogo dos anos 1960; o Santos de 1962; o Cruzeiro de 1966; o Palmeiras de 1970; o Flamengo de 1980; o São Paulo dos anos 2000 e, por que não?, o Cruzeiro de 1977 que acompanhei por toda América do Sul até a decisão contra o Bayern em Munich. Este time de Ronaldinho, Bernard, Tardelli, Rever, Marcos Rocha, Donizete e Jô já tem sua página na história

às 11:36

 

Depois de postar o comentário acima, recebi esta opinião publicada abaixo de Carlos Gabriel (1012 de maio de 2013 12:52) -

Flávio Anselmo, lembre-se de q nos clássicos o Cruzeiro se agiganta, basta lembrar os confrontos do brasileirão do ano passado em que realmente o time do Atlético Mineiro era superior, os dois confrontos foram no "Puxadinho" e no primeiro confronto a torcida celeste não permitiu q a arbitragem continuasse com o apito na dúvida pró-Atlético Mineiro ( apesar de não ter tido nenhum lance muito escandaloso, o juiz estava minando o time e após a reação da torcida ele parou com essa atitude e no final inclusive deixou de marcar uma falta no cruzeirense Guilherme q acabou ajudando a levar ao empate) resultado final 2x2 mesmo com o Atlético Mineiro sendo o melhor time do campeonato naquela fase do brasileirão.

No último jogo do ano passado, ainda com superioridade do Atlético Mineiro, mas com um Cruzeiro com um esboço melhor de time, o jogo foi muito mais favorável a vitoria Celeste, a expulsão de Tinga atrapalhou consideravelmente a movimentação do time e ainda assim o Atlético Mineiro só conseguiu a virada na jogada mais manjada do futebol q é o chuveirinho na área e como a defesa Celeste não sabia marcar esse tipo de jogada o resultado foi 3 x 2 p/ o Atlético Mineiro. Já na primeira partida deste ano com o time celeste ainda não encorpado mas com jogadores de alto nível, zagueiros bons no desarme aéreo e um treinador q prega a tradição de academia de futebol do Cruzeiro com toque de bola Qual foi o resultado???? 2x1 para o Cruzeiro sendo que poderia ter sido pelo menos uns 4x1 se não fossem os erros de finalização celeste.

Deste jogo em diante Cruzeiro e Atlético Mineiro fizeram jogos contra os mesmos times no campeonato Mineiro. A diferença de jogos entre eles é q o Atlético Mineiro fez jogos contra algumas "babas" na Libertadores, se vc discorda desta opinião lhe pergunto Arsenal de Sarandi, The Strongest ou São Paulo conseguiriam chegar a pelo menos uma decisão de Campeonato Estadual dos principais centros? O SP não conseguiu, The Strogest o melhor jogador era o Pablo Escobar q nem quando estava no Ipatinga era o melhor do time e o Arsenal outro time horroroso. Sendo assim não vejo muita diferença de percurso desde o primeiro jogo.

De fato vejo o Atlético Mineiro um pouco mais forte com a presença de D.Tardelli mais ainda com só duas jogadas: chutão pra frente pra tentar pegar o adversário de "calça-curta" e ganhar na velocidade dos jogadores de frente e a jogada do futebol inglês de "1900 e bolinha" chuveirinho na área e seja o q Deus quiser. Já o Cruzeiro desde o primeiro jogo vem ganhando em entrosamento está com um padrão de jogo bem definido e as entradas de Borges, Dagoberto e D.Souza dão uma qualidade bem maior ao Cruzeiro. É lógico q quando a bola rola tudo pode mudar, mas pelo exposto acima creio q Cruzeiro tem tudo pra ganhar hj e acabar com esse negócio Horto Morto.

 

Após a partida, Carlos Gabriel postou outro comentário (1012 de maio de 2013 18:25)

 

Infelizmente o Cruzeiro não mostrou futebol hj. Apenas durante um breve momento do 2º tempo o Cruzeiro botou a bola no chão, mas por capricho do azar o chute de D.Souza bateu na trave. A entrada de Goulart e Egídio melhoraram o time mas com a expulsão do Bruno deixou a equipe sem reação. No mais o Atlético Mineiro foi superior durante o jogo. Agora é aguardar a volta e ver se o Cruzeiro volta a colocar a bola no chão.

 

Resposta da Trincheira: Na sua primeira participação, Carlos Gabriel, você expôs com inteligência e números outros períodos de Atlético x Cruzeiro. Sempre foi assim. Um deles por cima e o outro em baixa. Àquela altura em que postou sua opinião no meu blog tinha total confiança nas possibilidades do Cruzeiro, o que eu neguei no meu texto. Aconteceu como eu previa. O Galo ganhou com sobra e então, com a educação dos que sabem como perder no futebol, vc fez novo acesso e expus o que viu no Independência. Obrigado pela atenção.

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.