segunda-feira, 20 de maio de 2013

MISTER BEAN COLOMBIANO APITA TIJUANA E GALO. QUE NÃO SEJA TRAPALHÃO COMO O ORIGINAL



A Conmebol sempre de brincadeira com o futebol sul-americano indicou pra apitar Tijuana e Atlético, em Tijuana, México, nesta quinta-feira,  o colombiano José Hernando Buitrago, apelidado em seu País de "Mister Bean", aquela figura folclórica do cinema e da tevê ingleses, trapalhão pacas e que não faz nada certo. Dizem que o apelido do Buitrago é porque ele se parece muito com o artista inglês. Sei lá! Minha preocupação é que ele seja tão atrapalhado e desajeitado como o outro.

CUCA SEM RICK

O time de Cuca já está pronto, pelo menos na cabeça do treinador. Apenas Richarlyson não viajou por ordens médicas. Tudo bem, Rick seria importante por sua força física e o entrosamento já mostrado com o resto da defesa, apesar das críticas sem sentido de alguns torcedores. Júnio César volta à equipe.
O importante é que o esquema do Galo funcione melhor do que aquele do primeiro tempo contra o Cruzeiro.
Cuca não pode se preocupar com o adversário. Tem que fazer o adversário se preocupar e temer o Galo. 

GRAMA SINTÉTICA

Grama sintética, adversário pegador e veloz no contra-ataque devem ser encarados normalmente, como se o Atlético estivesse no Independência.
Cheira bobagem essa minha afirmação, mas tem seus motivos. Um deles é que o Galo não sabe jogar na defesa; outro é que gol marcado no campo do adversário ainda vale uma barbaridade nessa fase de quartas de final.

ATÉ EMPATE AJUDA

Até com o empate  diante do Resende nesta quarta-feira, o Cruzeiro conquista o direito de continuar na Copa do Brasil. Tudo bem! Porém, a torcida espera que ele mostre a mesma determinação do primeiro tempo do clássico e derrote o Resende com boa atuação. No jogo de ida, em Volta Redonda, o time de Marcelo Oliveira fez 2 a 1 e permitiu o jogo de volta. Vencia por 2 a 0 até o finalzinho da partida o que evitaria o segundo confronto. Mas, tomou um daqueles gols esquisitos no qual a bola bate em todo mundo e engana o goleiro.

DEDÉ ESTREIA

Talvez tenha sido melhor assim. O clube terá oportunidade de colocar em caixa mais uma boa renda. A torcida vai prestigiar a estréia do zagueirão
Dedé, maior contratação da história do Cruzeiro e um dos grandes nomes na posição do futebol brasileiro. Esta fase em que ficou discutindo sua complicada transferência pra Toca da Raposa o tirou da lista de Felipão pra Copa das Confederações. A pergunta que a massa azul faz: quem será o companheiro de Dedé na zaga? O mistério será desvendado nesta quarta-feira às 10 da noite, no Mineirão.

VEM MAIS GENTE AÍ

Não adianta, torcedor gosta mesmo é de ouvir dizer que a diretoria vai contratar mais reforços. O Cruzeiro fala em trazer outro volante e menospreza – Marcelo Oliveira o cortou do banco e ficou sem reserva de volante no domingo – o garoto Lucas Silva, prata-da-casa e bom de bola. Só penso que ele, Elber e Vinicius Araújo não têm nenhum incentivo pra continuar na Toca. São mercadorias de troca ou venda. Então é preferível sair mesmo. O clube já tem Henrique e Uélinton como volantes reservas entregues ao DM. Vamos esperar qual a bola da vez.

SILÊNCIO TOTAL

Os dirigentes Gilvan Tavares. Alexandre Matos e Waldir Barbosa reúnem-se e discutem dia-a-dia. Mas nenhuma informação sai da boca deles. Só desmentidos marotos.

AULA DE ARBITRAGEM

De acordo com Márcio Resende de Freitas, o gauchão Leandro Vuaden deu aula de arbitragem no clássico e que acertou na marcação dos três pênaltis. Até naquele sobre Luan. Céus!  Só não falou porque ele estabeleceu cinco minutos de acréscimos e terminou o jogo aos 48m. Quarenta e cinco mais cinco são...? O professor Vuaden não sabe e nem o analista global.

OUTRO LUAN NA CONFUSÃO

Eu nem sabia que o Luan azul ainda continua na Toca da Raposa. Li outro dia que ele pediria sua liberação, pois não gosta de ser reserva. Na hora da confusão no clássico, ele entrou no gramado e falou qualquer coisa com o Rever. Em resposta, levou sopapo na orelha. Então o tempo esquentou e Vuaden não expulsou ninguém, além do Luan atleticano que fazia hora deitado no gramado, após ser expulso, fingindo lesionado. Triste futebol dos enganadores!

INTERIOR SE RENOVA

Saíram América-TO e Guarani e entram ano que vem no Mineiro URT de Patos de Minas e o Minas, um time de empresário de Sete Lagoas.Agora o interior aumenta sua participação no nosso campeonato com estas fantasias de times sem torcidas. Me informaram até que ano que vem o Nacional e juntará ao Mamoré, também de Patos, pra disputa do certame. O novo time será Mamoré, que, na realidade, disputa a segunda divisão e não subiu. Pode? Isso é burlar a lei e espero que a FMF não entre numa jogada tão podre.

É O QUE DISSERAM...

Gustavo Lacerda Soares – Cidade Nova = BH - O goleiro que se acha um Deus, mas é na verdade, um cara comum, Fábio do Cruzeiro, disse que o Cruzeiro perdeu o campeonato, mas ganhou o jogo. Grande descoberta deste homem que fica estatelado antes dos jogos, de braços abertos e olhando para o céu, por até 1 minuto, que eu já marquei no relógio. Querer aparecer para todos, usando Deus desta forma, é no mínimo ridículo.
Fé e amor à Deus está no coração, seu bobo, não nesta cena lastimável que você faz. Melhor seria você ficar calado diante da grande conquista do maior clube de Minas e o terceiro do país.

Pedro Augusto – BH - Talvez possa ter havido algum erro em sua postagem, que menciona em duas ocasiões a "Festa Azul", justa e inteligente pela torcida que tem um time cada vez melhor, e não faz nenhuma menção à Festa Alvinegra, visível por todos os cantos de BH.
Resposta: Realmente, saiu em duplicidade aquela parte da Trincheira. Me desculpem os leitores.

Reginaldo Souza - Bairro Copacabana - BH -Caro amigo Flávio Anselmo,me desculpe discordar da sua opinião, mas aconteceu sim a falta no Luan que estava em direção ao gol. Diria pra você que se fosse o Neto Berola ou até mesmo o Bernard, podia até se questionar a falta, mas se tratando de Luan,que não é do tipo "cai-cai", foi pênalti sim sem essa de "compensação".
Foi cometido pelo Egídio e não pelo Léo como falava alguns, sendo no mínimo imprudente. Sem querer puxa a sardinha para o meu lado, atleticano claro, também não achei que foi pênalti aquela do Rick, já que o Borges veio por detrás na hora que tava armando para o chute. Estava mais para a falta do Borges e duvido que outro árbitro daria o penal.
Mas ficou de bom tamanho e o título fica para o melhor time de Minas sem dúvidas e considerado o melhor do Brasil por analistas de outros Estados da Federação. Dá-lhe Galão da Massa. Mas o que importa mesmo para nós é ir atrás do título da Libertadores e queira Deus que seja agora a nossa vez de levantar esse caneco tão esperado.

MAIS LIBERTADORES

A fase quartas de final começa com Real Garcilaso, a grande surpresa, recebendo o Santa Fé nesta quarta-feira. Mesma noite  em que o Fluminense pega o Olímpia, em São Januário. Este é o osso que o tricolor carioca tem que roer em duas partidas. As outras duas partidas ficaram pra quinta-feira. Dois jogos de tirar a respiração: Boca Juniors x Newll´s Old Boys, em La Bombonera e Tijuana x Atlético no México.  

TROCO CRUZEIRENSE

O gerente de futebol do Cruzeiro, Valdir Barbosa, não costuma deixar Alexandre Kalil sem resposta. Nesta segunda-feira, rebateu as declarações do presidente atleticano após a conquista do Campeonato. Depois da derrota por 6 a 1, em 2011, o mandatário alvinegro prometeu sofrimento aos cruzeirenses por 10 anos consecutivos. Nesse domingo, Kalil ratificou: "Faltam oito anos. Prometi 10, só tem dois, ainda faltam oito para eles apanharem", disse.
"Ganhamos no Independência no ano passado e, agora, no Mineirão.Vão fazendo estádios que nós vamos ganhando. Vamos inaugurando um estádio atrás do outro. Eles vão apanhar 10 anos. Apanharam dois, então faltam oito", completou Kalil.




Valdir Barbosa  criticou a comemoração atleticana do título na Praça Sete. Segundo o gerente celeste, o Cruzeiro só vibra com títulos de expressão nacional e internacional. "Quem não tem cão caça com gato. Estou no futebol no Cruzeiro há 17 anos, nunca convocamos torcedor para a Praça Sete em Mineiro. Ruralito comemoramos em casa, no máximo na churrascaria, e o torcedor vai para onde quiser. Celebramos somente Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores".
Vem mais chumbo grosso por aí, em breve. Aguardem o próximo capítulo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.