quarta-feira, 15 de maio de 2013

NADA TIRA RG-10 DAS MANCHETES. QUE FELIPÃO SEGURE AS PONTAS...


Não se fala em outra coisa nesse mundo de Deus! Por que Luiz Felipe Scolari deixou Ronaldinho Gaúcho fora da convocação para a Copa das Confederações? Nenhuma justificativa me pareceu mais próxima da verdade do que um possível ato de indisciplina cometido pelo craque por ocasião do amistoso contra o Chile, no Mineirão.
A apresentação da Seleção foi no Hotel Ouro Minas e todos os convocados se apresentaram na hora aprazada. Exceto RG-10, que se atrasou bastante, apesar de estar em Belo Horizonte. Felipão ficou bicanca.
O treinador brasileiro, no entanto, não tomou nenhuma providência à época. Entretanto, na convocação de agora, pro importante torneio pré-Copa da Fifa, Felipão deixou Ronaldinho de fora e não chamou Kaká, seu maior rival.
Entendi que o recado foi dado: Felipão não chamou RG-10 agora como punição e aviso. Estará fora da Copa das Confederações, e se agir corretamente até o Mundial\14, sem indisciplinas, jogará a Copa do Mundo. A questão me parece tão clara em razão da não convocação de Kaká.
Não gostei, no entanto, da atitude tomada. Felipão puniu RG-10 e o Brasil. Como fez com Romário na Copa de 2002, que por causa da escapada num hotel de Montevidéu pra faturar uma aeromoça acabou cortado da Copa do Mundo e da chance de ganhar seu segundo título mundial.
Eu teria feito diferente; convocaria Ronaldinho e teria conversa franca com ele, na frente dos demais convocados, e o ameaçaria de corte, no meio da competição, caso repetisse qualquer ato de indisciplina de atraso na apresentação.  

CUCA AMOLADO

Cuca está, ainda, pê da vida com a informação publicada no Portal Uol sobre a não convocação. Segundo a matéria, Cuca, ao ser consultado por Felipão sobre RG-10, teria confidenciado ao ex-mestre e amigo alguns excessos do craque extracampo.
 Cuca respondeu irritado e enérgico: "Tudo isso é falso".
Fiquei sabendo por meio da nossa assessoria de imprensa que um veículo de comunicação informou que o Felipão ligou para mim e que teve resposta não positiva quanto ao Ronaldo. Superdesagradável a gente com 50 anos ter de vir aqui falar de uma situação mentirosa, para não falar outro termo. Jamais o Felipe me ligou para saber de comportamento. Uma vez ligou para saber do ombro do Bernard, antes de Brasil e Chile”, revelou Cuca.
Baita covardia com o técnico do Atlético! Seu perfil é de excelente relação com o elenco e duvido que ele seria capaz de prestar tal informação ao treinador do escrete nacional. Se RG-10 cometeu excessos no Atlético - e os fez - teve as orelhas puxadas pelo presidente Alexandre Kalil que, certa vez, chegou a anunciar rescisão de contrato com o craque, assunto contornado pelo empresário\irmão Roberto Assis.
Cuca, ao final da fala, afirmou categoricamente: "Tivesse Felipe me telefonado, garanto que Ronaldinho estaria convocado".

DEU NO SUPERESPORTES:

Surpresos. Assim estão os jornais internacionais com a ausência de Ronaldinho Gaúcho na lista de convocados de Luiz Felipe Scolari para a Copa das Confederações.
O argentino Olé, que tem histórico de enaltecer Ronaldinho, busca explicações, já que o camisa 10 do Atlético é destaque na Libertadores:
Ronaldinho surgiu das cinzas de um momento ruim para se tornar um dos melhores jogadores da Copa Libertadores. No entanto, não foi o suficiente para ser convocado para a Copa das Confederações.”
Na Itália, o texto do La Gazzetta dello Sport segue a mesma linha do Olé: “O grande momento de Dinho com o Atlético Mineiro não foi suficiente para confirmar a vaga na Seleção.”
A surpresa não foi menor na Alemanha: “O técnico Luiz Felipe Scolari chamou um total de 23 jogadores e surpreendeu com a não inclusão de Ronaldinho e Kaká”, escreveu o Kicker.
Na Espanha, onde Ronaldinho brilhou com a camisa do Barcelona, o jornal AS lembrou que o armador vinha sendo chamado por Felipão: “Surpresa em particular foi a ausência de Ronaldinho”, escreveu. “O ex-barcelonista havia sido convocado em três das quatro chamadas anteriores.”

É O QUE DIZEM...

Val Ribs Brito (valrsbrito@hotmail.com) -  Flávio, estou feliz da vida com o  futebol maravilhoso apresentado por meu time. É claro que estou falando do GALO. Espero que este futebol bonito e gostoso de ver resulte em muitos títulos ao clube. Estou cansada de ver time feio ganhando título ( Fluminense e Corinthians).
Quanto ao clássico no próximo domingo, mesmo com uma boa vantagem, eu não solto meu grito de campeão antes do apito final......clássico é clássico, apesar da grande diferença técnica".
Míriam Mangelli (minha ex-professora em Caratinga) escreveu no Facebook- "Grande soldado Flávio, nosso Cruzeiro vai chegar lá...aonde?"
Heloiza Matos (heloizamatos@gmail.com)-  "Caro Flavio, continuo assídua no  seu blog  por puro prazer de ler um texto bem escrito, independente da minha santa ignorância em matéria de futebol.No último , quando comentou ( e profetizou, com sua experiência)  o resultado do jogo do  Atlético e  Cruzeiro e dialogou com o Carlos Gabriel, voces dois deram um belo exemplo de interação e diálogo . Continuo no Canada até agosto. Aqui temos primavera com 26 graus (é raro, mas acontece),  mas hj amanheceu  com zero grau. Haja paciência para um inverno tão longo,  Adorei o texto sobre o nascimento da sua neta.

POLITICAGEM
                        &
                         BOTEQUIM
 Com 21 anos de história pelas noites e bares de Belo Horizonte, o Clube da Bossa Nova apresenta o gênero musical Bossa Nova e seus mais expressivos interpretes e compositores como João Gilberto,Nara Leão, Carlos Lira, Roberto Menescal Tom Jobim, Alaíde Costa, os Cariocas entre outros. Formado pelo quarteto vocal de Ângela França, Diza Franco, Raymundo Anselmo, e Ronaldo Siqueira, acompanhado pelos instrumentistas José Natividade e Marcelo Drumond.
Um ótimo programa no Sesc Centro Cultural JK, rua Caetés, 603, Centro, esquina com Rua São Paulo.

PIOR INIMIGO

O goleiro Bruno engoliu um frango do tamanho do Pacaembu, num peteleco do atacante Reasco, e  o Palmeiras teve um gol mal anulado aos 23m do segundo tempo, o que seria o empate em 2 a 2 àquela altura, abrindo ótimas chances de virada. Mas não deu: assim é a Libertadores.
O Tijuana derrotou o Verdão por 2 a 1 e se classificou pra continuar na Libertadores, nas quartas de final. Será o adversário do Atlético. Com certeza os paulistas vão chorar a arbitragem do venezuelano Juan Sotto. Mas ele não foi o maior culpado da eliminação palmeirense. O time de Gilson Kleyna é fraco e muito nervoso.
No primeiro tempo, Reasco fez 1 a 0 no tal frango de Bruno. Aos 6m do segundo tempo, Arce pegou rebote de fora da área e fez 2 a 0. As 36 mil pessoas que lotaram o estádio calaram-se. O Palmeiras fez seu gol aos 17m, de pênalti, presente da arbitragem ruim, cobrado por Souza.
O Tijuana teve Aguilar expulso aos 39m, mas soube segurar o placar. Aliás, o jogo foi muito ruim e violento. Duas equipes fracas e não vejo em nenhuma delas condição de parar o Galo. O primeiro jogo será lá, em Tijuana, e o segundo no Horto.
Não foi o melhor presente do Atlético. O ideal seria o Palmeiras pra evitar viagem longe e desgastante até a divisa com os Estados Unidos. De qualquer maneira, eles também terão que viajar muito. Ou chegarão aqui já mortos, ou como diz a torcida: caiu no Horto, tá morto.










Um comentário:

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.