sexta-feira, 21 de junho de 2013

COPA NÃO TÁ AMEAÇADA COM O POVO NAS RUAS, DIZ FIFA

Todos os contemplativos, de suas janelas, sacadas ou sofás à frente das televisões, devido ao nosso ceticismo com movimentos populares que nascem da indignação popular, pensávamos que se tratava de algo paliativo contra a excrescência política tupiniquim. Quebramos a cara! Não tem origem política e nem aceita apoio político.
As manifestações são puras, dos vira-latas, do populacho, do boi de boiada, da carneirada sonsa. Ele deram um basta na situação e tornaram-se voz das ruas. Estão infiltradas por vândalos, bandidos.
Até de espiões que aproveitam o momento pra provocar anarquia em proveito de outras tendências políticas oposicionistas, com vista as eleições presidenciais de 2014.

BOATOS INIMIGOS

Aí surgem os boatos, como aconteceu naquele caso da Caixa Econômica Federal e do pagamento das cestas básicas. Quem falou primeiro, ninguém sabe. Onde buscou informação, ninguém também sabe. O certo é que espalharam a possibilidade da Fifa suspender a Copa das Confederações e até tirar o Mundial de 2014 do Brasil
Falaram, ainda, que algumas seleções, sem citarem nomes, estão desiludidas e desgastadas com o tratamento recebido. Alguém se queixou? Apenas o Uruguai reclamou dos primeiros dias em Recife chuvoso, sem campo pra treinamento.
O resto é idiotice. Aproveitamento das justas manifestações das ruas. As mentiras fundam-se em falta de garantias por causa das manifestações contra os absurdos gastos numa Copa e nos estádios.

CASA DE MÃE JOANA

Tal indignação é nossa por direito e não precisa do padrão Fifa, também casa de Mãe Joana e de corruptos.
Todas as Seleções foram preservadas. Apenas a Nigéria e a Espanha foram vaiadas, nos estádios, porque o torcedor ficou ao lado do Taiti. Isso faz parte do futebol.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.