quinta-feira, 11 de julho de 2013

CONMEBOL OBRIGA GALO A JOGAR NO MINEIRÃO. MAS DEIXA OLÍMPIA JOGAR NO DEFENSORES DEL CHACO QUE TEM APENAS 36 MIL ASSENTOS.




     Eduardo Maluf só fala se Alexandre Kalil deixar. Diretor de futebol já teve voo próprio


Existe uma pendência no ar. Estranha pendência. A Conmebol divulgou no seu site que a partida decisiva entre Atlético x Olímpia será no Mineirão, que não carrega o mito do "caiu no Horto tá morto". O velho e mal acabado Defensores Del Chaco, em Assunção, onde o Galo joga dia 17, a primeira partida da decisão da Copa Libertadores só tem 36 mil lugares e não foi vetado.
Bom,  o presidente da Conmebol, Nicolas Leoz, é paraguaio e torcedor do Olímpia. Aqui, tirante o presidente Alexandre Kalil, o Atlético não tem mais nenhum dirigente de entidade que lute ou brigue por ele. A Conmebol vetou o Independência porque ali só   cabem 23 mil pessoas. O regulamento vale pra um e não vale pra outro.
Direis: e o presidente da FMF? Nada a comentar. só briga pra ficar na sua cadeira presidencial de onde o Tribunal de Justiça ameaçou tirá-lo. Papo furado! O delegado mexeu os pauzinhos e calou a Justiça mineira. E a CBF? Nada também a declarar. Esta aí só briga pelos times paulistas.
Então você quer saber qual será a atitude do Atlético e faz a besteira de perguntar ao diretor de futebol, Eduardo Maluf, um dos mais bem pagos do País, por antiga competência comprovada, mas hoje, obscuro tomador de conta de jogadores nas delegações em viagem, e ele diz que no momento não comentaria o site da Conmebol. Quando comentará? Depois de ouvir o presidente, claro.Afinal, não é bobo nem nada de falar antes do Urso Bravo.

NO MINEIRÃO

Em sua nota oficial, a Conmebol lembra o artigo 9.4 do regulamento da competição que estabelece o seguinte: Cada associação Nacional deverá certificar a capacidade dos estádios indicados para as partidas. Para este efeito, os estádios deverão ter as seguintes capacidades mínimas:
Primeira e segunda fases (fase de grupos); 10 mil espectadores; Semifinais: 20 mil espectadores; finais: 40 mil espectadores. Contudo, o artigo não traz nenhuma observação de que tal número da final não prevalece no caso de qualquer clube paraguaio chegar à final.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.