quinta-feira, 1 de agosto de 2013

QUARTA PRA SE ESQUECER: OS DEUSES JOGARAM CONTRA MINEIROS.

Não fossem as vitórias do Boa Esporte, em Joinville( 3 a 2), sobre os donos da casa e do América, no Horto, por goleada(5 a 0) pra cima do Sport do Recife, eu aconselharia a todos dessas Geraes do professor Anast-azia a sentarmos nos  meio -fios das calçadas - se existirem - de nossas ruas - caso, também, existam - pra chorarmos lágrimas de crocodilos, num coro de milhões de soluços por este País afora.
A derrota do Cruzeiro pro Fluminense (1 a 0) no Maracanã deixa aquela pergunta famosa no ar: como foi possível, pois jogou melhor o tempo todo? E poderia até ser maior o placar se São Fábio não tivesse feito as defesas milagrosas no pênalti cobrado por Fred - que só o árbitro Wilton Pereira do Santos viu - e no rebote da defesa.
Fred bateu com paradinha e com indecisão. Fábio como um gato (rrrrrrrrrrrrrr) defendeu e deu rebote. Fred chutou de novo, forte com a perna esquerda, e Fábio de novo como um gato (rrrrrrrrrrrrrr) pulou na bola e defendeu.
No finalzinho, a gigantesca defesa azul e, notadamente Dedé, ficou no chão vendo Fred subir de cabeça e fuzilar Fábio.
Já o Cruzeiro pressionou o Fluminense o tempo.  O goleiro Cavalieri, numa fase ruim, resolveu voltar à antiga forma justo nesse confronto. Pegou tudo e deu sorte. Vinícius Araújo botou bola na trave e no final Ricardo Goulart cabeceou na cara do gol pra fora.

DESPEDIDA DESASTROSA

Que daneira, gente! Não consegui engolir nenhuma das derrotas, E muito menos aquela na festa de Bernard, finalizada de maneira trágica.. E, por favor, não tentem fazer-me engolir a derrota  do Galo sob argumentação de que o pessoal tá de ressaca ainda pela conquista da Libertadores, que o time se desmontou física e psicologicamente, após alcançar o maior objetivo, que o foco agora é a Copa do Brasil (?) segundo Cuca.
Convém o Atlético e seus comandantes olharem bem pra baixo: lá tá a zona do rebaixamento e a queda significaria  vergonha tão grande quanto a conquista continental.

MAIS FESTA, BH PARA

Com organização da diretoria e apoio de Cuca, os jogadores e a torcida não param de comemorar. Nesta quinta-feira mesmo fizeram outra festança na Praça 7 e arregaçaram com o trânsito da Capital. Ronaldinho Gaúcho que não jogou contra o Atlético Paranaense entrou na festa.  E olha que domingo o Galo pega o Flamengo - goleado em  Salvador pelo Bahia, por 3 a 0 - no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.
O rubro-negro tá enfiado no Z-4 do Mal e o Galo é o primeiro da lista fora dela. Ambos com 10 pontos e o time de Cuca tem um jogo a menos e uma vitória a mais. Os próprios jogadores, como Tardelli e Alecsandro, estão preocupados com a festança e sentenciaram: depois desta na Praça 7 o negócio será focar na Copa do Brasil e no Brasileiro. Tomara!

RG-10 JÁ FALA COM BESIKAS

Pessoalmente, Ronaldinho Gaúcho tem apenas informações a respeito do interesse do clube turco, Besikas, em sua contratação. Segundo se soube, o contrato seria de 12 milhões de euros anuais. As informações que RG-10 recebe são de fontes boas. Do seu irmão e empresário Assis. Inclusive ele foi flagrado por um site conversando com um cartola turco. Onde há fumaça, há fogo!

MEXIDAS NÃO FUNCIONARAM

O próprio técnico Marcelo Pacote Oliveira antecipou as críticas que, fatalmente, receberia pelas mudanças feitas nos jogos contra o Atlético e o Fluminense. As saídas de Luan e Vinicius Araújo pra entradas de Martinuccio e William no clássico e de Luan e Vinicius Araújo - de novo - contra o Flu pra entrarem William e Lucca, não surtiram nenhum efeito prático. Não acrescentou nada, pelo contrário, jogaram o time pra baixo. Pacote foi réu confesso nas coletivas pós-jogo.
Ainda existe o risco dessas mudanças queimarem junto da torcida os rapazes. William e Lucca são bons jogadores, mas precisam se adaptar e ganhar ritmo de jogo.

SEM ENTROSAMENTO

William é outro peixe de Marcelo Pacote. Mal chegou e já ganhou janela na frente. Passou por cima de muitos outros que estavam na espera de chances. Por enquanto, movimenta-se bastante, porém sem lugar e sem função. Lucca tem tentado se adaptar numa meia de ligação a pedido de Pacote. Por enquanto nada. Luan fez até uma cara de quem comeu e não gostou no Maracanã.
Outra coisa: Pacote precisa definir o grupo com o qual deseja trabalhar este ano. No máximo, 25 atletas. Os demais, manda pra diretoria resolver seus problemas. Inchado do jeito que tá, com o treinador mais perdido do que cachorro que cai do caminhão de mudança,Pacote nunca atingirá seu objetivo.

DESLUMBRAMENTO

Só pode ser crise de deslumbramento que pegou o menino Bernard de surpresa no Horto, diante do Atlético Paranaense. Estava  bem na partida, com muita disposição, "dopado" pela festa do clube, antes do início do jogo: recebeu placa alusiva às 100 vezes em que atuou com a camisa atleticana. Ao marcar o seu gol que marcou, Bernard voltou ao amadorismo: tirou a camisa, pro torcedor  ler e a televisão mostrar uma mensagem.
Resultado: o mau humorado Paulo César Oliveira meteu-lhe outro cartão amarelo e em seguida o vermelho. Com 10, o Galo foi presa fácil; tomou a virada em cinco minutos.

DIFERENÇA TÁ AQUI

Fred pode até jogar mal o tempo todo e só será substituído caso se lesione. Então, aos 44m do segundo tempo, marca um gol da vitória e mantém-se ídolo incontestável da massa tricolor. Já Vinícius Araújo corre, desloca-se, faz assistência, também marca seus gols. Mas quando não marca - ou mesmo se marca - é o primeiro a sair, exatamente aos 15m do segundo tempo Virou mania. Vinicius não tem a menor chance de ser o salvador do time no final.  Pacote não confia nos seus goleadores.

MISTURA CERTA

Dominado pelo Cruzeiro e perto de levar gol, Vanderlei Luxemburgo optou pelo que tinha em mãos. Trocou a experiência e a idade do meio-campo, com a saída de Deco e a entrada de Felipe, e botou dois meninos de 17 a19 anos, da base tricolor, pra impedir os avanços dos laterais celestes. O resultado prático das mudanças foi bem maior que o resultado prático do outro lado.

POLITICA
                  &
                    BOTEQUIM

O governador Anast-azia anunciou medidas administrativas que, na cabeça dele, reduzirão o custo da máquina pública mineira( talvez resolva anunciar, também, o aumento da minha aposentadoria do Ipsemg).  Fundiu secretarias e acabou com autarquias. Entre elas a ADEMG cuja finalidade atualmente era vigiar a Arena do Jacaré. Sua utilidade agora é, realmente, nula. Todavia diante das besteiras que as Arenas - Mineirão e Independência, terceirizadas - têm feito a ADEMG nos deixará saudoso. Diremos: nós éramos felizes e não sabíamos.
Os contratos de terceirização com os estádios da Capital, mal interpretados, confusos, tornaram os jogos mais onerosos pros clubes mineiros. Perguntem ao Alexandre Kalil, que esmiuçou tais peças e hoje canta forte: "O Atlético joga no Mineirão quando quiser e de graça". E o Cruzeiro, não teve ao lado advogados capazes como os doutores Lásaro e Groppen pra alertá-lo das armadilhas dos contratos?
Voltemos à vaca fria. Esta decisão palaciana me parece mais fruto dos cofres vazios e das eleições que teremos ano que vem. Como a máquina do governo vai trabalhar em função de seus candidatos sem dinheiro em caixa?
Cheguei a pensar que a decisão do professor do Palácio da Liberdade viera dos gritos das ruas ou do exemplo de humildade do Papa Francisco. Pode ser que seja das ruas. Governantes não têm discernimento suficiente pra entenderem as mensagens papais. A arrogância e o poder corrompido são seus melhores estilos.

BAGUNÇA NO MUNDO TERCEIRIZADO

Confusão nos jogos daqui, confusão nos jogos do Maracanã, no Rio de Janeiro. Até aos 45m do primeiro tempo, enormes filas formavam-se fora do Maraca. Então, soube-se que havia apenas uma bilheteria aberta. Pode?

TINO GOMES

Acessem meu blog (www.flavioanselmo.com.br) e vejam o vídeo do Tino Gomes na personagem Ted Lancaster. Espetacular: "Chupa que é do Galo". Este moço de Montes Claros é uma banana dinamite.

É O QUE DIZEM...

Iraq Rodrigues - Lagoa Santa - Interessante suas observações a respeito do Rick. Lembro-me que há pouco a torcida não aguentava vê-lo no time. Quando já estava quase no fim do contrato, em um jogo no Independência, a  torcida gritou "Fica Rick" e ele ficou. Renovou. Então está certo, joga quando o contrato está quase acabando. Depois vira peça morta em campo...ou vira pancadeiro e colecionador de cartões.
Espero que o Atlético contrate alguém pro seu lugar e dê-lhe chance de ir jogar em outro time. No Galo,  não o queremos mais. Afinal, se ele mata o Maike, ia sobrar pro Galo.Cuca, ao priorizar a Copa do Brasil, no meu modesto entendimento, está totalmente errado. O brasileirão é muito mais importante. Além do mais, na Copa do Brasil não há rebaixamento... já no brasileirão...

 João Batista Carvalho - Belo Horizonte -O Flu ferido de morte ou não com a saída do Abelão, não quer dizer nada, sempre quando está morrendo, se recupera em cima do Cruzeiro, basta lembrar em 2010, ou 11 não sei precisamente, eu estava no Mineirão e vi o Fluminense, treinado por Cuca, virar o jogo para 3 a 2 e seguir sua trajetória. Fred marcando sempre contra os azuis e fingindo que ama as estrelas celestes.
Quero dizer, também, que Richarlyson, foi cruel com o garoto Mike e vai pagar no banco, Cuca não gosta de deslealdade. Ele foi desleal com o garoto.  Outro que estava merecendo um chega pra lá também é o Marcos rocha. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.