segunda-feira, 16 de setembro de 2013

CRUZEIRO JOGA DURO CONTRA ARBITRAGEM TENDENCIOSA

Aquela lambança que a bandeirinha Katiushica Bergar (??) e o árbitro Raphael Cláudio, ambos de São Paulo,  que anularam o gol legítimo de Ricardo Goulart - seria o segundo do Cruzeiro - não pode cair no esquecimento.
Direis: pô, o Cruzeiro venceu, passou por cima de tudo isso e disparou na liderança. É, porém, não se esqueça que um gol no saldo pode fazer falta lá na frente.
Além do mais, é preciso que os times e a Imprensa sempre denunciem os erros intencionais e as deficiências técnicas dos sopradores de apito.
Quem sabe assim a gente consegue diminuir a quantidade de erros de apito, amigos ou não, no Brasileirão.

PACOTE MUDA DE NOVO

Não gostei da atuação de Maike contra o Atlético Paranaense. Inseguro, com passes errados e marcação de longe.
Mas não justifica a sua nova saída do time pra volta de Ceará.
Como o jogo contra o Botafogo nesta quarta-feira tem cheiro, apenas cheiro,  de decisão o técnico do Cruzeiro tá que perde sono de medo.
Querem criar o clima de decisão antecipada. Conversa fiada! Depois, cada time, ainda, fará 16 jogos.
A sequência deles será a seguinte: o Cruzeiro sairá de casa pra pegar o Corinthians, no Pacaembu, e o Internacional, em Porto Alegre. Cruzes!
O Fogão terá duas molezas no Rio de Janeiro: Bahia, no domingo, e Ponte Preta, na outra quarta.

METRALHADORA NA MÃO

Então rapazes do Pacote: metralhem o time de Seedorf e Osvaldo de Oliveira nesta quarta-feira!!!
O cheiro de decisão é porque a vitória mexerá muito na tabela.
Se do Cruzeiro, colocará sete pontos na frente do vice-líder.
Se do Bota, diminuirá pra apenas um ponto a diferença entre ele e os azuis.
Por causa dessa situação, que Pacote nem pense em colocar seu time na retranca, atrás de empate em pleno Mineirão, onde o Cruzeiro ainda não foi derrotado.

CEARÁ POR MAIKE

Existe mais coisa por baixo da desvalorização e afastamento de Maike do time titular. Seu contrato vence em dezembro e o clube tem sérios problemas pra renovação.
Já Marcelo Oliveira, o Pacote, justifica a provável volta de Ceará por ser mais experiente e mais seguro, além de chegar bem à frente.
Conversa mole pra boi dormir.
Por um lado penso no problema contratual; por outro vejo que Pacote gosta de time de idade média alta ao contrário de sua fama de lançador de talento.

DIAS CONTADOS?

Já anunciei várias vezes que o Delegado/Presidente da FMF estaria com seus dias contados no cargo, ameaçado pela Justiça Comum. Deu em nada!
No entanto, leio na coluna do Chico Maia uma importante informação prestada pelo Antônio Silvestre Pereira, e concorrente ao cargo contra o Delegado.
Segundo ele informou ao Chico, "os dois recursos pendentes no Tribunal de Justiça de Minas Gerais que garantiam ao Sr. Paulo Schettino no cargo de presidente da FMF, juntamente com sua diretoria foram julgados improcedentes.
Portanto, - garante Silvestre - o Delegado já se encontra caçado (sic) em segunda Instância.

SUMIRAM COM PROCESSO

Conta, também, o Antônio Silvestre que : "a publicação das decisões foi dia 13/09. Valendo lembrar que, estão disponíveis no site do TJ/MG".
E mais: a decisão só não foi cumprida na sexta-feira pelo Juiz da Sexta Vara Cível de Belo Horizonte porque os advogados da FMF, em manobra não recomendada, pegaram o processo na carga e,  até a presente data não foi devolvido, impossibilitando assim, sua retirada do cargo através de Oficiais de Justiça".
Mas acrescenta: "Obtive informações que o Juiz decretou a busca e apreensão do referido processo. Assim, a decisão será cumprida nas próximas horas".
Trincheira: Talvez até esteja cumprida quando você degustar esta supimpa coluna.

TESTE BRAVO

Futebol tem umas coisas, dizia meu amigo e à época presidente do Esportivo de Passos, José Eustáquio de Oliveira, o Taquinho.
De fato. Outro dia mesmo, a torcida chiava com a falta de vitórias do Galo. Seis empates e enfiado na Z-4.
Agora continua invicto, mas a conotação é diferente: o time tem seis empates e quatro vitórias, sendo duas seguidas e uma delas fora de casa, contra o poderoso Grêmio.
E o melhor: longe da zona de rebaixamento, com 28 pontos.
Terá outra tarefa difícil nesta quarta-feira por causa da situação do São Paulo de Murici Ramalho.
O Galo tá em 10º lugar, enquanto o São Paulo é o primeiro time fora da Z-4 com 24 pontos. Também tá proibido de qualquer outra comemoração, por enquanto.
Nesse pedaço a coisa tá pra lá de enrolada, com um monte de times com 24 pontos,.
O Atlético ficou lá pelas bandas do Rio Grande à espera da partida no Morumbi. Vetado, apenas Guilherme que botou outra lesão muscular no seu histórico.
No mais, Cuca terá no Morumbi a mesma equipe de Porto Alegre.
Pior pra Murici Ramalho que, inclusive, achou exagerada a comemoração da mídia paulista pela saída do São Paulo da zona de rebaixamento.
Na sua palestra com os atletas tem dito que o time botou apenas uma perna do lado de fora, e qualquer vitória do Vasco e tropeço do SP, voltará pro buraco negro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.