segunda-feira, 23 de setembro de 2013

GOLEIRO CÁSSIO SALVA TIMÃO, MAS CRUZEIRO AUMENTA VANTAGEM COM DERROTA DO BOTA

Por enquanto, não se deve duvidar que a sorte de campeão acompanha o Cruzeiro.
O empate contra o Corinthians, no Pacaembu, não seria nada bom caso o Botafogo, segundo colocado, não tivesse perdido pro Bahia (2 a 1), de virada, em pleno Maracanã.
O Cruzeiro foi ajudado, também, pelos tropeços dos demais colocados no G-4, que empataram ou foram derrotados.
Exceto o Atlético Furacão, que derrotou a Ponte Preta ( 1 a 0), gol do interminável Paulo Baier. e subiu pra terceiro lugar com 41 pontos.

DIFERENÇA MAIOR

A diferença poderia ser maior ainda se numa das muitas chances desperdiçadas pelo ataque azul no primeiro tempo e por Julio Baptista no final do jogo a bola tivesse entrado.
Ou que o juiz tivesse dado o pênalti claro de Gil em Borges no período de maior domínio cruzeirense na etapa inicial. 
Interessante é que no jogo Cruzeiro 3 x Botafogo 0, no Mineirão, num lance igualzinho entre Bruno Rodrigo e Rafael Marques o soprador de apito Luiz Flávio Oliveira marcou pênalti. Seedorf chutou pra fora. No do Pacaembu, contra o protegido Curinthia, o juiz paranaense Felipe Gomes da Silva - quem sabe pra dar aquela mãozinha ao Furacão - não viu nada.

MEXIDAS NÃO AJUDAM
 
Marcelo também não gostou do time sem centroavante. 

As mudanças feitas por Marcelo Pacote no intervalo e no transcorrer do segundo tempo resultaram em nada.
Júlio Baptista, o primeiro a entrar, no lugar de Borges, figurou apenas e, ainda, perdeu a chance incrível no finalzinho.
Nem a entrada de Dagoberto no lugar de William deu o volume intenso do primeiro tempo, quando Cássio fez defesas incríveis - uma três pelo menos - e evitou gols quase certos.
Pra tentar arrumar o que errou ao tirar  Borges, e mandou Ricardo Goulart jogar de centroavante, onde rende pouco, Marcelo Pacote fez entrar o insosso Anselmo Ramon no lugar de Goulart. Piorou mais ainda.

BAHIA AJUDA

No entanto, no exato momento em que Júlio Baptista perdia o gol da vitória no Pacaembu, o Bahia fazia a virada sobre o Botafogo com o folclórico Obina, de cabeça, no Maracanã.
Então a diferença subiu pra oito pontos - Cruzeiro 50 e Botafogo 42.  Com a vitória sobre a Ponte ( 1 a 0) o Furacão é o novo terceiro colocado com 41 pontos.
O Grêmio, caiu pra quarto,ao empatar, sem gols, e subir pra 39 pontos.
Só não foi ultrapassado pelo arquirrival Internacional, porque o Colorado foi surpreendido e derrotado pela Portuguesa ( 1 a 0), em Nova Hamburgo.
Viram aí como tudo ajudou o time azul da Toca da Raposa? Vamos ver se a sorte continua do seu lado no jogo contra o Internacional, em Porto Alegre no final da semana.

EVERTON RIBEIRO

A Imprensa paulista que ignorava Everton Ribeiro no tempo em que ele jogou pelo Corinthians, da lateral esquerdo, teceu os maiores elogios ao meia cruzeirense. Chegou a pedir sua convocação pra posição que o Brasil está órfão. Disseram que é o melhor meia do futebol brasileiro, no momento. Não está de toda errada, apesar dos exageros. Viu Everton Ribeiro apenas contra o Curintia; nós o vimos jogar muito mais vezes. E bem melhor do que no Pacaembu. Voltou a pecar no toque a mais dentro da área ou na frente do goleiro. Pacote precisa corrigir este defeito dele, urgente!

 Foto de Alexandre Guzanshe - DA Press- EM


GALO COMEÇA ARRANCADA PREVISTA POR CUCA

Nas contas do técnico Cuca, a arrancada do Galo pra chegar ao G-4 e disputar o título do Brasileiro desde ano começou com a vitória por 2 a 1 sobre o Vasco da Gama, no Horto.
E terá sequência no domingo à noite quando recebe o Santos, também no Independência.
No início do jogo contra o Vasco, o Galo esteve como nos bons tempos da Libertadores. Ronaldinho Gaúcho e Fernandinho desarrumavam a defesa cruzdemalta.

 TOQUE GENIAL

Logo aos três minutos, Fernandinho abriu o placar. Tabelou com RG-10 e recebeu a bola na frente, após genial toque de calcanhar do armador.
Fernandinho ainda driblou Cris, que passou lotado e estatelou-se no chão e na saída de Michel Bastos deu de biquinho no canto direito. Belo gol!
Aos 20m, surgiu o segundo gol. Veio até atrasado diante do volume do Atlético. Fernandinho sofreu falta de Wendel, pela direita. Ronaldinho Gaúcho cobrou direto.
A bola deu ligeira raspada na chuteira do zagueiro Rafael e entrou. O juiz contrariou todos os critérios e gol contra de Rafael.

FRANGO DE VICTOR

Vantagem aumentada, jogo fácil e os jogadores tiraram o pé do acelerador contra a vontade de Cuca. Chance pro Vasco melhorar no segundo tempo e apertar o Atlético.
Como a partida ficou mais equilibrada. O Vasco teve boa chance com Marlone, num erro de Josué que  recuou mal a bola e Victor fez grande defesa.
Logo depois, Edmilson deu chute forte de longe. O goleiro alvinegro voltou impedir o gol adversário.
A posse de bola passou a ser maior do time carioca. Aos 27 minutos, Dakson cobrou falta de fora da área e Victor tentou encaixar a bola, que lhe passou por entre as pernas do goleirão.

RODADA NÃO AJUDOU COELHO

A 24ª rodada da série B não foi boa pro América. Caiu pro nono lugar ao lado de dois concorrentes sérios: Avaí e Ceará.
O Boa Esporte não ajudou e foi derrotado em Varginha por 2 a 1 exatamente pelo Ceará.
Nada acrescentou o empate em Itápolis, diante do Oeste (1 a 1), sexta-feira passada.
Não ajudaram também as derrotas do Paraná pro Figueirense (1 a 0) e do Joinville pro Avaí ( 2 a 1), concorrentes diretos do América na luta pelo retorno à Série A do Brasileiro.
Segundo o treinador Silas a única compensação é que a diferença com o quarto colocado caiu pra seis pontos.
Silas nem olha pros dois primeiros lugares, por achar que Palmeiras e Chapecoense estão com o acesso praticamente garantidos.
O técnico Silas promete time mais bem preparado pra enfrentar o Avaí no sábado, às quatro e vinte da tarde, no Independência.
Terá, finalmente, uma semana inteira, sem viagens e jogos, para ajustar sua equipe.
O treinador espera o retorno de jogadores importantes. o América perdeu o Kaio e o Alessandro pro jogo contra o Oeste devido a problemas físicos.
Já não contava, há bom tempo, com Nikão e Tiago Alves.

Na próxima partida, Silas espera contar com Alessandro e o Nikão de volta, além do Magrão com 100% de suas condições físicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.