quinta-feira, 31 de outubro de 2013

DEU NO BLOG DO CHICO MAIA, EM PRIMEIRA MÃO

Cruzeiro x Grêmio no Mineirão! Uai, não é que a minha “bola de cristal” estava certa!? -

NO dia 31 de outubro de 2013 às 14:28
O “trem” só demorou um pouco até que o Marin fosse alertado que estava perdendo o voto do Cruzeiro no candidato dele à sucessão na CBF.
Deve ter visto a bobagem que estava fazendo e voltou atrás.
Notícia do site da revista Placar:
* “CBF libera Cruzeiro para fazer jogo decisivo contra Grêmio no Mineirão".

FURO NA TRINCHEIRA
           
Que sacanagem, Chiquinho, precisava de dar este tremendo furo na Trincheira do seu velho amigo a quem você chama de Mestre?
Enquanto Chico Maia noticiava e comentava a decisão da CBF de liberar o Cruzeiro pra enfrentar o Grêmio, no Mineirão, eu falava justamente o contrário.
Informava que o Cruzeiro decidiria à tarde onde jogar contra o Grêmio, porque lhe fora negado o efeito suspensivo.
Chico Maia pegou a nova informação e a publicou às 14h28m. Querem saber por que levei esse furo do filho do saudoso seo Vicente?
Porque eu havia marcado encontro com ele exatamente pra esse horário em Beagá. Chico me deu o bolo. Eu estava na rua, vendendo meus livrinhos e ele no computador,
lá em Sete Lagoas.
Liguei às 14h45m pra ele a fim de saber que hora chegaria e se já estava em Beagá. Resposta dele: "Não sai de Sete Lagoas e nem vou a Beagá hoje".
Pronto estava consumado o furo do maior blog esportivo das Geraes sobre o segundo maior blog esportivo das Geraes.
Cai pra segundo, por causa deste furo. Antes estava empatado com ele em número de pontos, gols marcados, gols contra, nº de vitórias e saldo de gols.
Mas que valeu, valeu. Repórter bom tem que estar sempre antenado e essa é uma das grandes qualidades do "menino" Francisco Maia Barbosa Duarte.

RETIRADA À FRANCESA

Vou me retirar à francesa deste assunto de perda de mando de campo. A CBF levou sim em consideração a estratégia da venda antecipada do depto. jurídico celeste.
A complicação seria maior ainda se tivesse o clube de devolver os quase 40 mil ingressos vendidos.
Transferiu a punição pra partida Cruzeiro x Ponte, dia 17. Será em Varginha, no Estádio Dilzon Melo.

DOMINGO NA VILA

Neste domingo, o Cruzeiro terá dois reforços importantes: Nilton e Ricardo Goulart. O apoiador estará ao lado de Lucas Silva pra acertar um setor que foi muito mal contra o Criciúma.
Ceará continua como lateral direito e Egídio na esquerda, com Maike no banco. Marcelo Oliveira não se importa de arriscar seu pescoço em razão do momento.
Quem sai pra Ricardo Goulart voltar é William, que não foi bem nos últimos jogos. Dagoberto e Borges ficam no ataque.
Pacote crê que a experiência de seus "velhinhos" vencerá a juventude dos meninos da Vila. Aguardemos torcendo pra isso acontecer.

GROSSERIA DO GAUCHÃO

Que Felipão é grosseiro, mal-educado e está na posição errada, como técnico da Seleção, a maioria dos brasileiros sabe. Tem gente que gosta. Eu considero absurdo.
Acompanharam a grosseria dele na coletiva só porque o repórter da Folha fez-lhe uma pergunta sobre Diego Costa, numa analogia com o caso Deco, na Seleção lusa?
Felipão saiu no moço e fez ameaça de se levantar. Não se levantou, porque lembrou que é obrigação dele dar entrevista coletiva. Ganha pra isso.
Além de olhar pro lado e ver o educadíssimo Carlos Alberto Parreira sem nenhuma reação espalhafatosa. Sentadinho no lugar que lhe coube.


Com certeza, não sairia atrás de Felipão. Sabe que seria tremenda falta de respeito com a imprensa e com o público interessado nas notícias do escrete.
Só há um jeito de acabar com essas reações de Felipão. Um jovem repórter, forte, praticante de arte-marcial, se levantar e enchê-lo de porradas.

ROBINHO DE VOLTA

Gostei de ver Robinho de volta à Seleção. Pato e Lucas tiveram todas as chances do mundo e não corresponderam. Creio que Victor e Jô, também, ficarão por lá.
Victor, aliás, já está confirmado como titular no jogo contra Honduras, dia 16, em Miami. Jogará, também, parte do amistoso com o Chile, 19, em Toronto.
Felipão resolveu dar chance à Willian, meia de 25 anos, formado no Corinthians e que trocou o Anzhi pelo Chelsea nesta temporada por 35 milhões de euros.
Ficará no calcanhar de Oscar, seu companheiro no clube inglês.
Pra zaga,o distribuidor de camisas da Seleção chamou Thiago Silva, recuperado de uma séria lesão muscular, David Luiz e Dante.

DEDÉ E REVER FORA?

Luis Scolari, sem querer bater em nenhum repórter, explicou que procurou não prejudicar nenhum time que estivesse numa fase final de disputa no Brasileiro ou nas Copas do Brasil e Sul-Americana.
O caso do Marquinhos, que na joga Europa, trata-se de um teste.
Dedé ficou de fora da relação porque o Cruzeiro tá na reta final da conquista do título brasileiro; e Rever recupera-se de lesão.
Tá bem explicado. Quer dizer que os dois zagueiros têm, ainda, chances de aparecer nas futuras convocações e até de disputar a Copa do Mundo.

GALO NO HORTO

Se de um lado está o Galo, sem pretensões no Brasileiro, apenas cuidando de se preparar pro Mundial Inter Clube, e do outro o quase já rebaixado Náutico, isso não quer dizer que o Independência deva ficar vazio, sem a presença da Massa.
O jogo será neste sábado, às nove da noite, e os líderes do grupo atleticano fazem um apelo à torcida pra comparecer.
Segundo meu amigo Sinval Ladeira, atleticano roxo, após comprar quatro exemplares do meu livro "A Casa da Memória Uterina", nada mundo o tirará do Horto neste sábado. -"Acredito numa avalanche de belos gols".

JOGO MORMO

Quem pensa em jogo morno, tire o cavalinho da chuva. O sentimento dos jogadores atleticanos não é este. Principalmente de quem está de volta. Caso do meia Guilherme.
Li uma declaração de Guilherme e acredito no que disse. Conheço este moço e sei da sua personalidade. Guilherme quer ir a Marrocos e dará sua vida contra o Náutico.
"Pra mim será um jogaço -afirma o centroavante Jô ( menos Jô, menos) - porque esses sete jogos da reta final são as boas oportunidade de todos que querem mostrar seu potencial".
Ele conta com a presença da torcida atleticana no Horto, neste sábado. Já Diego Tardelli, por exemplo, apenas lamenta que a partida possa significar o rebaixamento do Náutico: "Temos que pensar na gente", afirmou o craque do Galo.

 

EFEITO SUSPENSIVO É NEGADO E CRUZEIRO JOGA CONTRA GRÊMIO A 100 KM DA CAPITAL

A estratégia do Departamento Jurídico do Cruzeiro não funcionou. Mesmo com a venda de quase 35 mil ingressos, o STJD negou efeito suspensivo pros celestes jogarem contra Grêmio, no Mineirão, dia 10.
A CBF definirá hoje ou amanhã quando o time de Marcelo Oliveira terá de cumprir a punição.
Esta decisão aumentou a indignação das demais torcidas contra a Máfia Azul, acusada de responsável pelos incidentes no clássico contra o Atlético.
A Máfia, no entanto, postou comunicado no Twitter, e o retirou rapidamente, negando qualquer envolvimento nos incidentes.  
As cenas gravadas pela PM e mostradas nas redes sociais e nos noticiários das televisões mostram torcedores com a camisa da Máfia.
Do jeito que se defendeu no documento publicado, apesar das gravações, a Máfia quer que apenas pareça ser, sem, contudo, realmente ser. Incrível, né?

LONGE DA CAPITAL

A diretoria do Cruzeiro ouvirá o técnico Marcelo Pacote Oliveira, Comissão Técnica e jogadores, além de pitaqueiros de plantão, sobre o local do jogo contra o Grêmio.
Terá de jogar num estádio distante da Capital no mínimo 100 km. Outra opção seria o Parque do Sabiá, em Uberlândia, que dista 500 km de Beagá.
A dificuldade maior é o estado dos gramados do Melão, em Varginha, e do Ipatingão. Nos dois locais, os azuis teriam grande apoio de torcedores da região. Em Uberlândia jogará num campo, realmente, neutro, até sem torcedores na maioria.
No caso específico de Ipatinga a informação é que o estádio tá totalmente abandonado.
No Melão, a situação melhora bastante em razão do estádio ser usado nos jogos da Série B pelo representante da cidade, o Boa Esporte.

SEM PREJUÍZO

"Ninguém será prejudicado, nenhum torcedor que comprou ingresso terá prejuízo, o prejuízo é do clube- técnico e financeiro. Todo torcedor que adquiriu ingresso poderá passar para o jogo contra a Ponte Preta ou, se quiser, terá a devolução do valor".
"Como foi compra no cartão, o Cruzeiro já estava preparado para fazer os cancelamentos”, garantiu o diretor de futebol, Alexandre Mattos.
O diretor-jurídico do clube, Fabiano Oliveira Costa, comentou a decisão:
A gente respeita a decisão, mas não concorda. O Cruzeiro cumpriu com todos os requisitos, não só para não ser condenado, mas para obter o efeito suspensivo.
"Na próxima semana, haverá julgamento do nosso recurso, mas a pauta foi esvaziada, uma vez que, mesmo que o clube seja absolvido, terá que cumprir uma punição”.

VOLTA DE RICARDO

Ricardo Goulart foi liberado pelo DM da Toca pra iniciar a preparação física após recuperar-se da lesão muscular na panturrilha esquerda.
Tenta ganhar condições de enfrentar o Santos, domingo, na Vila Belmiro.
É um dos titulares inegáveis no time de Marcelo Pacote. Penso ser prematuro voltar com ele na Vila Famosa. A experiência de Júlio Batista pode contar mais nesse jogo.
Nada disso me preocupa, porque o elenco celeste é bom. Não em todas as posições. Por exemplo, outro zagueiro à altura de Bruno Rodrigo que não joga em Santos.

FACEBOOK  -

Carlos Felipe escreveu: "Eu queria ir, mas estava com uma palestra programada há muito tempo, para um grupo de Terceira Idade. Mas quero adquirir o livro , mesmo porque acabo de ler o "Marias Chuteiras", que achei genial pela ideia que você teve de colocar mulheres na vida dos jogadores. Excelente. Só poderia ser escrito por quem conhece, melhor do que ninguém, os meandros do futebol."
Trincheira:  meu caro Carlos Felipe, o desabafo meu no Facebook foi à meia-noite, logo após o evento. Não pretendia estendê-lo ao mundo, como alguns amigos pensaram. Nem sei bem porque o escrevi. Penso desculpas a todos. Besteira pura. Você, claro, está fora de qualquer lista de candidatos à tal carapuça. Abraços.

SEMIFINAIS DA COPA

Eu diria que o resultado de 1 a 0 pro Atlético Furacão sobre o Grêmio, em Curitiba, não foi legal pro Cruzeiro. Direis: são duas competições diferentes!
Certo. Mas se o Grêmio for eliminado na Copa do Brasil virá como boi bravo pra cima dos celestes, atrás da vaga na Libertadores que lhe escapou na Copa do Brasil.
Convém lembrar o que tá comentado lá em cima. O Cruzeiro joga fora do Mineirão, punido pelo STJD.
Em Goiânia, o tal de Selene meteu a mão no Goiás e não deu pênalti cabeludo em favor dele, no final da partida, quando o Flamengo já vencia por 2 a 1.
Paulinho abriu a contagem pro Mengão, aos 26m, num golaço. Vitor empatou aos 39m. E Chicão, de falta, fez o gol de falta, aos 41m. Tudo no primeiro tempo.
Os jogos de volta-  Flamengo x Goiás; Grêmio x Atlético Furacão - serão jogados na próxima quarta-feira, dia seis.

SP SUA, MAS VENCE

São Paulo e Atlético Nacional, da Colômbia, fizeram no Morumbi um senhor jogo pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Os paulistas venceram por 3 a 2.
Só que este placar não foi legal pro time de Murici Ramalho. Na Sul-Americana, o critério de gols na casa do adversário conta pra efeito de desempate.
Os colombianos jogam pela vitória simples na partida de volta em Bogotá.

DIEGO POR DIEGO

Se um Diego, o Costa, não quer e não vem mais pra Seleção, um outro Diego, o Tardelli, tá na maior expectativa pela convocação desta quinta-feira.
O Brasil fará amistosos dia 16, em Miami, contra Honduras, e dia 19, em Toronto, contra o Chile.
Depois, Felipão passa a régua e fecha a relação, que na próxima vez será aquela definitiva pra Copa do Mundo no Brasil. Tardelli neles, Felipão!

LEÃO URRA FORTE

O novo presidente do Villa Nova, Anísio Clemente, o Anisinho, já se pôs em campo pra reforçar o Leão no Mineiro do próximo ano.
O Leão já acertou com três reforços: Mancini, 33 anos, ex-Atlético e vários times italianos; Ferrugem, ex-Atlético, também de 33 anos, e Geovani, ex-Betim.

Muito bem, Anisinho, e o Estádio Castor Cifuentes, muda alguma coisa e continuará fora dos padrões normais pro futebol. Ou seja, um curral mal cuidado!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

SER AMERICANO É ASSIM: NÃO SE SABE QUANDO SOFRE, OU QUANDO TEM ALEGRIA.


Roberto Carlos Taveira - o nome próprio uma homenagem do pai Chiquito, fanático com futebol, ao ex-lateral da Seleção pentacampeã - e de carinhoso apelido "Bebeto" não cabia em si de alegria.
Aos 12 anos, pela primeira vez ia um jogo do América, time do coração do pai, do avô e da maioria dos familiares. Estava embasbacado.
"Papai, não dizem que o América não tem torcida, por que, então, o estádio tá cheio?", perguntou ao pai, sentado ao lado.
"Sei lá, filhão, são coisas que só acontecem com o América", foi a única resposta que Chiquito conseguiu imaginar.
Realmente, certas coisas só acontecem ao América.
Foi um pulo da surpresa e da alegria do Independência quase tomado por cerca de 12 mil torcedores à decepção de nova derrota em casa.- Paysandu 1 a 0.
O Coelho de Bebeto caiu pra oitava posição, com 48 pontos.
Se vence o Paysandu, que luta pra não cair, subiria pra junto do G-4. 
E olha que o campeonato chegou à 32ª rodada, ou seja, é a corrida final na briga por uma das duas vagas que restam pra volta à elite.

DERROTAS EM CASA

A sexta derrota do América no Horto não permite nenhuma análise lógica, a não ser admitir a pressão dos próprios torcedores, no estádio cheio.
Que essa nova experiência enervou os atletas americanos, acostumados à pressão contrária, como visitantes, nos estádios cheios de torcedores adversários.
Nesses casos, o América tem vencido.
Nesta sexta-feira, o Coelho recebe o ASA de Arapiraca. Da mesma forma que o Paysandu, luta pra não cair.
Não terá a torcida, do garoto Bebeto. Ao terminar a partida, olhos lacrimejando, abraçou a perna do pai, também triste, e comunicou:
"Papai, vou trocar de time".
E o, também, decepcionado pai/torcedor, já chorando, suplicou:
"Faz isso comigo não, filhão. Me dê outra chance. Ser americano é assim, a gente não sabe quando sofre, nem quando tem alegria". Cai o pano.

HOMENAGEM AO ELI

O texto acima é homenagem azeda ao meu contador Eli, que após virar o mundo de cabeça pra baixo a fim de conseguir permissão legal pro lançamento do meu livro na Livraria Leitura, do Pátio Savassi, não compareceu ao evento.
Preferiu ir ao Horto, maquininha de calcular na mão, torcer pela vitória do seu América. Segundo ele, quase já garantido na Série A. Castigo, Eli, castigo.

PERDA DE TEMPO

Gastaram-se papel, energia, tempo, espaço na internet, pra se discutir a novela Diego Costa na Seleção.
Perguntem pra maioria do povo brasileiro: quem é o distinto e mais de 80% responderão - "Sei lá".
Por que Felipão, Parreira e a cartolagem da CBF não discutiram como arrumar uma vaga pra Diego, porém Tardelli, na família Scolari?
Este Diego, todos veem aqui e sabem de seu potencial. Tem jogado muito e merece a chance dada a outros atleticanos na Seleção.
Diego Costa, do Atlético de Madrid, quer mesmo é jogar na Seleção Espanhol, a Fúria campeã do mundo. Acredita mais no bi deles no que no hexa brasileiro.

DIEGO CORTADO

O secretário geral da CBF, Júlio César Avelleda, recebeu comunicado da Real Federação Espanhola de Futebol colocando ponto final na discussão sobre Diego.
 Nesta terça, 29 de outubro, o jogador hispano-brasileiro Diego da Silva Costa esteve no cartório Serrano 30, onde registrou documento em que manifesta sua intenção de jogar na seleção espanhola de futebol.
Felipão que havia convocado Diego Costa antecipadamente pra evitar falatório, caiu do cavalo.
Imediatamente, o nome dele foi retirado dos amistosos contra Honduras e Chile, nos dias 15 e 19 de novembro.
Será que Vicente Del Bosque vai convocá-lo pra Fúria Espanhola?
Que pergunta mais idiota! Não tenho nada com isso. A Espanha tem amistosos contra angola e África do Sul. Del Bosque que convoque quem quiser, pô!

QUE GELADA, ADILSON!

O moço Adilson Batista, gente boa, mas treinador insuportável, de currículo promissor e depois sofredor, entrou numa tremenda gelada ao assumir o Vasco da Gama.
Já estreia sábado, contra o Coritiba, de novo embalado, num campo estranho, em Macaé. É aposta alta, desesperada, do técnico que anda desempregado.
Tanto a decisão de Adilson Batista, como a de Roberto Dinamite, presidente do clube, foram motivadas pelo desespero.
Dificilmente o Vasco da Gama escapa do descenso. Só no milagre. Adilson entrou nessa porque seu espaço no futebol brasileiro está raro. Ninguém o quer mais.
Adilson não realiza trabalho com bons frutos desde que deixou o Cruzeiro, em junho de 2010. Com 45 anos, o profissional acumulou passagens por diversos clubes brasileiros.

É O QUE DISSERAM...

Antonio- 29 de outubro de 2013 11:54- (extraído do meu blog):
"Flavio, voltando ao assunto do Bob Faria. O pai Osvaldo Faria defendia o futebol mineiro até debaixo d'água. Esse seu filho já foi contaminado pela mídia estrangeira (carioca e paulista) e nunca vai ter a competência do pai. Flavio, parabéns pelo comentário do jogo entre Cruzeiro e Criciúma. Eu bati palmas".
Trincheira: Antônio, não sejamos tão duros com o Bob. É inteligente, capaz, estudioso, tem boa postura. Essa questão de superar a competência do pai, nenhum filho quer isso. Cada qual no seu cada qual. Abraços.

BALANÇOU E NÃO CAIU

Luxemburgo esteve na marca do pênalti. Mas, com aquela lábia especial, convenceu o presidente do Fluminense a manter-se no cargo até o clássico contra o Flamengo.
Digamos que saiu na marca penal e subiu no telhado. Se não vencer o clássico, nem Santo Expedito evitará sua queda lá do alto.

OLHO NA COPA DO BRASIL

O torneio mais democrático do futebol caboclo entra na fase semifinal. Além de Goiás x Flamengo, esta quarta-feira programou, também, Atlético Furacão x Grêmio.
Sobre estes jogos, vou falar depois. Escrevo antes deles. Mas o cheiro é de Flamengo x Grêmio nas finais. Não existe a história de que não se deve deixar o Flamengo chegar?

TORCIDA CONTRA

Exceto os são-paulinos e cruzeirenses , os demais times de olho no G-4 do Brasileiro torcem pelo insucesso do time de Murici Ramalho na Copa Sul-Americana.

Motivo: se o São Paulo vencer a competição, o G-4 do Brasileiro passa a ser G-3, ou até G-2 por causa da disparada do Cruzeiro. 

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

CRUZEIRO ESPERA PRA SEMANA RESPOSTA DO STJD SOBRE PERDA DO MANDO DE CAMPO



Enquanto o Galo faz treinos de luxo no Campeonato Brasileiro, com a vaga na Libertadores já garantida 

pra 2014, e apenas está de olho no Mundial inter Clubes em dezembro, no Marrocos, a atenção maior 

desta Trincheira volta-se pro Cruzeiro.
Com a goleada sobre o Criciúma os azuis têm agora 99,9%  de chances de ganhar antecipadamente o título brasileiro. O momento, entretanto, exige atenção, quanto aos três  duros próximos jogos:  contra Santos, Grêmio e Vitória.
Por causa disso é que a diretoria tem trabalhado fora de campo pra corrigir as besteiras que torcedores fizeram no clássico do Independência, atirando bombas nos atleticanos. O time tomou multa e a perda de um mando de campo no Brasileiro. O STJD já determinou que seja cumprida tal perda contra o Grêmio, jogo chave na reta final.

RECURSO CELESTE

O Cruzeiro protocolou, nesta segunda-feira, no STJD, o pedido de efeito suspensivo da punição aplicada. A cartolagem tá com fé no sucesso. A Trincheira, não.
O diretor jurídico do Cruzeiro, Fabiano Oliveira Costa, acredita que o Tribunal dê resposta favorável entre 48 a 72 duras.
Fui advogado e, como autor, sei que a gente sempre acredita. Só que não é bem assim, por melhor que seja nossa defesa, como é a do Cruzeiro.
O novo julgamento do Tribunal Pleno, que é a última instância, ocorrerá somente na próxima semana, antes do jogo contra o Grêmio.
Na fundamentação principal cruzeirense, o Jurídico afirma que o clube já vendeu mais de 35 mil ingressos pra partida; assim acredita que a punição sairá dela pra outro jogo.
Sei não. Não acontecendo, o Cruzeiro terá de devolver todo dinheiro arrecadado com a venda antecipada pro jogo contra os gaúchos.
Na verdade, trata-se de uma estratégia pra evitar que a partida saia do Mineirão. É difícil, mas tomara que cole.

É O QUE DISSERAM...

José Carlos Carlinhos - BH - "A perfeição é coisa só de Deus,mas ouso em dizer que seu comentário de Cruzeiro x Criciúma, foi perfeito.Seu desabafo foi exatamente tudo que qualquer cruzeirense gostaria de dizer,porém,nos faltaria sua capacidade de expressão.Parabéns,obrigado, um grande abraço e tenho sentido falta de receber seus comentários.
Trincheira: Obrigado, Carlinhos. O coluna segue normalmente todos os dias pelo endereço que tenho. Vou averiguar.

Neuber Soares - BH - "@fganselmo Tudo que seu mestre mandar, faremos todos...!!! Entre manter o emprego e..., bem deixa pra lá..."  
Trincheira: Como jornalista do meio, né Neuber, você sabe bem como é. Apareça sempre. Um bração!


Francis Bicca - BH - " Flávio, depois da vitoria do cruZeiro eu acompanhei todo noticiário esportivo do Sportv bem como hoje o Globo Esporte. E seguindo a tendência de ha 3 Bem, amigos, a mídia Rio SP está sim boicotando o Cruzeiro,ou melhor, como sempre, boicote à Minas".

Cristiano Lamego - Superintendente Executivo do SindBebidas - BH "Caro Flávio Anselmo, desejo sucesso ao novo livro. Me lembro quando fizemos o lançamento do livro “Marias Chuteiras” no Minas Bier Fest. Ainda bem que tomou gosto pela literatura pois quem ganha somos nós leitores, ávidos por obras literárias de sucesso como as suas".
Trincheira: Que bom que você reapareceu, Cristiano!


Fábio Paceli - meu mano - de Brasília - "Flageraldo, sobre esses dois parágrafos:
"Ah, voltemos aos meus dois amigos do Sportv. Me desviei do assunto: sugestionado por Luiz Carlos Junior, o comentarista Bob Faria achou injusta a expulsão de Sueliton, lateral do Criciúma, fator preponderante na virada cruzeirense. Errado.
A expulsão foi justa; ele mereceu o cartão amarelo por derrubar o cruzeirense que saia em contra-ataque, e como era o segundo amarelo recebeu o vermelho."
Esse narrador é meio chatinho, fala demais e grita muito, mas  discordo de você - o que raramente acontece - em relação ao cartão para o Sueliton:  o juiz errou feio. Vi o lance e não houve nada. Foi uma ajudinha pro Cruzeiro que não estava, nem está precisando disso, pois já botou a mão na taça faz tempo.Bração, Paceli ".
Trincheira: Esta é uma coluna democrática, que aceita, normalmente, até opinião de atleticano. Que, diga-se de passagem não é doente.
Altamiro Fernandes Cruz - BH - diligente oficial de nossa centenária PM - " Você se esqueceu de falar na importância da entrada do menino Elber. A velocidade e a beleza do cruzamento no gol do Borges foram de fundamentais. Importância para que o menino - mais uma vez - se consagrasse!
Dê um puxão de orelhas no Pacote. Essa meninada está "voando baixo" na busca do seu - já merecido - espaço no Time Estrelado. Tem alguns "medalhões" (apagados "astros") que estão ocupando - graças ao nome - o espaço de quem já se faz merecedor - de há muito!
Outro "esquecimento" que notei na sua excelente crônica foi a não divulgação da beleza do gol do "DaGOLberto". A tabelinha entre o Everton Ribeiro (Ele deu um passe de calcanhar.) e o DaGOLberto - que "bateu de prima" sem deixar a redondinha tocar no gramado - foi algo de sensacional pela sua beleza plástica desde o início da jogada à sua complementação.
Foi um gol (Como diria o "mineirin".): -"Bão dimais da conta, sô"!
Trincheira: Aceito os puxões de orelhas que levei. Esqueci de falar sobre a entrada de Elber, por quem torço muito e o defendo na equipe titular do Cruzeiro. Como, também, me esqueci de falar da jogada do segundo gol, uma pintura, o passe de calcanhar aéreo de Everton e o chutaço de Dagoberto. Só não posso puxar mais as orelhas do amigo Pacote, sob risco de arrancá-las. Posso descansar, meu Tenente?
 Sidney ouvinte (13:40)-  BH - " Amigo, criticar o povo do Sportv está certo, mas que o juiz ajudou o Cruzeiro não tenha duvida. Esta sua fala de hoje , você se misturou aos profissionais do Sportv, virou torcedor doente".
Trincheira: Meu Bom. Sidney escreve a respeito de minha opinião no Jogada de Classe, da TV Horizonte. Não tenho como respondê-lo lá, respondo aqui: sou doente, realmente, quando se trata do futebol mineiro.
Otrodia, fui taxado de atleticano doente, porque estava ao lado do Galo na Libertadores. Agora sou torcedor doente, por estar em favor do Cruzeiro.
Tem problema, não. Pode continuar xingando, só não deixe de me ver na TV ou ler minhas colunas. Abraços




Os posts do @chicomaiablog conseguem ser mais cruzeirenses que os do @fganselmo, que é cruzeirense declarado. Trincheira: tomou Chico Maia!
Tonico de Ibirité - BH - " A competição perdeu o sentido...Cruzeiro já se sabe que será o campeão, com todos os méritos, ótimos jogadores e técnico inteligente... Melhor assim : Rio e São Paulo vão ter que tirar seus chapéus pra Minas Gerais!!! Tão certo o nosso time mineiro campeão do Brasil que perdeu a graça a disputa!!! Quanto ao Galo, veremos...tá querendo o que? Uma incógnita...mas se deixar passar a chance de ser campeão em dezembro, vai ser duro de engolir!!!
Bob Faria, compartilho da opinião do comentarista Flávio Anselmo, que ouço há anos...Tenha e mantenha sua opinião própria, não se deixe envolver nunca! Vc é excelente e tem seu público, principalmente aquele que não tem acesso ao SPORT TV e  pode te ver e ouvir através da Globo! Analise por vc...é o que interessa ao público que te ouve!



domingo, 27 de outubro de 2013

ATÉ TU, BOB?




 Penso que o narrador do Sportv, Luiz Carlos Júnior, menino bom, educado, com o qual tive excelente convivência por cinco anos, ou até quando me tolerou a arrogância do marmota do Manduca, filho do saudoso poeta da bola, Armando Nogueira, queira criar na emissora uma só linha de conceito: a sua.  
Ele não era assim. Fiz  centenas de jornadas como seu comentarista e não captei nele nenhum porte de soberba, que me levasse a emitir opiniões iguais às suas, como faz agora atrás daqueles sorrisos forçados que demonstra atualmente.
Talvez porque naquela época ele estivesse, ainda, em início da carreira, vindo de Brasília. Bem longe do deslumbramento e do estrelismo de quem se acha a cara do Sportv.

CAMINHO ERRADO

Tenho o maior respeito por opiniões diferentes das minhas. Só não aguento o cinismo. No jogo contra o Criciúma, Luiz Carlos, como faz com Lédio Carmona, induziu Bob Faria - outro menino que prezo bastante, porque fui amigo de seu  pai e o vi crescer na imprensa como excelente comentarista-  a cometer erros de opiniões parciais.
Como não deixa ninguém falar, Luiz Carlos Júnior tece, feito perigosa aranha, uma teia de opiniões contrárias ao sucedido e induz o comentarista a acompanhá-lo.
Resultado: ele e Bob formaram impressionante dupla de secadores do Cruzeiro.

TIRO NÁGUA

A desnecessária tentativa de comprometer a arbitragem como responsável pela virada de 5 a 3 do Cruzeiro sobre o Criciúma foi tiro nágua.O Cruzeiro venceu por 5 a 3, sem ajuda da arbitragem como os dois sugeriram o tempo todo.
Além disso, porque os deuses estão com os azuis, uma nova combinação favorável de resultados,  abriu  a vantagem de 12 pontos sobre o Botafogo, novo vice-líder, que derrotou o Galo, no Maracanã, por 1 a 0.
O Fogão passou o Grêmio, goleado pelo Coritiba,  no Couto Pereira (4 a 0) no saldo de gols, ambos com 53 pontos. Com os mesmos 53, o Atlético Furacão, que empatou (1 a 1) com o Bahia, em Salvador, e ocupa o quarto lugar, com o Goiás nos calcanhares.
Ou seja, por mais que os secadores gritem, esbravejem, não adianta. Os próprios adversários querem que o Cruzeiro seja tricampeão brasileiro, antecipado.

VIRADA NO CORAÇÃO

No que o Cruzeiro abriu 2 a 0, antes dos 10m, imaginei goleada pra espantar os maus fluídos de vez. Só que veio a reação dos barrigas verdes e a virada pra 3 a 2, em apenas 20 minutos.  
Me lembro de ter xingado às alturas o técnico Marcelo Pacote Oliveira pelas escalações de Ceará, Léo e Egídio.
Os três gols relâmpagos do Criciúma nasceram em cima deles. E de Fábio foi atrasado no gol de falta. Só que este tem crédito de sobra e pode falhar até o final do torneio.
Não é por falta de aviso: há tempos tenho dito que é absurdo Maike na reserva do Ceará e Egídio como titular. Só que do lado de Egídio, elenco não tem outro.
No caso de Léo, tem o menino Wallace, de estilo mais próximo ao de Bruno Rodrigo.
Se Marcelo não tivesse tanto receio de lançar gente nova, o ideal seria formar a defesa com três zagueiros - Dedé, Caveirão e Wallace.
Na volta de Bruno, tira o Caveirão e mantém os outros. Com Wallace na vaga de Egídio.

TURMA DO CHINELINHO

A reação do Cruzeiro no segundo tempo passou pela união do grupo e pela bronca nos vestiários.
Os 40 mil torcedores, decepcionados com o primeiro tempo, provocaram alguma mudança de postura dos chamados veteranos.
A turma do chinelinho sentiu que a hora exigia responsabilidade. Colocaram o coração na ponta das chuteiras. Chegava o momento de preparar a equipe da fotografia do título e da festa final do caneco. Não poderiam ficar de fora.

QUALIDADES ESCONDIDAS

Negar as qualidades individuais de Dagoberto e Borges é mijar no túmulo da sabedoria.
Quando os dois sentiram que a vaca ia pro brejo, com chifre e tudo,  e que a derrota pro Criciúma daria imenso prejuízo ao Cruzeiro decidiram jogar.
E como jogaram! Cada qual no seu papel tático. Borges, atacante fundo de campo, foi pra perto da meta adversária e marcar dois gols de oportunismo.
Dagoberto entrou na função de ajudar na marcação e puxar contra-ataques pela esquerda.
E, claro, de excelente finalizador de fora da área: marcou o gol desta forma e fechou sua atuação com a outra qualidade que lhe sobra: cobrar bem penalidades máximas.
Apenas Everton Ribeiro não precisou ser despertado. Já vinha de primeiro tempo muito bom, com gol e assistência.

VOLTEMOS AO SPORTV

Ah, voltemos os meus dois amigos do Sportv. Me desviei do assunto: sugestionado por  Luiz Carlos Junior, o comentarista Bob Faria achou injusta a expulsão de Sueliton, lateral do Criciúma, fator preponderante na virada cruzeirense. Errado.
A expulsão foi justa; ele mereceu o cartão amarelo por derrubar o cruzeirense que saia em contra-ataque, e como era o segundo amarelo recebeu o vermelho.
O juiz Hilton sei lá o quê Sampaio é ruim de fazer gosto, concordo. Mas não agiu premeditadamente, como deixaram entender. A falta existiu, sim senhores!
A expulsão do atleta do Criciúma não foi fundamental coisa alguma na virada cruzeirense. Contou, realmente, a voracidade e a vontade de vencer demonstradas pela equipe no segundo tempo.
As mesmas que teve  no início do jogo e que, por soberba, tirou-as do foco, permitindo a reação dos catarinenses por 20m, suficientes pra fazer 3 a 2.

CARA DE GOLEADA

Convém lembrar que após fazer 2 a 0, o Cruzeiro esteve perto dos 3 ou dos 4. Aí afrouxou a marcação, descuidou-se e levou três.
Voltou aceso, com Dagoberto e Borges, mais Everton Ribeiro jogando muito e despachou o Criciúma por 5 a 3.
Se estivesse com 11, levaria a goleada, também. E mais:  o pênalti do quinto gol existiu e antes não houve falta alguma de Júlio Baptista.
O Cruzeiro do segundo tempo, comandado desde o início por Everton Ribeiro, com Maike na direita, Lucas Silva multiplicando-se sozinho no meio, e Júlio Baptista (se Ricardo Goulart ficar de fora).
É o que a torcida gostaria de ver nos três jogos - Santos (fora), Grêmio (casa) e Vitória (fora) nos três jogos que separam a equipe do título de 2013
Agrade ou não, a dupla de secadores do Sportv.

PACOTE VIU JOGO

Tá bom, Pacote escalou mal o time com a insistência de Egídio, Léo e Ceará. Foi bem nas alterações durante a partida e na conversa rápida do vestiário.
Jogou a responsabilidade nas costas deles. Manteve Borges até o fim, porque foi bom psicólogo e sabia que o goleador estava pra explodir, forçado pelas pressões externas. Falou no ouvido dele: "Nós vamos virar esta partida e você tem tudo pra ser nosso herói. Agora é o momento de você e Dagoberto usarem suas experiências". Não deu outra!
Cada próximo jogo pro técnico Marcelo Oliveira será a decisão do título. São partidas complicadas e muito difíceis: o Santos na Vila Belmiro, o Grêmio humilhado pela goleada sofrida diante do Coritiba e o Vitória em busca de vaga no G-4 cheio de moral após derrotar o Fluminense ( 3 a 2) no Maracanã.

GALO DERROTADO

Treino de luxo. É assim que o Atlético tem de encarar a sua participação no restante do campeonato brasileiro. A derrota (1 a 0) pro Botafogo tem que ser encarada desta forma.
O jogo foi ruim, os cariocas tinham objetivo e o Galo apenas o cumprimento de tabela. Seu negócio mesmo até dezembro é a preparação pro Mundial. Neste próximo final de semana o Atlético recebe o Náutico, no Independência. Outro treino de luxo!