quarta-feira, 30 de outubro de 2013

SER AMERICANO É ASSIM: NÃO SE SABE QUANDO SOFRE, OU QUANDO TEM ALEGRIA.


Roberto Carlos Taveira - o nome próprio uma homenagem do pai Chiquito, fanático com futebol, ao ex-lateral da Seleção pentacampeã - e de carinhoso apelido "Bebeto" não cabia em si de alegria.
Aos 12 anos, pela primeira vez ia um jogo do América, time do coração do pai, do avô e da maioria dos familiares. Estava embasbacado.
"Papai, não dizem que o América não tem torcida, por que, então, o estádio tá cheio?", perguntou ao pai, sentado ao lado.
"Sei lá, filhão, são coisas que só acontecem com o América", foi a única resposta que Chiquito conseguiu imaginar.
Realmente, certas coisas só acontecem ao América.
Foi um pulo da surpresa e da alegria do Independência quase tomado por cerca de 12 mil torcedores à decepção de nova derrota em casa.- Paysandu 1 a 0.
O Coelho de Bebeto caiu pra oitava posição, com 48 pontos.
Se vence o Paysandu, que luta pra não cair, subiria pra junto do G-4. 
E olha que o campeonato chegou à 32ª rodada, ou seja, é a corrida final na briga por uma das duas vagas que restam pra volta à elite.

DERROTAS EM CASA

A sexta derrota do América no Horto não permite nenhuma análise lógica, a não ser admitir a pressão dos próprios torcedores, no estádio cheio.
Que essa nova experiência enervou os atletas americanos, acostumados à pressão contrária, como visitantes, nos estádios cheios de torcedores adversários.
Nesses casos, o América tem vencido.
Nesta sexta-feira, o Coelho recebe o ASA de Arapiraca. Da mesma forma que o Paysandu, luta pra não cair.
Não terá a torcida, do garoto Bebeto. Ao terminar a partida, olhos lacrimejando, abraçou a perna do pai, também triste, e comunicou:
"Papai, vou trocar de time".
E o, também, decepcionado pai/torcedor, já chorando, suplicou:
"Faz isso comigo não, filhão. Me dê outra chance. Ser americano é assim, a gente não sabe quando sofre, nem quando tem alegria". Cai o pano.

HOMENAGEM AO ELI

O texto acima é homenagem azeda ao meu contador Eli, que após virar o mundo de cabeça pra baixo a fim de conseguir permissão legal pro lançamento do meu livro na Livraria Leitura, do Pátio Savassi, não compareceu ao evento.
Preferiu ir ao Horto, maquininha de calcular na mão, torcer pela vitória do seu América. Segundo ele, quase já garantido na Série A. Castigo, Eli, castigo.

PERDA DE TEMPO

Gastaram-se papel, energia, tempo, espaço na internet, pra se discutir a novela Diego Costa na Seleção.
Perguntem pra maioria do povo brasileiro: quem é o distinto e mais de 80% responderão - "Sei lá".
Por que Felipão, Parreira e a cartolagem da CBF não discutiram como arrumar uma vaga pra Diego, porém Tardelli, na família Scolari?
Este Diego, todos veem aqui e sabem de seu potencial. Tem jogado muito e merece a chance dada a outros atleticanos na Seleção.
Diego Costa, do Atlético de Madrid, quer mesmo é jogar na Seleção Espanhol, a Fúria campeã do mundo. Acredita mais no bi deles no que no hexa brasileiro.

DIEGO CORTADO

O secretário geral da CBF, Júlio César Avelleda, recebeu comunicado da Real Federação Espanhola de Futebol colocando ponto final na discussão sobre Diego.
 Nesta terça, 29 de outubro, o jogador hispano-brasileiro Diego da Silva Costa esteve no cartório Serrano 30, onde registrou documento em que manifesta sua intenção de jogar na seleção espanhola de futebol.
Felipão que havia convocado Diego Costa antecipadamente pra evitar falatório, caiu do cavalo.
Imediatamente, o nome dele foi retirado dos amistosos contra Honduras e Chile, nos dias 15 e 19 de novembro.
Será que Vicente Del Bosque vai convocá-lo pra Fúria Espanhola?
Que pergunta mais idiota! Não tenho nada com isso. A Espanha tem amistosos contra angola e África do Sul. Del Bosque que convoque quem quiser, pô!

QUE GELADA, ADILSON!

O moço Adilson Batista, gente boa, mas treinador insuportável, de currículo promissor e depois sofredor, entrou numa tremenda gelada ao assumir o Vasco da Gama.
Já estreia sábado, contra o Coritiba, de novo embalado, num campo estranho, em Macaé. É aposta alta, desesperada, do técnico que anda desempregado.
Tanto a decisão de Adilson Batista, como a de Roberto Dinamite, presidente do clube, foram motivadas pelo desespero.
Dificilmente o Vasco da Gama escapa do descenso. Só no milagre. Adilson entrou nessa porque seu espaço no futebol brasileiro está raro. Ninguém o quer mais.
Adilson não realiza trabalho com bons frutos desde que deixou o Cruzeiro, em junho de 2010. Com 45 anos, o profissional acumulou passagens por diversos clubes brasileiros.

É O QUE DISSERAM...

Antonio- 29 de outubro de 2013 11:54- (extraído do meu blog):
"Flavio, voltando ao assunto do Bob Faria. O pai Osvaldo Faria defendia o futebol mineiro até debaixo d'água. Esse seu filho já foi contaminado pela mídia estrangeira (carioca e paulista) e nunca vai ter a competência do pai. Flavio, parabéns pelo comentário do jogo entre Cruzeiro e Criciúma. Eu bati palmas".
Trincheira: Antônio, não sejamos tão duros com o Bob. É inteligente, capaz, estudioso, tem boa postura. Essa questão de superar a competência do pai, nenhum filho quer isso. Cada qual no seu cada qual. Abraços.

BALANÇOU E NÃO CAIU

Luxemburgo esteve na marca do pênalti. Mas, com aquela lábia especial, convenceu o presidente do Fluminense a manter-se no cargo até o clássico contra o Flamengo.
Digamos que saiu na marca penal e subiu no telhado. Se não vencer o clássico, nem Santo Expedito evitará sua queda lá do alto.

OLHO NA COPA DO BRASIL

O torneio mais democrático do futebol caboclo entra na fase semifinal. Além de Goiás x Flamengo, esta quarta-feira programou, também, Atlético Furacão x Grêmio.
Sobre estes jogos, vou falar depois. Escrevo antes deles. Mas o cheiro é de Flamengo x Grêmio nas finais. Não existe a história de que não se deve deixar o Flamengo chegar?

TORCIDA CONTRA

Exceto os são-paulinos e cruzeirenses , os demais times de olho no G-4 do Brasileiro torcem pelo insucesso do time de Murici Ramalho na Copa Sul-Americana.

Motivo: se o São Paulo vencer a competição, o G-4 do Brasileiro passa a ser G-3, ou até G-2 por causa da disparada do Cruzeiro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.