terça-feira, 1 de outubro de 2013

TENHO RECEIO DA LUSA: PORCO MAGRO É QUE SUJA ÁGUA LIMA.

  Mirem-se nos percalços que O Internacional e o Corinthians sofreram por entrar de salto alto contra a humilde Portuguesa, que era visitante. Tomaram seus castigos de conforme. Portanto, azuis, cuidado com o porco magro desta quarta-feira.
Contra a Portuguesa, o nosso Pacote atingirá a boa marca de 50 jogos à frente do Cruzeiro.
Segundo pesquisa do Superesportes, Marcelo Oliveira conseguiu nesse período 38 vitórias, ou seja, aproveitamento de 81,63%. Legal, não? Pra quem chegou desacreditado, sim.
Foram 49 partidas, e além das 38 vitórias,Marcelo teve seis empates e cinco derrotas.
No Mineirão,onde enfrenta a perigosa Portuguesa credenciada por boas vitórias fora de casa nas últimas partidas, o Cruzeiro de Marcelo mantém-se invicto.
Mas isso não garante que ele vencerá a Lusa. Um dia esta série invicta será quebrada. No momento, pouco afetaria por causa da gordura de 11 pontos na frente do segundo colocado.

BONS POLÍTICOS

Espero várias atitudes de um cartola do futebol, em atividade, ao se envolver, também, na política. Dentre elas:
a) conciliar as duas coisas de modo que o clube presidido por ele não seja deixado de lado.
b) Transparência e publicidade nos seus atos;
c) não esquecer  que é representante de todo estado e não apenas do seu clube;
d) Assiduidade nas duas cadeiras: de cartola e de político, pra fazer jus aos mandatos que lhe foram conferidos.
Não duvido nem por um instante que Gilvan de Pinho Tavares, filiado ao PV, e Alexandre Kalil, que nesta quinta-feira assina a ficha de inscrição no PSB, no San Francisco Flat, às cinco da tarde, deixarão de cumprir a cartilha do bom político.
Gilvan tem todo direito de entrar na política, como cidadão brasileiro. Tem passado limpo como procurador aposentado do Estado, e presidente do Cruzeiro.
Mas, começar uma nova vida profissional que nunca fez parte de sua história pessoal, aos 73 anos - e com nem um ano de mandatário celeste -  é ato de extrema coragem.

É O QUE DIZEM...
Wilson José - BH "Vc acredita que a tia da esposa do Marcelo 0liveira é Mãe de Santo e que apesar de atleticana, trabalha pro Cruzeiro?".
Trincheira: Pelo histórico,WJ, é a "Tia" que sempre recomendei pro Gilvan nos tempos difíceis.
https://www.facebook.com/email_open_log_pic.php?mid=8b41e00G5af3e3a3951eG0G0Tonico de Ibirité - Marcelo, com a humildade de sempre já disse que será o jogo mais importante da rodada!!! Tá certo, cada jogo pela frente sempre será o mais importante, afinal o campeonato brasileiro é um "passo a passo"!  Viu o pulo do Galo, com o passinho que deu? Uma loucura!!!
Trincheira: realmente, Tonico, os contados passos de Pacote estão bem dentro da complexidade do campeonato deste ano. Arrancou a passos curtos e deixou os outros pra trás.
Mauro Ferre - BH - pelo Facebook - Não quero aqui tirar o mérito do Cruzeiro, e acho que a CBF não chegaria a tanto(trabalhar para evitar o Cruzeiro campeão). mas na verdade, esse cenário não é bom nem para o time celeste!
O cenário de um time que lidera dessa forma o campeonato, tende a diminuir as expectativas de projeções financeiras como um todo.
Acho que estas análises só aparecem quando um time que está liderando folgado, não é do eixo da corrupção do futebol, RIO e SP, amigo.
Que se dane quem não consegue performar no campeonato de forma equilibrada e com o time voando em campo, como está o Cruzeiro.
Que coloque 10, 20 pontos de frente e seja campeão antecipado com 10 rodadas. Quando o Corinthians ou Flamengo está na frente, não se fala nada está tudo bem... vamos parar com isso.
Trincheira: é isso aí, meu Bom. O pessoal do eixo quando tá dentro, disparado na frente, só elogios e nem se lembram da fórmula de disputa do campeonato.
Gutemberg Gomes - BH - "Prova que o talento pode ser hereditário ".
Trincheira: A propósito de uma foto minha com o Flávio Junior no Facebook.Por isso morro de saudade dos irmãos Gomes, na boa época da Transamérica-BH
Wilson José - de novo - a respeito da mesma foto: " O Pelé e o Messi da família Anselmo".
Trincheira: Nem tanto, WJ, menos, menos. Só um pouquinho de Pelé e triscadas de Messi. hehehe!

QUE ARRANCADA!

Se é espetacular a performance do Cruzeiro no Brasileirão, não menos fantástica é a arrancada do Atlético. Esta média de 1,5 posição conquistada por dia.
Há 17 dias, no início do returno, o Galo já subiu 11 posições.
E outro dia, ouvi no Sportv um bobo afirmando que as melhores campanhas do returno são da Lusa e do Fluminense.
Deu vontade de rir. De me escancarar de orelha a orelha e mandar email pro trouxa lembrando a campanha do Galo e a liderança disparada do Cruzeiro.

FOI MESMO ASSIM

Em 12 de setembro o time de Cuca, empurrado pelo otimismo do treinador, saiu do 16º lugar, ou seja, o primeiro clube fora da zona de rebaixamento, com 22 pontos.
Venceu o Coritiba por 3 a 0 sobre o Coritiba e pulou pra 10º. Então fez mais cinco partidas com três vitórias, um empate e uma derrota.
Ao vencer o Santos por 3 a 1 no Horto, onde joga nesta quinta-feira contra a Ponte Preta, o Galo pulou pra quinto lugar, pertinho do G-4. Apenas um luxo, claro, já está na Libertadores.
Leiam o que Cuca tem dito: “Tivemos paciência. É isso, vamos ter calma, equilíbrio e paciência que chegaremos mais longe no campeonato”.

BRIGA DO TÍTULO

Cuca mantém o discurso otimista e fala em brigar pelo título. Não creio nessa possibilidade, no entanto. Há distância enorme entre ele e Marcelo Pacote Oliveira.
São 18 pontos. Restam 14 rodadas, ou 42 pontos em disputa.
 “O Cruzeiro tem 18 pontos na frente, mas enquanto tivermos chances matemáticas para lutar pelo título, vamos lutar”.
Como não é bobo nem nada, Cuca não fala em secar o arquirrival onde tem vários amigos e nem em possíveis tropeços também do Galo, cheio de problemas físicos.
E o Galo, agora, tem que pensar na Copa do Mundo Inter Clubes, no Marrocos.

O seu Departamento Médico ficou lotado de uma hora pra outra. A lista tem nomes importantes como RG-10, Rever, Michel e Richarlyson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.