segunda-feira, 18 de novembro de 2013

A HISTÓRIA DO CRUZEIRO NOS TORNEIOS CONTINENTAIS

O futebol mineiro terá pela primeira seus dois principais times numa competição continental como a Copa Libertadores da América. A periferia nacional anda de cotovelo inchado e, por causa dessa ousadia da província das Geraes. Tanto que  decidiu rotular o Atlético Paranaense, aquele que levou de 4 a 0 do cambaleante Botafogo, no sábado, como o time que joga o melhor futebol do Campeonato Brasileiro-2013.
Quase decidiu que entre Hernane, do Flamengo, ou Walter Gordinho, do Goiás, deveria ser escolhido o melhor jogador da competição.
Aos prováveis escolhidos Everton Ribeiro e o goleiro Fábio, as batatas!
Falaram e escreveram, também, um monte de outras besteiras assustadoras e de uma burrice excepcional que não bate com os salários e o prestígio que lhe dão as tais redes nacionais.
O Galo já passou da Libertadores deste ano como campeão e tá em outra mais importante ainda: o Mundial Inter Clube, em Marrocos, a partir de 18 de dezembro.  Bom que se repita: como campeão o Galo entra na competição de 2014 ao lado do Cruzeiro. Por enquanto, apenas esses dois estão garantidos. O resto disputa vagas.

Como o assunto é Copa Libertadores, pesco esta excelente reportagem do Superesportes;

Libertadores de 2014 será 40ª competição sul-americana disputada pelo Cruzeiro
Gilmar Laignier - Superesportes

"Em 2014, o Cruzeiro disputará a Copa Libertadores da América pela 14ª vez. Porém, se forem contabilizados todos os torneios oficiais organizados pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), essa será a 40ª participação cruzeirense em competições continentais.
Além das 14 Libertadores a Raposa disputou três Recopas, 10 Supercopas dos Campeões da Libertadores, quatro Copas Mercosul, cinco Copas Sul-Americana, duas Copas Máster e duas Copas Ouro".

CONFIRA AS PARTICIPAÇÕES

Libertadores:
1967 (eliminado na semifinal)

1975 (eliminado na semifinal)
1976 (campeão)
1977 (vice-campeão)
1994 (eliminado nas oitavas de final)
1997 (campeão)
1998 (eliminado nas oitavas de final)
2001 (eliminado nas quartas de final)
2004 (eliminado nas oitavas de final)
2008 (eliminado nas oitavas de final)
2009 (vice-campeão)
2010 (eliminado nas quartas de final)
2011 (eliminado nas oitavas de final)

Supercopa dos Campeões da Libertadores:

Extinto torneio disputado entre 1988 e 1997 entre todos os campeões da Copa Libertadores da América. O Cruzeiro participou de todas as edições e conquistou dois títulos, sobre River Plate e Racing, além de ter ficado com dois vices. Os argentinos foram os maiores vencedores do torneio, com Independiente (duas vezes), Boca Juniors, River Plate, Vélez Sarsfield e Racing. O São Paulo ganhou em 1993, enquanto o Olímpia do Paraguai venceu em 1990.

1988 (vice-campeão)
1989 (eliminado nas quartas de final)
1990 (eliminado nas oitavas de final)
1991 (campeão)
1992 (campeão)
1993 (eliminado nas quartas de final)
1994 (eliminado na semifinal)
1995 (eliminado na semifinal)
1996 (vice-campeão)
1997 (eliminado na primeira fase)

Recopa Sul-Americana:

O Cruzeiro disputou a Recopa três vezes, duas como campeão da Supercopa e uma como campeão da Libertadores. Em 1992, perdeu o título para o Colo Colo nos pênaltis, em partida única disputada no Japão, e em 1993 foi derrotado pelo São Paulo, também nos pênaltis. Em 1998, derrotou o River Plate e conquistou seu único título no torneio.

1992 (perdeu para o Colo Colo)
1993 (perdeu para o São Paulo)
1998 (campeão)

Copa Mercosul:
O torneio surgiu como tentativa de substituir a Supercopa, entre 1998 e 2001, e contava com clubes de Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile. O Cruzeiro foi vice-campeão em 1998, perdendo a final para o Palmeiras.
1998 (vice-campeão)
1999 (eliminado nas quartas de final)
2000 (eliminado nas quartas de final)
2001 (eliminado na primeira fase)

Copa Máster:

Extinto minitorneio disputado entre os campeões da Supercopa. O Cruzeiro participou em 1992, quando eliminou o Racing na semifinal e perdeu o título para o Boca Juniors; e em 1995, quando foi campeão em cima do Olímpia.

1992 (vice-campeão)
1995 (campeão)

Copa Ouro:

Extinto minitorneio disputado entre os campeões da Libertadores, Supercopa, Copa Máster e Copa Conmebol. A competição vigorou entre 1993 e 1996, à exceção de 1994 (por causa da Copa do Mundo). O Cruzeiro participou em 1993 e 1995. Na primeira, foi eliminado pelo rival Atlético nas semifinais. Na segunda, foi campeão em cima do São Paulo, nos pênaltis. 
1993 (eliminado na semifinal)
1995 (campeão)

Copa Sul-Americana:

Com o fim de todas as competições sul-americanas paralelas à Libertadores (à exceção da Recopa), surgiu a Copa Sul-Americana, em 2002, que vigora até hoje. Os únicos campeões do Brasil foram o Internacional, em 2008, e o São Paulo, em 2012. O

Cruzeiro nunca obteve sucesso nesta competição e fracassou em todas as cinco edições disputadas.

2003 (eliminado na primeira fase)
2004 (eliminado na primeira fase)
2005 (eliminado nas oitavas de final)
2006 (eliminado na segunda fase)
2007 (eliminado na primeira fase)


Trincheira: nas competições acima, faltou ao excelente repórter  Laignier prestar-nos o favor de completar sua matéria com os times que eliminaram o Cruzeiro, ou quem o Cruzeiro venceu nas finais. Seria nota 11!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.