quarta-feira, 13 de novembro de 2013

A VERDADEIRA HISTÓRIA DE TITA, SEGUNDO VALDIR BARBOSA

 Valdir Barbosa, gerente de futebol do Cruzeiro - e mais do que isso meu amigo, irmão de fé, ex-colega de microfone, gente séria, etc, etc -  me liga no celular pra falar sobre a demissão, ainda não consumada - conforme diz - do massagista Tita.
Valdir confirmou alguns dados da minha Trincheira anterior e, por questão de admirável respeito, não contestou as fortes opiniões colocadas.
Por que essa repercussão sobre o caso? Porque Tita é figura incomum. De enorme simpatia e de grande empatia com a turma da latinha, do pincel e do micro.
Chico Maia, por exemplo, quando lhe passei a informação durante o programa Rádio Vivo, do enorme José Lino de Souza Barros, do qual participamos, na Itatiaia, quase caiu de costas.
-Não sabia. Ninguém falou nada. Outro segredo da caixa preta cruzeirense? Aposto que o presidente Gilvan Tavares, humanista, não sabe disso.

REPERCUSSÃO GERAL

Poisé! Imediatamente, o furo da Trincheira repercutiu em outros programas.
Como apareceu alguém credenciado a falar sobre o assunto, o lado do Cruzeiro foi apresentado e em boa base.
Eu, no entanto, posso mudar de opinião, ainda que mantenha, com restrições,aquelas que emiti favoráveis ao simpático Tita.
Segundo Valdir, Tita tem falhado muito no serviço e, às vezes, some, como agora.
Aconteceu ali por volta de julho e o Cruzeiro relevou e até apoiou sua convocação pra Seleção Brasileira.
Em outra oportunidade, no jogo contra o Criciúma, ligou pra portaria da Toca avisando que não iria trabalhar porque não se sentia bem.
Na volta da Seleção, Tita sumiu e não apareceu mais. O Cruzeiro tentou contato com ele, segundo Valdir Barbosa, por telefone e não foi atendido.

FISIOTERAPEUTA ATENDE

Sobre a questão de aproveitamento de fisioterapeuta na boca do túnel isso ocorre há mais de três anos, conta Valdir.
Já se havia decidido que massagista não entraria mais no gramado. Junto com o médico, entra o fisioterapeuta que é profissional credenciado e capaz para o atendimento imediato.
Outros fatos e para os quais Valdir me pediu segredo, não os revelarei. Sobre os cursos que Tita foi obrigado a "trancar" por falta de tempo e grana, Valdir diz desconhecer o assunto.
Pelo foco empresarial, Tita está totalmente errado. Também só chego à esta conclusão porque as informações vieram de Valdir Barbosa.
Finalmente, Valdir me informou que Brasão, companheiro de Tita, assume o cargo de massagista e que Wendel, da base, subiu pro setor profissional.
Assunto pra mim, a partir de agora, encerrado.

JUIZ MINEIRO NO MUNDIAL

Um dos piores juízes do quadro nacional de arbitragem, Sandro Meira Ricci, mineiro de Poços de Caldas, filiado à Federação Pernambucana de Futebol, foi escolhido pela Fifa pra trabalhar no Mundial de Clubes, no Marrocos em dezembro.
Ricci integra o quadro da Fifa desde 2011 e não aprendeu a apitar até hoje. Céus!
O Brasil será o único país com clube na competição a contar com apitador na lista de árbitros.
Ricci trabalhará com os assistentes brasileiros, Emerson de Carvalho e Marcelo Van Gasse, ambos da Federação Paulista de Futebol. 

VELOCIDADE NO QUADRADO

O técnico Cuca deixou no ar a expectativa de usar outro esquema tático contra o Internacional nesta quinta-feira, no Horto. Em princípio, a formação será aquela conservadora.
Sem Jô, na Seleção, Cuca pode simplesmente colocar Alecsandro, centroavante de outro estilo, mais fixo na área. Ou então, usar Luan no meio e adiantar Tardelli ou Guilherme.
Sua exigência pra este esquema é velocidade, marcação na saída de bola do adversário e constante movimentação.
De repente, sem poder contar com Fernandinho, o time escalado por Cuca seria este mais Ronaldinho Gaúcho na vaga de Guilherme. Luan seria mantido no meio-campo.

INFERNO E PURGATÓRIO

O Fluminense, do meu amigo Mário Sérgio Carrara, saiu do inferno, porém parou no purgatório.
Na Z-4, o Flu mandou Luxemburgo embora e chamou Dorival Júnior, liberado do Vasco, também,  por incompetência. Os dois times disputam quem desce, quem fica.

É O QUE DISSERAM...

Luiz Fernando Souza - BH - atleticano irritado com as comemorações antecipadas do Cruzeiro, me manda mensagem no twitter: "Além de falta de respeito, é ridículo dar volta olímpica com taça de papelão e sem ser campeão".
Trincheira: Não se atormente, não, meu Bom. Quanto mais atormentado, mais dói o cotovelo!

Eduardo Maluf - cartola remunerado do Atlético - Depois de negar comentar o interesse do clube em Marrone, do Vasco, e Kleber, do Internacional, Maluf afirmou que "a diretoria não deixará vazar as informações sobre contratações".
Trincheira: Uai, a diretoria atleticana controla a Internet?

PAPÃO DERRUBA VERDÃO

O Palmeiras contava pelo menos com o empate em Belém pra ser campeão antecipado da Série B. Seu acesso à serie A já tá garantido.
O título, porém, foi evitado pelo Paysandu que venceu o jogo por 1 a 0, gol da revelação Yago Picaçu, lateral de apenas 21 anos.
O resultado não tirou o Papão da Z-4. O Palmeiras agora pega o Boa Esporte, em São Paulo, e tem tudo pra ganhar o título em casa.
O Boa derrotou o São Caetano, sério candidato ao descenso, por 1 a 0, em Varginha, e se firmou no meio da tabela de classificação com 50 pontos.
A Chapecoense, outra do G-4 que se deu bem, ganhou de 1 a 0 do Paraná e chegou aos 65 pontos, na vice-liderança. Praticamente tá na Série A ano que vem.

COELHO SÓ EMPATA

Coelho gosta de feijoada? Parece que o Coelho do Silas até comeu feijoada completa no início da partida em Natal, contra o seu xará local.
Andando no gramado, tomou 1 a 0 aos 21m, gol de Régis. Silas trocou Tiago Alves por Marcão e o time acordou pra empatar com Kleber, aos 34.
Jogava melhor quando tomou 2 a 1, numa cobrança de escanteio. Gol de Rodrigo Pimpão e placar do primeiro tempo.
O Coelho empatou com gol contra do zagueiro Kleber, dado pela arbitragem ao atacante Marcão. O placar final de 2 a 2 deixou o Coelho bem mais longe da Série A.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.