terça-feira, 10 de dezembro de 2013

AS FOFOCAS DE MARROCOS ANTES QUE O MUNDIAL COMECE. VALKE É PERSONAGEM CENTRAL



                       Foto Alexandre Alliati - Globoesporte

Como os meus enviados especiais a Marrocos, Fábio Paceli Anselmo e seus assessores Rodrigo e Pedrinho viajam apenas dia 13, resta-me, então, chupar algumas informações sobre a chegada do Atlético e a Copa do Mundo de Clubes da Fifa pelos sites e colunistas.
Por exemplo, "o fominha" Chico Maia que não perde nem Mundial de Palitinhos, desde que o Galo esteja nela ( o que faz muito bem, pois tem saúde, idade e grana) abre seu blog desta terça-feira afirmando o seguinte:
A primeira impressão que se tem de Marrackech é apreensiva; dá um certo medo ao se deparar com tanta confusão nas ruas, barulho dos automóveis, motos, motonetas, gente falando, música tradicional deles cantada e tocada em rádios e aparelhos de som, carroças, charretes turísticas, uma certa sujeira nas ruas, enfim, é como estar em um desses tantos  filmes que já foram produzidos sobre o Marrocos.
Querem saber mais, acessem o link do Chico Maia no meu blog.

DEU NO SUPERESPORTES:
De Rodrigo Fonseca - Enviado especial ao Marrocos

Em sua página, o repórter destaca a presença marcante de RG-10, em Marrakesh.
“A magia do futebol brasileiro”, anuncia a revista marroquina Stadium sobre a chegada do Atlético ao Marrocos para a disputa do Mundial de Clubes. A publicação traz textos em francês e em árabe.
As fotos mostram o Galo erguendo a taça de campeão da Libertadores, além de vários momentos do time durante a campanha no torneio sul-americano.
Nenhum outro jogador do Mundial de Clubes teve tanto destaque como Ronaldinho Gaúcho. São pelo menos nove fotos do atleta nas 30 páginas. O craque do Galo divide a capa com Ribéry, do Bayern, e Mohsine Moutaouali, do Raja Casablanca.
Ronnie está aqui”, diz outra manchete. No perfil dos grandes nomes do Mundial, novamente a imagem de R10 é destaque.
Outra estrela do torneio que mereceu páginas foi o francês Franck Ribéry, do Bayern, com trechos da entrevista do jogador ao site da Fifa.

BELA FILHA DE GAÚCHO


Que é uma maldade, isso é! Roubaram o celular da filha do treinador Renato Gaúcho,  modelo Carolina Portaluppi, e fotos íntimas que estavam no aparelho são divulgadas na Internet.(na foto com Papai)
Sem dúvida, este ato bandido atingiu grande número de pessoas de bom gosto, visto que a mocinha é uma beleza.
A assessoria dela mandou dizer que Carolina pretende processar judicialmente o responsável, quando ele for encontrado. Aí é que o bicho pega: será encontrado?

VÉIO OTIMISTA

Achei bem interessante a mensagem que recebi do Dr. Antônio Souza, meu amigo Tunico de Ibirité:
"Hoje, quando acordei, levantei-me e a minha coluna fez… "creq".
Fiquei de pé e o meu joelho fez… "creq". Olhei para o chão e meu pescoço fez… "creq".
Depois, olhei para o espelho e pensei: Caramba..... além de gostoso, estou ficando crocante."

ATRAÇÃO DA COLETIVA

Por Alexandre Alliatti ( Globoesporte) Direto de Marrakesh, Marrocos

Primeiro a opinião da Trincheira: Não morro de simpatia pela figura do Jerôme Valcke e nem do Joseph Blatter. Não me perguntem o motivo. Valcke, talvez, porque pretendeu um dia chutar as bundas brasileiras.
Blatter, com certeza, porque representa a arrogância da Fifa e de seus podres poderes.
Porém na entrevista coletiva de Valcke, publicada no site do Globoesporte, ele tenha feito a defesa de Fernanda Lima e criticou os imbecis de plantão que tentam dominar o futebol tupiniquim. E se a gente bobear, eles conseguem.
Agora, a matéria sobre a coletiva de Marrakesh
A coletiva seria dedicada à abertura do Mundial de Clubes, mas secretário-geral da Fifa falou sobre questionamentos à apresentadora no sorteio da Copa: "São doentes"
A presença do Atlético, a confusão na última rodada do Campeonato Brasileiro e até a atriz Fernanda Lima foram temas abordados – sempre direcionados ao secretário-geral da entidade, Jérôme Valck oscilou entre a ironia e o desabafo. 

SOBRE FERNANDA

  (foto Reuters)

Valcke aproveitou a pergunta sobre a presença da atriz no sorteio dos grupos da Copa para criticar notícias, segundo ele, absurdas, como a preferência por Fernanda Lima em vez de uma apresentadora negra no evento.
- Essa foi uma não-polêmica. É impressionante como informações não são checadas. Fernanda Lima foi a única convidada. Não é uma questão de negro ou branco. O mesmo aconteceu em 2010, na África do Sul, quando queriam cinco negros e cinco brancos. Não faz sentido.
O que fizemos foi promover um grande evento(sic). Ela foi muito bem, esteve relaxada, e se foi chamada para apresentar a Bola de Ouro, é porque terá muitos brasileiros. O tema será Brasil. Será tudo sobre Brasil. Foi lógico convidar Fernanda. Eu fico impressionado com o que as pessoas podem dizer - disse.

FRAUDE NO SORTEIO

O secretário-geral também falou sobre as acusações de internautas sobre fraude no sorteio. Um vídeo circula pelas redes sociais afirmando que Valcke escondia a bolinha atrás da mesa do palco sempre que tirava os nomes dos países.
 Segundo essa teoria, a Fifa já havia determinado as seleções de cada chave e o sorteio era uma farsa. Valcke se defendeu:
- As pessoas são doentes. Estão dizendo coisas estúpidas. É incrível que as pessoas digam coisas estúpidas para vender. Esse tipo de história é insana. É uma das mais estúpidas que você pode ler - defendeu-se o francês.
Em uma pergunta, um repórter brincou que Valcke já é quase cidadão brasileiro, de tanto que vai ao Brasil. O dirigente ironizou as críticas que recebe no país, especialmente do deputado federal e ex-jogador Romário.
- Não sou um cidadão brasileiro. Sou um cidadão sul-africano, isso sim. Não tenho certeza se o Brasil vai me dar a cidadania depois da Copa. Não do Romário, pelo menos – disse rindo.
Trincheira: hehehehe, como esta Trincheira sempre avisa quando da realização de tais sorteios, "a bolinha gelada por funcionar". Não me engano, funciona realmente.

OUTRA FESTA CHULÉ

Ou a Rede Globo tá sem grana, ou desencantada com o futebol, ou perdeu o talento de promover belos eventos. Assim era a festa de entrega dos troféus aos melhores do Brasileiro.
Talvez porque este ano o campeão disparado tenha sido o Cruzeiro - lá vou eu de novo pelo campo das especulações provincianas - o evento foi realizado pelo "Bem, amigos".
Tirante os homenageados, que mereciam coisa bem melhor, bem supimpa, e, também, a presença do interminável Toquinho, o resto foi uma porcaria de péssima qualidade.
Galvão Bueno, como sempre, quis ser a estrela superior aos craques presentes e aos convidados especiais.
Seus gestos histriônicos são tão ridículos que ele só consegue ser humorista tipo Tiririca.
Tenho lá minhas sérias dúvidas que se Flamengo ou Corinthians tivessem o título a festa seria no intolerável "Bem, amigos".

Lamentável que Cleber Machado, com a elegância de sempre, não conseguisse arrancar o microfone das mãos do falastrão e mandasse Arnaldo César "A regra é Clara" Coelho calar a boca. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.