sábado, 14 de dezembro de 2013

GALO JÁ CONHECE SEU ADVERSÁRIO E, TAMBÉM, QUE VAI PERDER CUCA

 Segundo o enviado especial do Globoesporte.com a Marrocos, Alexandre Alliati, o técnico Cuca recebeu  proposta irrecusável  do Shandong Luneng, da China e deve se mandar de mala e cuia, junto com  o irmão e auxiliar Cuquinha, após terminada a Copa do Mundo de Clubes da Fifa. Ou seja, semana que vem.
O primeiro convite dos asiáticos foi feito a Tite que recusou a fortuna sob alegação de pressão familiar. Quer passar dois meses com seus familiares, viajar e estudar bastante, pra trabalhar somente em fevereiro ou março.
Cuca renovou seu contrato com o Atlético não faz nem  20 dias. A diretoria que está em Marrocos não comenta o assunto, mas já começou a trabalhar atrás de outro treinador. Tite, que teve um período nada legal  na Cidade do Galo poderá ser sondado, apesar de descartar qualquer proposta pro momento.,
É uma pena que o Atlético perca Cuca pro ano que vem. Ele plantou uma base na equipe e com certeza faria muito mais em 2014 no Brasileiro, na Libertadores, no Mineiro e na Copa do Brasil. Não se pode culpá-lo de sair agora, se, realmente a proposta chinesa for milionária.  

  


   (Foto Fernando Martins)

CASABLANCA NO CAMINHO

Não tenho a menor dúvida de que qualquer  time que vencedor do jogo entre Casablanca e Monterrey na sequência será atropelado pelo Atlético nas  semifinais. As duas equipes mostraram qualidades. Nada, contudo, que possa amedrontar ou se equiparar ao Galo.
O Raja Casablanca, conforme havia mostrado na estreia quando derrotou o Auckland da Nova Zelândia por 2 a 1 tem bom toque de bola, boa técnica e joga sem medo, sem violência. Porém, seu preparo físico é ruim.
Ganhou do Monterrey também por 2 a 1 e se capacitou enfrentar o Atlético. O jogo foi decidido na prorrogação e no apito final ambas as equipes estavam de língua pra fora.
Aumentou minha confiança no Atlético pra decidir o título contra o Bayern que, certamente, não terá problema - ou um pouco mais do que se espera - no jogo contra o chinês Guangzhow Evergrande, onde jogam o argentino Conca, e os brasileiros Muriqui e  Elkerson.
Estes três fizeram a diferença na vitória fácil dos chineses em cima do Al Ahly do Egito por 2 a 0. Talvez em razão da presença destes três nomes o Bayern sofra um pouco.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.