sábado, 7 de dezembro de 2013

SORTEIO DA COPA FOI BOM PRO BRASIL Mas a badalada festa de Sauípe foi de pobreza ímpar

A Fifa costuma fazer coisa melhor do que aquilo promovido como abertura da Copa do Mundo, 2014, cuja a expectativa seja o do pontapé inicial da mais desbundada das competições realizadas pela entidade. Espero que a Copa seja bem melhor do que se viu na Costa de Sauípe.
A cerimônia recebeu jornalistas do mundo inteiro, ex-craques e personalidades políticas e esportivas bem importantes, que acompanharam sonolentos e economizando aplausos os shows musicais de pretensas ligações à cultura tupiniquim.
Nem os testemunhais de Ronaldo Fenômeno e Pelé serviram de alguma coisa. Me pareceram deslocados e fora do roteiro. A apresentação da Marrom foi manchada por um MC  desses da vida, fazendo papel de engraçado.
Quando a bela Fernanda Lima encerrou a parte artística do evento, houve suspiros de felicidade na plateia ansiosa pra, na realidade, conhecer seus adversários na Copa do Mundo e os locais de seus jogos no Brasil.

HOMENAGEM A MADELA

Me emocionei neste quadro, que junto com o sorteio foi a melhor coisa que teve em Sauípe. É sempre emocionante rever a figura paternal e heroica de Nelson Mandela, adorado por seus compatriotas da África do Sul.
Realmente, uma figura do mundo que, apesar dos 95 anos, estava cheio de vida e de lições pra dar-nos. Sua estatura chega à de Mahatma Ghandi. O mundo é que ficou pequeno sem os dois.

FOFOCAS DE RACISMO

Por acaso, alguém prestou atenção naquelas entrevistas pautadas e realizada por Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert com a presidente Dilma Rousseff  e o cartola máximo da Fifa, Joseph Blatter? Perguntas óbvias, respostas extensas e momentos insossos. 
Aliás, o casal de atores globais Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima, contratados pra apresentação da cerimônia gerou o maior rebu após o sorteio.
Tudo por causa dos comentários de que a Fifa foi racista ao optar por um casal branco e loiro, em detrimento de Lázaro Ramos e Camila Pitanga, ambos negros, que supostamente teriam sido vetados pela entidade.
Questionada a respeito, Fernanda Lima culpou a colegas invejosos e a alguns companheiros de imprensa da turma global que inventou tudo aquilo.
No entanto, este filho do Sodico pensa que qualquer manifestação racista, se existiu, partiu de quem criou e espalhou a fofoca.

GRUPO DA MORTE

O interessante no sorteio de grupo de Mundial é como todos torcem pela desgraça alheia. Que o adversário forte caia num grupo da morte e saia logo na primeira fase.
O Grupo A, do Brasil, foi bom: são três adversários perigosos, mas pelos quais o escrete nacional tem obrigação de vencer e terminar primeiro da chave. - Croácia, México e Camarões.
Já tivemos sustos com eles em outras competições, principalmente o México, que não atravessa fase das melhores.
Já rotularam o Grupo B, de grupo da morte. É o da Espanha, Holanda, Chile e Austrália. Classificam-se dois e teoricamente os mais fortes são Espanha e Holanda.
O Chile tem ótima seleção e recentemente venceu a Inglaterra em  Wembley. A força física da Austrália pode fazer alguma diferença.

GRUPINHO DA VIDA

Esta história de Grupo da Morte só porque tem umas seleções mais fortes que outras é conversa fiada. Quando todas têm o mesmo nível, também é grupo da morte.
Vejam o caso da chave C. Tem Colômbia, Grécia, Costa do Marfim e Japão. Quem sai com vida entre esses quatro? Eu não saberia adivinhar.


No meu entendimento, grupo DE morte mesmo é o D, entre Uruguai, Costa Rica, Inglaterra e Itália. Três campeões mundiais numa mesma chave! Pau puro.
No Grupo E, entre Suiça, Equador, França e Honduras, garanto uma vaga pra França e vejo o Equador como boa surpresa pra ocupar a outra chave.

LOS HERMANOS

No Grupo F, os argentinos soltaram foguetes em comemoração às presenças de Bósnia, Irã e Nigéria. Mas cuidado! A Nigéria já tirou a Argentina numa Copa do Mundo.
Além do que existe aquela história de que nenhuma seleção saída do Grupo F jamais conseguiu chegar ao título. Los Hermanos quebrarão tal escrita?
Outro grupo que rotularam de Grupo da Morte é o G: Alemanha, Portugal, Gana e Estados Unidos. Alemanha tem a vaga dela. Os outros três disputam o segundo lugar.
Os irmãos de Além Mar vão depender do estado de espírito e do topete sem caspa de seu genial Cristiano Ronaldo.
Finalmente, o Grupo H de Bélgica, Argélia, Rússia e Coréia do Sul. Garanto que a Rússia chega lá, só não sei acompanhada de quem. Mais provável a Bélgica.

SAUDADE PURA

No nosso DIÁRIO DAS GERAIS, vi uma foto do Estádio Doutor Maninho lotado. Como nos tempos de juvenil no EC Caratinga.
Tratava-se da decisão da Copa Distrital do município, neste ano, entre o Anatonense de Dom Modesto e o vice Vila Nova de Sapucaia.
Lembrei-me da minha última decisão pelo time de Elói Restóris.
Vencemos o time da L.Quatroni, empresa responsável pelo asfaltamento da Rio Bahia, e que no campeonato da cidade vestia o uniforme do Rodoviário FC, pelo qual joguei mais tarde.
A motivação era enorme, porque o Rodoviário havia vencido o EC Caratinga por 3 a 1, no campeonato da cidade.
Era, portanto, uma revanche entre os meninos do Dragão- invictos ha 50 jogos - e o time do Rodoviário, na sua roupagem original.
Neste dia eu me superei: fiz dois pênaltis e no segundo, mal marcado, botei a bola debaixo do braço e dizia que não seria batido o pênalti.
Na arquibancada, meus pais, Sodico e Geralda, pela primeira vez no estádio, envergonhados,  foram embora. A nossa própria torcida me apupava.
Fui expulso. Inconformado, ao sair, enfiei a mão na cara do juiz, levando apito e tudo mais. Não sei porque não fui preso, também. Dei sorte: Papai e Mamãe já tinham ido embora.

FIM DE PAPO

Não sei nem os resultados, porque escrevi antes dos jogos deste sábado.
Contudo, penso que o Cruzeiro poderia ter usado o time completo contra o Flamengo.
Ainda que Marcelo Pacote Oliveira pretendesse dar uma última chance a determinados jogadores  candidatos a dispensa em 2014.
Usaria apenas um titular - Bruno Rodrigo - pelo que vejo na escalação prévia e mais dois quase titulares Júlio Baptista e Vinicius Araújo.
Luan, Leandro Guerreiro, Everton e Souza, cujos contratos estão no fim, e bem que não poderiam tê-los renovados. O tricampeão brasileiro apenas cumpriu tabela.
O uruguaio Vitorino é outro a ser aproveitado e  ele já se manifestou interessado em sair. Tinga agarrou que nem limo na pedra e vai ficar. Céus!

CONVERSA FIADA

O STJD absolveu o Cruzeiro e manteve os 75 pontos com os quais o time terminou o campeonato brasileiro.
O assunto: os azuis teriam usado Elisson, na reserva, contra o Vasco no Maracanã.
O terceiro goleiro reserva do Cruzeiro estaria sem contrato com o clube por causa de erro cometido na FMF. Na sua documentação não constava a data de término do contrato inicial.
Mesmo assim, a entidade mineira enviou o contrato pra CBF. Houve uma falha no sistema de registros da Federação. O STJD entendeu isso. Assunto encerrado e fora de propósito.
Só não se deve esquecer que foi mais um dos muitos erros grosseiros da Federação Mineira de Futebol.

DESPEDIDA FESTIVA

Imagino nestas horas antes da partida do Atlético contra o Vitória, encerrando a participação de ambos no Brasileiro/2013 a festa de despedida que a torcida fez para o time.
Desta forma, o Galo estará pronto pra viajar a Marrocos atrás do maior título de sua história: campeão da Copa do Mundo de Clubes, da Fifa.
O time vai completo, apenas sem Léo Silva - este não conta - e de Josué. Mas com Rever e Ronaldinho Gaúcho, aí sim duas preocupações pra Marrocos.

Torcerei pra que tudo corra bem e que RG-10 passe bem nos testes. Sobre o futebol deste sábado, os classificados, os rebaixados, falo na próxima coluna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.