sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

CORRA DOS LADRÕES E DAS BLITZES DA PM. ELES ESTÃO ATRÁS DE VOCÊ.

Tomo a liberdade de publicar o editorial do semanário Sete Dias, inserido na coluna do blog do Chico Maia nesta quinta-feira, 23, por tratar-se, realmente, da indignação de assume todo brasileiro, enquanto perdurar este período de cobrança do caríssimo IPVA. Leia:
 "Estamos na “temporada das blitzes”, que dura até o fim do prazo para o pagamento do IPVA. A qualquer momento qualquer condutor de veículo automotor poderá ser fiscalizado pela Polícia Militar para tal finalidade.
Se estiver em dia com imposto, que siga em frente; caso contrário, multa e até apreensão do veículo.
Todos nós estamos alarmados com a criminalidade com uso de muita violência por parte dos marginais em Sete Lagoas e cidades vizinhas que sempre foram marcadas pelo sossego e qualidade de vida.
Todos nós também sabemos que o problema ultrapassa as nossas fronteiras e que está fora de controle das autoridades responsáveis por cuidar da nossa segurança.
Porém, todos nós temos uma pergunta que até agora nenhum profissional da segurança pública respondeu: porque não há mais aquelas blitzes preventivas que conferem se o motorista ou motociclista transporta drogas e principalmente armas?
Se a solução do problema envolve muitas instâncias e prazos, temos que cobrar medidas paliativas, que diminuam o número de ocorrências, e que nos dêem um mínimo de segurança.
Não temos a menor dúvida que desarmando os bandidos a criminalidade cairá, já que a maioria dos atos praticados por eles é com armas de fogo.
O Estatuto do Desarmamento criado pelo governo Lula em 2003, com a melhor das intenções, é rigoroso e trata como crime inafiançável o porte ilegal de armas.
A maioria dos cidadãos de bem entregou as suas ou as legalizaram, diferentemente dos criminosos que passaram a agir mais, com mais tranqüilidade e mais violência, pois têm certeza que a vítima está indefesa.
A melhor forma de se praticar a segurança preventiva é através dessas blitzes, que bem feitas, prenderão muitos bandidos até já condenados e tirarão milhares de armas de fogo de circulação.
Na sequência aliviarão o trabalho das polícias militar e civil, além de diminuir a pressão sobre o sistema de saúde da cidade, lotado de pacientes vitimados por tiros de revólver, pistolas, escopetas, fuzis e até metralhadoras de todo calibre.
Sem falar nos explosivos que são usados para explodir caixas eletrônicos de bancos.
Antigamente muitos motoristas se incomodavam com blitz; hoje todos têm saudade delas, para o bem individual e da coletividade.
Que voltem, depressa, na maior quantidade possível, no maior número de vias, em todas as regiões da cidade e dos municípios vizinhos.
Só elas poderão diminuir o medo e a preocupação que todas as famílias estão sentindo.”

TRINCHEIRA: Conte com a minha solidariedade, menino Chico, filho de seu Vicente e dona Terezinha. E pelo alerta: vou até passar no BB hoje pra saber se estou em dia com o meu IPVA antes que os rapazes da nossa gloriosa Polícia Militar me bote as mãos.
É claro que estarei bem esperto, porque os bandidos têm estoque bem grande de uniformes da PM e usam este ardil pra montar blitz e pra parar motorista à noite e assaltá-lo.
 INIMIGO NÃO
Amigo ligou pro Kalil e perguntou: “Você se esqueceu de mim? Kalil respondeu: “Só se esqueço de inimigo, de amigo não”. Amigo retrucou: “Então você não se esquece de ninguém” kkkkkkkkkk!
OUTRO DESFALQUE DA COPA
 Além do desfalque certo de Ibrahimovic, sueco, cuja Seleção foi eliminada da Copa do Mundo; de outro quase certo, Ronaldinho Gaúcho, cuja teimosia de Felipão deve deixá-lo de fora da lista final, outro craque internacional está fora do Mundial: Falcão Garcia, o colombiano goleador e que joga no Mônaco da França.  
O atacante colombiano que era nome certo de sua seleção na Copa rompeu o ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo. Ficará ausente dos gramados pelos próximos seis meses.
Desta forma, não terá tempo hábil pra se recuperar e ajudar a Colômbia no Mundial. A notícia foi confirmada pelo médico português José Carlos Noronha, que examinou o jogador no início da tarde desta quinta-feira na cidade do Porto.
Em nota oficial, o Mônaco confirmou o problema, mas evitou dar um prazo para Falcão se recuperar. O jogador deve ser submetido a cirurgia nos próximos dias. 
"El Tigre" colombiano se lesionou na vitória do Mônaco sobre o Chasselay, da Quarta Divisão Francesa, em partida pela Copa da França.
O colombiano abriu o placar do triunfo por 3 a 0, mas foi  substituído aos 41 m primeiro tempo, após entrada dura do zagueiro Soner Ertek na grande área. Nem o pênalti foi marcado.
Em entrevista aos jornais franceses, o agressor diz-se arrependido e decepcionado: “Odiarei a minha vida se a temporada de Falcão terminou - disse o defensor, antes de tomar conhecimento da gravidade da lesão. Ele já foi ameaçado através das redes sociais por colombianos.
 SUCESSO TOTAL
 Falcão é o grande nome da ótima geração colombiana, que terminou as eliminatórias sul-americanas em segundo, apenas a dois pontos da Argentina. Na campanha, ele marcou nove gols e só ficou atrás de Lionel Messi (10) e Luis Suarez (11). A seleção está no Grupo C ao lado de Grécia, Costa do Marfim e Japão.
 INVEJA MATA
Não é a primeira vez, nem será a última, que um grande ex-idolo, vencido pela inclemência do tempo, não se conforma em ter que parar, depois de ficar milionário, ser campeão do mundo com Seleção Brasileira, ser eleito o melhor jogador do planeta pela Fifa.
Rivaldo, aos 41 anos, ainda em atividade no Mogi - Mirim, do qual é, também, o seu presidente, tirou o tempo, no momento, pra secar a Copa Mundial no Brasil. Talvez porque não tenha merecido o mesmo respeito pela CBF, como Bebeto e Fenômeno.
De um dos protagonistas do Mundial de 2002, vencido por Felipão e sua família,
Rivaldo anda sumido quando o assunto é Copa do Mundo.
Em entrevista à Rádio Jovem Pan, o pentacampeão, de 41 anos criticou a organização e disse que o país não tem condições de receber o evento. Até aí, tudo bem. É opinião dele, com certa dose de pessimismo que domina boa parte do País.
No entanto, não me agradou a sua postura de Profeta do Acontecido. Joga na parede uma possibilidade de fracasso – afinal a briga é do Brasil contra outros 31 participantes – pra tirar uma de médium:
- Nós já sabíamos que isso aconteceria, mas não quero mais dar a minha opinião sobre isso. Disse outras vezes que o Brasil não tem condições para organizar o Mundial. Vai ser difícil, o Brasil vai passar uma vergonha – criticou Rivaldo. 

 Mas como ele afirma agora que “nós já sabíamos que isso aconteceria”, se faltam ainda mais de 100 dias pra realização do Mundial. Ele consegue enxergar mais à frente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.