sábado, 1 de março de 2014

CAMPEONATO MINEIRO FICA DO JEITO QUE O DIABO GOSTA - CRUZEIRO LÍDER E GALO VICE. COM CERTEZA NÃO CRUZARÃO BIGODES NAS SEMIFINAIS

(Flávio Anselmo -01-3-14) - Foto do amigo Alex Lanza ( Rádio Vanguarda)

A tempestade que desabou sobre a Grande BH serviu, também, pra gente constatar o seguinte: outra chuva de igual intensidade, com ventos de 40k, levará às ruínas a Arena do Mineirão feita nas coxas pelos políticos do PSDB por causa das eleições governamentais, desabará.
Queira o Homem lá de cima que seja num dia sem jogo.
Os dois grandes da Capital estão bons até debaixo dágua e venceram: os azuis continuam líderes com 20 pontos e o Galo é agora vice-líder com 14 pontos.
Certamente, não se defrontarão nas semifinais que virão dentro de mais duas rodadas.

CAMPO OU PISCINA?

Cruzeiro e Boca de Sete Lagoas atuaram num gramado alagado, com diversas poças d'água na pista de atletismo e setores inundados, onde os repórteres tiveram que usar balsas. Os mais malas, realmente, nem tiraram as galochas dos pés.
O gramado de excelente drenagem, conforme gostam de destacar os paulistas da Minas Arena, não deu conta de suportar o aguaceiro. O jogo virou polo-aquático.

QUALIDADE MOLHADA

A qualidade caiu, porque a bola não rolava e os passes saiam verdadeiros bombardeios. Só artistas como Everton Ribeiro, Dagoberto, Dedé e Ricardo Goulart conseguiam jogar. As bolas vinham quentes, eles matavam no peito e a adormeciam na grama encharcada.
Ainda assim, os azuis enfiaram 4 a 0 no caçula do torneio e só não foi maior o placar porque o goleiro e a trave salvaram o time de Edson Paredão.

ÁRBITRO RUIM, COMENTARISTA MEIA BOMBA

Pra falar do árbitro horrível, vale informar que é outro a não levar bomba do corporativismo de Márcio Resende de Freitas. No entanto, os dois erraram em três faltas seguidas e um impedimento de Dedé. Márcio afirmou que o juiz acertara e foi desmentido pelo tira-teima. Aí com ares do professor que sempre acerta deu o veredicto: o árbitro errou. Ele não claro. Pra justificar informou que o rapaz tem apenas 25 anos e era o primeiro jogo que apitava. Imaginem quando esse moço tiver 35 anos, errando daquele jeito.
Bruno Rodrigo fez 1 a 0, aos 33m do primeira. Um chute forte de cabeça, num cruzamento perfeito de Dagoberto em cobrança de falta. Seis minutos depois, Dagoberto marcou 2 a 0, num chute cruzado da direita, em contra-ataque pra lá de veloz. No segundo tempo, o árbitro conseguiu ver um pênalti em Dedé, bem marcado e Dagoberto marcou, aos 6m, 3 a 0. Finalmente, Everton Ribeiro que perseguia seu gol, marcou aos 25m - Final, 4 a 0.

LANCE CURIOSO

O péssimo juiz de 25 anos, Gabriel Murta Barbosa Maciel - se for parente do ditador do STF, Joaquim Barbosa, tô fodido - não deu um pênalti igual ao que marcara sobre Dedé, no agarra-agarra na área. Seria consagrado - dois pênaltis por agarra-agarra nas cobranças de escanteios, porque ninguém da turma , nem Márcio Resende, marca tal impropriedade. No máximo chama a atenção dos brigões.
O beque Gustavo do Boca segurou Bruno Rodrigo na entrada da área e foi arrastado pelo beque celeste, grudado na camisa dele, sem soltar, até à linha de fundo. Pênalti!  Justificativa de Márcio: o moço correu em diagonal errada e sua vista estaria acobertada pelos atletas dos dois times.
E o bandeirinha que corre pela direita do gramado, sem ninguém na frente. Tá fazendo o quê, além de coçar o saco. Com certeza, ele viu tudo e deveria ter berrado naquela comunicação:
 -"Foi pênalti, seu merda. O número 3 do Boca agarrou o número 4 do Azul".
Cadê peito pra agir desta forma, sabendo que Márcio de Resende de Freitas os perdoaria.

CAIU O MITO: GRAMADO DO VILLA É MELHOR

Convém levar o pessoal que plantou e cuida do gramado do Estádio Castor Cifuentes, o Alçapão do Bonfim, pra tomar conta do gramado do Mineirão, também. Choveu barbaridade antes, durante, no intervalo e até o final do jogo Atlético Alternativo 3 x 1 Leão do Bonfim, sem juba.
Não havia uma poça sequer no gramado, e nem a cobertura do setor de imprensa e de associados voou levado por um vento de 40 km. No Mineirão, voou tudo.
Se acontecer de novo, antes da Copa, Joseph Blatter, o carrasco da Fifa, tirará  Beagá do Doutor Lacerda da rota do Mundial?
Penso logo em obra mal feita, superfaturada, levantada nas coxas, com pressa para os palanques das eleições governamentais, que botaram Anast-azia no Palácio da Liberdade (céus) e Aécio Never no Senado.
A cobertura voou e isso nunca aconteceu nos 50 ou 60 anos de Mineirão com cobertura de alvenaria. Tremia, tremia, com as torcidas se rivalizando e nem trincava.
Só metia medo nos visitantes de outros Estados não acostumados com a engenharia porreta do Dr.  Gil César Moreira de Abreu, que construiu estádios do mesmo tamanho Brasil afora, do jeito que a Ditadura Militar pedia. Elefantes brancos pra 80 a 100 mil espectadores. Obras faraônicas, mas seguras. Bem, algumas delas. Outras que não tinham o dedo de Gil César tombaram.

SHOW DE GUIGUI

O espetáculo de Nova Lima ficou por conta de Guilherme - dois gols e uma assistência no de Jemerson. O comentarista Léo, do pagar-pra-ver, elogiou Guilherme, mas viu dedo de Autuori numa nova posição do craque no time e que aumentou seu rendimento. Faz isso, não, Léo.
Paulo Autuori é mais cego que coruja em manhã de sol.  Rafael Nunes marcou o gol de honra do Leão, no finalzinho. O Villa tem mais 9 pontos pra disputar e se não der um jeito despenca de novo pra Segundona mineira.
Pobre Anisinho Clemente, grande presidente, gente boa e filho do famoso Capitão Galdino,temido becão do Villa Nova e do Atletico.

DEMAIS RESULTADOS.

Registre-se, cumpra e colem em algum lugar: o América derrotou o Nacional de Muriaé por 2 a 1 no Horto e deu uma boa subida na classificação. Tem, ainda, três jogos pela frente. Tombense e Tupi empataram em 1 a 1, mau resultado pro Tupi que desceu para o quinto lugar.
Deu-se melhor a Caldense que derrotou a URT por 1 a 0 e manteve dentro do G-4, em quarto lugar. Mesmo surpreendido em casa, no Melão, pelo Guarani, derrotado por 2 a 1, o Boa Esporte continua no G-4, em terceiro lugar, com a mesma pontuação da Caldense, 13 pontos, mas uma vitoria a mais.

Quarta-feira agora tem mais, a nona rodada, e, também, o jogo da Seleção Brasileira, às duas da tarde, contra a África do Sul, em  Johanesburgo



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.