segunda-feira, 10 de março de 2014

CRUZEIRO E GALO ESQUECEM AGORA O MINEIRO PRA PENSAR APENAS NA LIBERTADORES


 

O Cruzeiro já havia garantido até o primeiro lugar geral da fase de classificação do Campeonato Mineiro, no entanto usou uma equipe mesclada, com vários titulares, pra vencer no sábado o Tupi por 2 a 1. Já o Galo que precisava, ainda, de um ponto pra se classificar no G-4 e tinha adversário indigesto pela frente, o Guarani, em Divinópolis, arriscou-se e mandou uma equipe reserva para este jogo.

Os azuis jogaram no sábado, no Mineirão, porque enfrentam o Defensor Sporting, em Montevidéu, nesta terça-feira, às sete da noite, no estádio Luiz Franzini, com capacidade pra 18 mil expectadores. Outra artimanha dos uruguaios: o ingresso custará cerca de R$ 10 para seu torcedor e R$ 270 para os cruzeirenses. Santa Maria do Céu!

O Atlético joga na quarta-feira, em Ciudad del Este. Aí a estratégia do pessoal do Nacional do Paraguai foi mais inteligente. O local da partida fica na divisa com o Brasil e a intenção é atrair, também, torcedores atleticanos da região vizinha e ter uma boa arrecadação pra minorar a crise financeira que o clube e o futebol paraguaio atravessam.

 

JULIO BAPTISTA DE FORA

 

Outra vez, o experiente meia atacante Júlio Baptista não será utilizado por Marcelo Oliveira.  Nem viajou com a delegação. Outro que estranhamente  não é utilizado por Pacote nas últimas partidas, nem na reserva, é o lateral Maike. Informações vazadas na Toca da Raposa deixam claro que ele será o próximo garoto a ser negociado.

Henrique foi lateral direito na partida contra o Tupi. O Cruzeiro teve alguma dificuldade pra derrotar o time de Juiz de Fora, no Mineirão. Tomou um gol no princípio da partida, anotado por Toledo, mas empatou cinco depois com Marcelo Moreno. O gol da vitória foi marcado pelo beque Dedé.

 

 

Falta apenas uma rodada pro término da primeira fase do Campeonato Mineiro, e as emoções aumentam, na briga pelas vagas do G-4 e contra as vagas do rebaixamento. O Boa Esporte no clássico do sul de Minas, venceu a Caldense por 1 a 0, com gol de Alexandre, no último minuto de jogo, e chegou à quinta vitória no campeonato. Tá bem perto de uma vaga.

O Atlético garantiu seu espaço com a vitória do time reserva por 1 a 0, gol de Marion aos 45m do segundo tempo, sobre o Guarani. Uma jogada sensacional do garoto Alex, que jogou na lateral esquerda e criou o lance pela direita, numa arrancada da sua intermediária. O Galo chegou aos 20 pontos e é vice-líder da competição.

A grande sacada de Paulo Autuori foi tirar Rosinei, apagado no primeiro tempo e colocar Marion, tornando a equipe mais ofensiva.

 

MORRO DO PITIMBA

 


 
 

Numa cópia fiel do antigo Morro do Pitimba, no Horto, de onde torcedores lotavam terrenos vazios pra assistirem sem pagar os jogos do Independência, no Farião o sucesso foi a quantidade de gente nas casas construídas no morro atrás de um dos gols. Pelos cálculos, havia mais gente no local que dentro do estádio. (Foto Rodrigo Clemente - DA Press)

 

MORAL ALTO

 

Com sua classificação garantida no Mineiro, o Atlético sabe, também, que pegará o Nacional cheio de moral no jogo entre eles nesta quarta-feira, em Ciudad del Este. O Nacional derrotou o Cerro Porteño por 1 a 0 na primeira rodada do Torneio Apertura.

 

SÓ TROPEÇOS

 

De novo outro tropeço do América, no Horto, quando mais precisa vencer. O beque Renato Santos abriu a contagem e o veterano Mancini marcou pro Leão. O empate em 1 a 1 foi horrível para os dois lados: o Villa continua na sua luta pra não cair à Segundona.

O Coelho estava numa rota animadora após a chegada do técnico Moacir Júnior, com duas vitórias seguidas, mas outra vez deixou o gramado do Horto sob vaias do bom público que compareceu ao Independência.

BRIGAS BOAS

 

Com este empate o América chegou aos 12 pontos na competição e caiu para o sétimo lugar. O Coelho terá de  vencer as duas últimas partidas, contra Boa Esporte e Caldense, adversários diretos na briga pelo G-4 pra se classificar.

Já o Leão se manteve em décimo lugar, agora com nove pontos. O Villa precisa de mais uma vitória nas duas últimas partidas que lhe restam para evitar o rebaixamento.

 

BOA NA BOA

 

Com a vitória por 1 a 0 sobre a Caldense, o Boa Esporte atingiu 16 pontos, e está a quatro abaixo do Atlético, o vice-líder, com pontos. O Boa tem um jogo a menos, contra o América, marcado pra esta quarta-feira, às sete e meia da noite, no Independência. Se vencer o Coelho, o time do técnico Ney da Matta encosta no Galo, com quem tem confronto direto na última rodada.

Já o Tombense conseguiu excelente resultado na rodada porque derrotou o Minas Boca por 2 a 1, em Sete Lagoas e se aproximou do G-4, enquanto afundava o time do presidente Edson Paredão. O Tombense tem 14 pontos, um menos que o Tupi.

O Nacional foi outro que se saiu bem: derrotou a URT, em Patos de Minas, por 2 a 0 e respirou na briga contra o rebaixamento. A equipe de Muriaé chegou aos 10 pontos na tabela e deixou para trás a própria URT, o Guarani, o Villa Nova e o Minas Boca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.