quinta-feira, 20 de março de 2014

FALTOU INSPIRAÇÃO E FUTEBOL: GALO EMPATA COM NACIONAL, MAS CONTINUA LÍDER DO GRUPP 4

Nem parecia o líder de grupo, famoso por ser quase imbatível em seu terreiro. O Galo cheio de folga no Grupo 4 da Libertadores jogou em casa pisando em ovos, sem nenhum tique-taque, apenas chutões longos, até de Ronaldinho Gaúcho.
Não teve sequer um minuto de inspiração: faltou qualidade até nas cobranças de pênaltis por parte do RG-10. No primeiro, o goleiro do Nacional do Paraguai pegou e no segundo, RG-10 bateu mal e o goleiro aceitou, deixou a bola defensável passar por baixo de seu corpanzil.
Após o gol de RG-10 o Nacional se arrumou em campo e dominou um Atlético nervoso. Não houve nenhum destaque, nem entre as estrelas. Fernandinho saiu machucado ainda no primeiro tempo e Berola foi apenas caricato ao substituí-lo.
Riveros marcou o gol do empate paraguaio numa linda cobrança de falta na entrada da área.
Se o time, com o segundo tropeço diante do Nacional, não perdeu a cômoda posição no Grupo com oito ponto e em primeiro lugar sua condição de chegar à liderança geral complicou, bastante.
No domingo o Galo começa a decidir uma vaga na final do campeonato mineiro com o América e volta a jogar pela Libertadores dia 03 de abril, quando pega o Independiente Santa Fé, em Bogotá, na Colômbia.

ESTRATÉGIA NÃO FUNCIONOU

O Flamengo viajou apenas duas horas antes do jogo em La Paz, botou cilindro de oxigênio no banco de reserva, por causa da altitude de 3.600 metros da capital boliviana, porém nada funcionou.
Perdeu por 1 a 0, graças ao esquema do pessoal do Bolívar, que molhou bem o gramado antes da partida e levou o gol de pênalti em  escorregões de seus dois zagueiros - Muralha e Samir.
A bola era mais de Muralha, que escorreu e esborrachou-se  no gramado. Samir saiu na coberta, escorregou, também, e cometeu pênalti em Arce, ex-Corinthians. O próprio bateu e decretou o gol do jogo. O Flamengo é lanterna do Grupo 7
Na liderança está o mexicano León, que goleou o Emelec do Equador, por 3 a 0. Os equatorianos agora recebem o Flamengo que precisa vencer este e o próximo jogo, contra o León, se quiser continuar na Libertadores.

GRÊMIO BEM

Os gremistas estão num entusiasmo contagiante com a performance da equipe na Libertadores. Levou o primeiro gol na competição no jogo contra o Newell´s Old e arrancou o empate depois, gol de Rodopho mantendo a liderança do Grupo 6. Para os argentinos marcou Maxi Rodriguez.

Assim, após quatro rodadas, o time de Enderson Moreira chega a oito pontos, deixa o Newell's em terceiro com apenas cinco. Nacional-COL, o próximo rival, tem sete. O lanterna é o Nacional-URU, com um. O Grêmio poderá até perder na Colômbia e deixar para decidir a vaga na Arena contra os uruguaios, na rodada final.

Um comentário:

  1. Foi doído o empate? Foi! Sensação de derrota? Sim! Agora, dizer que aquele Nacional NÃO é um time ORGANIZADO em campo é uma ofensa ao futebol. Marcação firme, defesa bem postada... http://www.euvistoacamisadogalo.com.br/

    ResponderExcluir

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.