terça-feira, 20 de maio de 2014

CRUZEIRO DEFENDE TABU, DE CARA NOVA, CONTRA SPORT NO MINEIRÃO

O Cruzeiro terá uma cara bem diferente no jogo desta noite, no Mineirão, contra o Sport do Recife. A defesa, ponto falho do time diante do Coritiba, sofre duas alterações importes do lado direito que foi o setor que mais falhou: Ceará e Dedé deixam a equipe e entram Maike e Léo.
Ceará, inclusive, treinou no coletivo de terça-feira entre os reservas, enquanto Dedé nem participou, sob alegação de uma contusão no joelho. Como é investimento alto, jogador em nível de Seleção, Marcelo Pacote Oliveira resolveu dar um descanso pra Dedé esfriar a cabeça, desiludida com o esquecimento de Felipão.

É uma das maneiras que os técnicos acham pra encostar um atleta de peso como Dedé sem tirar-lhe o prestígio. Entre nós, dizemos que o referido está de caspa. Entre eles, preferem arrumar uma contusão no joelho que o afastará até depois da Copa do Mundo.

JUSTIÇA FEITA

Maike há tempos tem merecido aquela camisa titular. Já a vestiu determinado momento e, inexplicavelmente, a perdeu em favor de Ceará justo quando atravessava grande fase. Inexplicavelmente foi afastado até do banco de reserva. Léo ganhou o espaço de Dedé e Marcelo Moreno estará de volta, no lugar de Borges, outro que nem treinou. Com certeza teve ataque de caspa.
Eis o time, sem Dedé, Samúdio e Lucas Silva: Fábio; Mayke, Leo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique, Nilton; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart, Dagoberto; Marcelo Moreno. 

BOM RETROSPECTO

Tabu existe pra ser quebrado, diz o axioma universal do futebol, mas o torcedor do Cruzeiro não pensa assim. Acha que os números do seu time contra o Sport, que não vence no Mineirão, desde 1978, após uma derrota por 2 a 1, permitem certa tranquilidade pro confronto desta quarta-feira. Foram então nove jogos, todos pelo Brasileiro, com oito vitórias dos azuis e um empate. Ao todo, os times se enfrentaram 11 vezes com mando do Cruzeiro, sendo nove vitórias pra cá, um empate e uma vitória pra lá.
Dentro de casa, a Raposa marcou 22 gols e sofreu apenas cinco. No retrospecto geral entre as equipes no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro venceu 14 confrontos, empatou seis e perdeu oito. Foram 37 gols marcados e 22 sofridos.

FECHA A BOCA REVER

Da assessoria de imprensa do excelente zagueiro Réver recebi este material com uma declaração bem estranha do atleta, no embarque pra Salvador, onde o Galo joga nesta quinta-feira, contra o Vitória: “Estou pronto para ajudar”. Não é a primeira vez que ouço isso dele e, na verdade, de vários outros atletas de diversos clubes.
Ajudar como, jogará de graça? Imagino que o alto salário dele esteja atrasado e Rever fará o imenso favor ao clube de jogar de graça na Bahia. Os atletas da prateleira de cima contrataram assessorias de imprensa exatamente pra evitar que falem besteira. Me desculpem os colegas que exercem tal função sob contrato com Rever, mas o relise foi mal produzido ou não foi lido.

FALTA DE GENTE

O lado a ser explorado no caso de Rever seria a falta de jogador pra posição, com Léo Silva suspenso pelo terceiro cartão amarelo e Otamendi liberado pra servir à Seleção Argentina. Como Rever vem de uma contusão no tornozelo talvez não estivesse no momento ideal de retornar. Contudo, num esforço em prol do time que ama e que o paga bem, vestirá a camisa alvinegra contra o Vitória, nesta quinta-feira, em Salvador. Santa Maria do Céu!!! 

FORA DA SELEÇÃO

Ao contrário de Dedé, Rever, outro sério candidato até então à disputa de uma vaga na zaga da Seleção de Felipão, não se abateu com a ausência de seu nome na relação. O jogador confessou que esperava ser um dos 23 convocados; “Acredito que a lesão que tive no tornozelo, com uma cirurgia e três meses sem jogar, tenham me prejudicado, já que eu estive na Copa das Confederações no ano passado".
"Fiquei triste pela situação, mas isso faz parte da nossa profissão, agora é bola pra frente e meu foco é exclusivo no Atlético. Desejo sorte ao Felipão e à seleção na Copa do Mundo, vou torcer para que sejamos campeões”. 

FRESCURAGEM PURA

( Gazeta Press) Destaque do Manchester City na conquista do Campeonato Inglês, o volante marfinense Yaya Touré ameaça deixar o clube por um motivo inusitado. Nesta terça-feira, o jogador reforçou as declarações de seu representante, Dimitri Seluk, que criticou o clube inglês por não ter parabenizado Touré em seu aniversário.

“Obrigado por todas as mensagens de "parabéns" hoje. O cartão do City acabou de chegar. Talvez tenha se perdido no correio. Haha”, escreveu Touré em sua conta no Twitter, pouco antes de postar outra mensagem dizendo que dará maiores explicações depois da Copa do Mundo. O empresário do marfinense afirmou, em entrevista ao jornal britânico The Sun, que Touré está “muito incomodado” pelo fato de o City não ter enviado nenhuma mensagem em 13 de maio, dia do seu 31º aniversário, e pode deixar o clube inglês.


NÚMEROS DE MAICOSUEL

O repórter Thiago de Castro (Superesportes)  -  informou que "depois de receber a liberação da Udinese, da Itália, Maicosuel assinou um pré-contrato com o Atlético e deve ser oficializado pela diretoria alvinegra em breve. O vínculo do armador será de cinco anos.
Segundo ele, Maicosuel foi pouco utilizado na Udinese na  temporada de 2013/2014, sua segunda na Itália. Teve problema sério com o treinador Francesco Guidolin. Foram 24 partidas disputas, mas apenas oito como titular. Maicosuel marcou duas vezes e deu três assistências. A Udinese terminou em 13º lugar na Liga Italiana.

PAUSA PRA ESFRIAR CABEÇA

O Departamento  Médico do Cruzeiro tem por norma, a não ser pra Rede Globo, de não informar o tempo de paralisação de jogador lesionado. No caso de Dedé arrumaram-lhe uma contusão no joelho, quando na realidade ele anda ruim da cabeça. Defendi na coluna de ontem que lhe deem uma folga, que se esqueçam dele uns tempos até Dedé recuperar sua velha personalidade. A falta de convocação fez tudo isso.

Foi-lhe dado um descanso de três partidas, mas creio que ele só volte depois da Copa do Mundo. Vai pra Volta Redonda curtir a parentada. Apenas quatro jogos separam o Cruzeiro e os demais times da parada obrigatória da Copa do Mundo.
Os próximos jogos da Raposa são contra o Sport, nesta quarta, o Inter, no domingo, o Corinthians, na quinta-feira da semana que vem, e o Flamengo no domingo seguinte.
Dedé disputou 23 jogos na atual temporada, todos como titular. Ele marcou dois gols, deu uma assistência e recebeu cinco cartões amarelos.

QUE LINDO! MINEIRÃO LOTADO NA VITÓRIA DO AMERICA; LIDERANÇA GARANTIDA


( Superesportes) A torcida fez sua parte e compareceu em grande número no Mineirão. E o América não deixou por menos. O Coelho de Moacir Júnior deu show e venceu de 3 a 1 a disputa pela liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, contra o Joinville. Obina, Mancini e Vitor Hugo sacudiram os quase 20 mil pagantes no Mineirão.  Jael marcou o gol de honra dos catarinenses. Agora, o Coelho está disparado na primeira posição da competição. Tem 16 pontos, sete a mais que o quinto colocado Luverdense.

Nesta terça, o público de 19.562 pagantes (o maior desta Série B) proporcionou renda de R$ 196.262,50. Mas os registros das arquibancadas poderiam ser maiores. Do lado de fora do Mineirão, muitas pessoas voltaram para casa sem ingresso. O horário da partida (19h30) fez com que o público tivesse dificuldades de chegar à Pampulha. Isso porque o trânsito na Avenida Antônio Carlos, uma das vias de acesso, esteve completamente congestionado no horário. Além disso, o planejamento inicial feito por diretoria do Coelho, Federação Mineira de Futebol e Polícia Militar era para receber somente 10 mil torcedores


TRINCHEIRA: Nem a diretoria do América sabe a força que o time tem e como explorar o carisma que provoca a união de outras torcidas quando a disputa é nacional. Jogaram fora uma grande chance de mostrar isso pro Brasil todo. Cruzes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.