domingo, 18 de maio de 2014

ESTA VITÓRIA NO PANTANAL É DO LEVIR - GALO DE VIRADA FAZ 2 A 1 NO SANTOS.

    Com Levir, André Bebezão tem encontrado a meta dos adversários. 

O Santos foi melhor no primeiro tempo, fez 1 a 0, gol de Cícero, aos 27m, mas a história começou a mudar no intervalo: Levir Culpi tirou Rosinei - o jogava com três volantes, Pierre, Donizete e Rosinei - e colocou o menino Carlos. Já mostrou que estava melhor nos minutos iniciais da fase final: Carlos, aos 9m, André, aos 12 e André, aos 13 perderam ótimas chances de empatar.
Aos 20m, Culpi ficou mais ousado: tirou Pierre e colocou outro garoto da base, Eduardo; quatro minutos depois, tirou Fernandinho e botou o argentino Dátolo. Mandou na partida.
Aos 29, gol de empate com Andre: jogada de persistência de Alex Silva pela esquerda e o cruzamento de bicicleta - André encheu o pênalti sem defesa pra Aranha. Aos 36m, contra-ataque que começou com Victor, passou por Marion e chegou a André, de bico, fazer o gol da vitória por 2 a l.
O jogo foi bom, cheio de jogadas rápidas e bons contra-ataques. Léo Silva e Victor levaram o terceiro cartão e não enfrentam o Vitória, em Salvador, nesta quarta-feira. O lado esquerdo do Galo - Marion e Emerson Conceição - foi o melhor da partida.
Cerca de 20 mil pessoas estiveram na Arena Pantanal acompanhando a partida apitada por Péricles Barsol - incrível - com boa atuação. Com a vitória, o Galo subiu pra 11º lugar com sete pontos ganhos.

DEMAIS JOGOS

O Grêmio fez um jogo de raça pura contra o bom time do Fluminense, na Arena de Porto Alegre e venceu por 1 a 0, gol Rodriguinho - ex-América. O grande nome da partida foi o goleiro gremista, Marcelo Gros. O centroavante da Seleção Brasileira, Fred, foi expulso no segundo tempo. Reclamou demais.
Na estreia de Ney Franco e no retorno do Brocador, o Flamengo deu-se mal no Maracanã. São Paulo enfiou 2 a 0, gols de Ganso, quem diria!- O ambiente esteve ruim no final com a torcida pedindo a cabeça da cartolagem rubro-negra pela sacanagem feita com Jaime de Almeida.
Pior foi o Corinthians que na inauguração de sua arena Itaquerão perdeu por 1 a 0 pro fraco Figueirense. O primeiro gol do estádio foi marcado por Giovani Augusto, ex-Atlético.
O líder Internacional não passou de empate sem gols com o Criciúma, enquanto o Palmeiras derrotou o Vitória por 1 a 0, em Salvador.
Até o oitavo lugar a classificação do Brasileiro tá embolada - Internacional, com 11; Cruzeiro, 10; Grêmio, 10, Goiás, 10, Flu, 9, Palmeiras, 9 , São Paulo, 9 e Corinthians, 8 pontos. Que rolo, hein?




SHOGUM APANHA DO CRIME

Minha saudosa Dona Geralda costumava repreender-me quando alguma coisa de anormal me acontecia: "não estava na Igreja rezando, estava?" Lógico que não. Normalmente, estava em algum lugar impróprio, marcando bobeira e aí...Boom ...acontecia. No Brasil de alguns tempos - não é de agora como faz crer a mídia comprometida com o atraso, com o anteontem, - é melhor frequentar as igrejas de dia, com movimento, ficar longe daquelas de ruas perigosas e dos cultos noturnos.
Bandido que roubavam galinha e assaltava apenas as geladeiras, têm assaltado com armas pesadas, sem medo da polícia e levam caixas eletrônicos em vez de simples refrigeradores.  Assaltam velórios, igrejas dentro delas, em redor delas e sequestram padres de bons cartões de crédito e débito.

Não viram outro dia? Assaltaram o ex-campeão do MMA,Maurício Shogum, de madrugada na perigosa linha vermelha; isso não é hora de frequentar igrejas, né?
Shogun é um gigante, cara bom de briga, forte que nem touro, apesar de atravessar uma fase negra após ser nocauteado pelo fenômeno Jon Jones. A partir daí entrou em declínio: vem derrota para Dan Henderson, por nocaute técnico no terceiro round, no primeiro evento do UFC em Natal, o UFC Fight Night 38.

Como os donos de discursos escritos há 50 mãos, Shogun repetiu as frases feitas pras eleições presidenciais.- "acho que o Brasil não está pronto pra Copa", "preferia que o país tivesse bons hospitais e faculdades em vez de ter a Copa",
Pena que nos oito anos do governo tucano não se pensou em construir hospitais, infraestrutura, escolas, faculdades, melhorar a educação básica, o atendimento médico e eliminar a miséria. Talvez a situação fosse outra hoje...

18 ANOS DEPOIS...

( Gazeta Press) O Atlético de Madrid esperou 18 anos e superou a perda de seu goleador logo no início da partida decisiva pra ser de novo - e pela décima vez - campeão espanhol. Tudo conspirava contra na última rodada da competição, que se transformou em final contra o Barcelona: o jogo era no Camp Nou lotado, o Barça só precisava da vitória simples pra ficar com o título; a equipe treinada pelo argentino Diego Simeone ficou sem o hispano-brasileiro Diego Costa logo no começo da partida; e, ainda, saiu atrás no placar.

Porém, com a garra que é a principal característica dos colchoneros, como são chamados, o Atlético buscou o empate...e conseguiu aos três minutos do segundo tempo. Aí foi só segurar na base do chutão e conquistar o título.



Até este sábado, a última vez que o Atlético levantou o troféu nacional fora na temporada 1995/1996. Curiosamente, naquela edição, o argentino Simeone era volante da equipe. A conquista interrompe um período de domínio de Barcelona e Real Madrid, os quais se alternavam como campeões nos últimos dez anos.
O último clube vencedor da Liga antes dos principais rivais da Espanha foi o Valencia, em 2003/2004.

HISTÓRIA COMPLETA

O Atlético faz incrível temporada e disputará também a final da Liga dos Campeões, contra o Real Madrid, em 24 de maio, em Lisboa. Simeone precisou superar muitas adversidades contra o Barça: além de Diego Costa, perdeu também Arda Turan e Adrián López, todos por lesão. Saiu atrás, com gol de Alexis Sánchez no primeiro tempo, porém chegou ao empate, com Godín, logo aos três minutos de um segundo tempo mais aguerrido.

TATA DEMITIDO

Ao contrário de Gerardo Táta Martino, que optou por poupar Neymar mesmo tendo liberação médica para utilizá-lo, Simeone resolveu arriscar escalando Diego Costa, até porque o brasileiro (naturalizado espanhol) do Atlético é muito mais importante para o seu time do que Neymar pro Barcelona, cujo elenco é repleto de estrelas e iniciou a partida com Pedro para compor o ataque com Messi e Alexis Sánchez.

TRINCHEIRA: Pena que depois da decisão da Copa da UEFA contra o Real Madri, em Paris, todo esquema vencedor do Atlético venha a ser desmontado. Informações da Europa dizem que Diego Simione tem proposta de outro grande clube europeu; que Diego Costa vai pro Chelsea; Miranda pro Real Madri e daí em diante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.