quarta-feira, 28 de maio de 2014

PERIGO DE DESFALQUES VEM DE FORA - DA EUROPA


( Londres) - A vitória do Brasil sobre a Inglaterra por 2 a 1 no Torneio de Toulon repercutiu nos jornais ingleses. Três jogadores foram elogiados nos periódicos britânicos: a dupla celeste, Alisson e Lucas Silva, que marcou os gols, e o volante são-paulino Rodrigo Caio.

Me passa a impressão de que os três já podem ficar por lá mesmo. Afinal, o torneio de Toulon só serve pra botar a meninada na vitrine atrás de bons negócios futuros.
Outra informação que dói: o zagueiro Wallace teve parte de seus direitos negociados no início do ano com a empresa Gestifute, cujo sócio é Jorge Mendes que cuida dos negócios de Cristiano Ronaldo. A ideia é colocar Wallace na França jogando pelo Monaco ou PSG.
Trincheira: Alisson e Lucas Silva estão na lista de despedidas, podem crer. Quanto a Wallace não vou dizer mais nada do que já tenho dito. O futuro do Cruzeiro está sendo morto e o Presidente Gilvan Tavares não enxerga nada.

INFORMAÇÃO FURADA

O Departamento de Futebol e a Assessoria de Imprensa do Cruzeiro dizem meias verdades quando determinam aos seus porta-vozes que informem o seguinte: permanência de William tá quase concretizada. Não é verdade.
Está 60% pro NÃO e apenas 40% pro SIM. O que tá acertado apenas é a base salarial do novo contrato do jogador.  Com o clube dele, as negociações estão no zero. O Mestalist quer o pagamento total dia 15 à vista.

O poderoso Alexandre Mattos deixou bem claro o seguinte: a proposta cruzeirense já foi entregue ao Metalist, com o pagamento dos 4 milhões parcelados e não sai disso. Se houver recusa, o negócio morre. Então entra o Coringão em  cena.

O prazo se encerra dia 15 de junho. Só não me lembro aqui no momento quantas partidas o William já fez no Brasileiro. Se fez sete, o Corinthians não jogaria dinheiro fora.
Ah, me lembrei o nome do empresário: Eduardo Uran, que segundo Mattos tá bem otimista - "e quando ele fica otimista, eu fico, também" - esclarece Mattos. Santa Maria do Céu!

DIA DE SÃO VICTOR

A histórica defesa de Victor, no pênalti cobrado por Riascos, do Tijuana, com o pé esquerdo, quando caia pro lado errado, nas quartas de final da Taça Libertadores, conquistada pelo Galo, completa um ano agora, dia 30 de maio.

Então, nas redes sociais, os torcedores resolveram instituir o Dia de São Victor, justa homenagem ao goleiro que no momento serve à Seleção Brasileira. Nas redes sociais, torcedores prometem festejar a data em bares nas proximidades do Estádio Independência.

FELIPÃO DE VOLTA

Luiz Felipe Scolari foi e voltou de Porto Alegre nesta terça-feira pra acompanhar o enterro de seu cunhado, Nei Canabarro Maia, no Cemitério São Vicente, em Canoas, na Grande POA. Felipão não falou com a Imprensa e respeitou o luto da sua família. Retornou a Teresópolis no mesmo dia e acompanhou o segundo dia de exames médicos de seus rapazes.

A Seleção só trabalha com bola a partir desta quarta-feira e depois faz dois amistosos antes da estreia na Copa: dia 3, no Serra Dourada, contra o Panamá e dia 6 de junho no Morumbi, contra a Sérvia.
O Brasil estreia no Mundial contra a Croácia no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo. Lembro aos desavisados: além da Croácia, a Seleção encara na primeira fase o México, no dia 17, no Castelão, em Fortaleza, e Camarões, no dia 23, no Mané Garrincha, em Brasília.

FERNANDINHO NA TOCA

Chico Maia, sempre bem informado, escreve na sua coluna desta terça-feira que um amigo ligado ao Cruzeiro, lhe disse que Fernandinho ficará em BH. Haveria um negócio entre os azuis e o time área, Al Jazeera, dono dos direitos do atacante: Nilton pra lá e Fernandinho pra cá. Será?

COELHO TROPEÇA

Imagino que os bocas azedas estejam no momento gorando o América, depois da derrota por 3 a 0 em Goiânia, diante do Atlético: foi só fogo de palha, dirão da série invicta de sete jogos do time de Moacir Júnior. É bem ao contrário: a derrota lá é que foi acidente de percurso, fora de casa, e que o Coelho deverá recuperar contra o Náutico, sábado, em Muriaé.

Tudo bem que tenha sido uma noite incrível, que nem os próprios jogadores acreditaram no fracasso. O time jogou mal e cometeu erros de defesa enormes. Porém, continua líder com 17 pontos, só que agora divide o primeiro lugar com Ceará e Joinville, mas ganha deles no saldo de gols. Perder num campeonato longo, fora de casa, é coisa normal. Em casa e seguidamente é que não pode ocorrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.