quarta-feira, 7 de maio de 2014

SEGUNDA FAMÍLIA SCOLARI ESTÁ PRONTA PRA GUERRA DO HEXA CAMPEONATO; SÓ HENRIQUE É NOVIDADE


Técnico revela que zagueiro do Nápoli, nome mais inesperado da Seleção na Copa do Mundo, foi o último escolhido pela comissão técnica brasileira

Por GloboEsporte.com*Rio de Janeiro
O nome de Henrique foi o mais surpreendente entre os 23 jogadores anunciados por Luiz Felipe Scolari para defenderem a seleção brasileira na Copa do Mundo. O técnico admitiu que o zagueiro do Napoli foi o último a entrar na lista. Uma reunião na última terça-feira, véspera do anúncio da convocação final, definiu a escolha pelo atleta.
Essa posição era a que mais tinha candidatos. Em ótima fase no Atlético de Madrid, Miranda, que só foi convocado na primeira lista de Felipão, no início do ano passado, voltou a ganhar força na reta final, mas ficou fora. Além dele, o jovem Marquinhos, do PSG, Dedé, do Cruzeiro, e Réver, que foi à Copa das Confederações, mas perdeu espaço e ainda se recupera de lesão no Atlético-MG, tinham esperanças.
- Escolhi o Henrique porque é um jogador em quem eu confio. Gosto do futebol dele - afirmou Felipão.
No último sábado, Henrique foi escalado na lateral direita quando o Napoli bateu a Fiorentina e foi campeão da Copa da Itália. Ele também chegou a jogar como volante no Palmeiras treinado por Scolari, em 2012. Juntos, eles conquistaram a Copa do Brasil.
- Ontem, toda a comissão técnica observou uma série de detalhes para a indicação do quarto zagueiro. Tivemos nossas discussões, por que isso ou aquilo, e decidimos pela convocação do Henrique.
O zagueiro se junta aos titulares Thiago Silva e David Luiz, além de Dante. Os três já estavam garantidos.

Na próxima terça-feira, dia 13, a CBF, via site oficial, vai divulgar o nome de outros sete jogadores. Esses atletas ficarão numa espécie de lista de espera e poderão ser utilizados por Felipão caso ocorra alguma eventualidade antes do início da Copa do Mundo. Porém, em caso de lesão, o comandante poderá escolher um atleta fora deste grupo de stand-by.
A preparação da seleção brasileira vai iniciar no dia 26 de maio, na Granja Comary, no Rio de Janeiro. O Brasil está no Grupo A da Copa e vai estrear na competição no dia 12 de junho, contra a Croácia, na Arena Corinthians, em São Paulo. Em seguida, o rival será o México, no dia 17, no Castelão, em Fortaleza. O último compromisso da primeira fase vai ser contra Camarões, no dia 23, no Mané Garrincha, em Brasília.

TRINCHEIRA: Faço algumas restrições, como qualquer brasileiro tem a sua, na lista de convocação de Luiz Felipe Scolari. O jornalista Alberto Helena, paulista, dividiu comigo uma questão: quem será o meia armador? Temos volante em demasia e apenas três meias, que nem são armadores, são atacantes. Não pegaria bem Everton Ribeiro nesta lista, até por uma questão de premiação pelo excelente futebol que mostrou ano passado? E o goleiro Fábio, não entraria na lista no lugar de algum daqueles três convocados?
    Foto Getty Imagens

Por exemplo: Henrique mereceu estar na lista apenas porque é um jogador de confiança de Felipão? Não é critério de escolha. Se assim fosse ele convocaria o Zé do Caixão, becão lá de sua terra natal, porque, teoricamente, seria alguém de sua confiança. Henrique é bom, mas no momento MIRANDA do Atlético de Madri atravessa uma fase espetacular.

Relação dos convocados da Felipe Scolari. Confira e opine aqui:

                                                Globoesporte.com
*Participam da cobertura: Alexandre Lozetti, Leandro Canônico, Márcio Iannacca, Martín Fernandez, Richard Souza e Thiago Correia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.