quinta-feira, 19 de junho de 2014


COLÔMBIA E COSTA DO MARFIM MOSTRAM EM CAMPO QUE NÃO VIERAM AO BRASIL APENAS COMO MEROS PARTICIPANTES - UM JOGÃO EM BRASÍLIA

Meu bom, se você não viu a vitória da Colômbia por 2 a 1 sobre Costa do Marfim, em Brasília, e que deu aos sul-americanos a liderança do Grupo C não perca o videotape que, certamente, o Sportv, ou ESPN, ou Fox Esportes mostrarão à noite. Bom demais. Já no primeiro tempo, apesar da falta de gols, os dois times se empregaram bastante, marcação forte de ambos os lados. Os africanos tocavam a bola e buscavam entrar na defesa colombiana pelos flancos. O time de José Pekerman marcava bem, retomava a bola e contra-atacava em alta velocidade com Cuadrado, James Rodrigues e Teófilo Gutierrez. Os goleiros Ospina e Barry tiveram que trabalhar bastante, principalmente os zagueiros Yepes, destaque na Colômbia; e Zokora, da Costa do Marfim, que foi amarelado e está fora do próximo jogo.
No segundo tempo, a coisa esquentou mais ainda. Costa do Marfim entrou com Didier Drogba, aos 15m, no lugar de Boni e a Colômbia com Quintero, meia canhoto, no lugar de Ibarbo. Melhorou o time colombiano, no toque de bola e no domínio do meio-campo. Senhor jogador este menino Quintero. Aos 16m, Cuadrado, o melhor em campo, fez jogada individual pela direita e acertou a trave do goleiro Barry. Quatro minutos depois, o mesmo Cuadrado cobra um escanteio pela esquerda e Jaime Rodrigues ganha de Drogba no alto e cabeceia forte, sem defesa, abrindo a contagem pra Colômbia; 1 a 0.
Se o jogo não estivesse no comando do árbitro inglês Howard Web certamente terminaria na delegacia, como dizia o saudoso narrador da Rádio Guarani, Jota Júnior. Resolveu os problemas mais difíceis com diplomacia e respeito. Costa do Marfim era melhor na faixa dos 25m e pressionava a Colômbia na defesa, com seguidos escanteios, até que houve uma rebatida forte da zaga. Caiu nos pés de defensor Bolly que quis driblar Gutierrez e perdeu a bola. Foi tocada pra Jaime Rodrigues que colocou Quintero na cara do gol pra fazer 2 a 0.
Pensam que o jogo esfriou e que a Costa de Marfim desanimou? Que nada. O gol mais bonito da partida foi marcado logo em seguida, aos 28m. Gervinho fez fila pela lado direito da defesa da Colômbia, driblou um, dois, e o terceiro ficou sentado. Chutou no canto direito do goleiro Ospina, fazendo 2 a 1. Voltou tudo como estava antes e a Colômbia teve que se desdobrar pra manter o placar de vitória. Jogaço. 
Destaques: Cuadrado, Yepes - 38 anos - Jaime Rodrigues e Quintero, no time colombiano. Gervinho, em Costa do Marfim. Os famosos Drogba que entrou no segundo tempo, e Yaya Tourê não estiveram bem. Acredito, no entanto, que estas duas seleções ficarão com as vagas do Grupo C, na disputa com Japão e Grécia.

NO ENTORNO DA COPA

* No intervalo da transmissão, pela primeira vez, porque foi a primeira vez que fiquei à frente da tevê num intervalo, vi a propaganda com Tite, Murici e Osvaldo de Oliveira. Coisa feia. Nossas agências tão pródigas em produções, como por exemplo, o esquema do Mensalão, poderia ter feito algo melhor.
* Cada dia aprendo menos com a tal mesa tática da Globo. - Coisa mais ridícula!
* Aquele escanteio que o árbitro inglês mandou voltar - um jogador da Colômbia só encosta na bola e outro vai buscá-la lá no local, não é coisa nova, ensaiada agora. Em 2010, Robben bateu escanteio assim contra o Brasil, o árbitro mandou seguir, e esperto o lateral Danny Alves correu lá e ficou com a bola, antes da chegada de Sneijder.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.