quinta-feira, 12 de junho de 2014

ESTE FILME JÁ FOI VISTO ANTES NAS ESTREIAS EM OUTRAS COPAS: BRASIL VENCE CROÁCIA NO SUFOCO, E ARBITRAGEM AJUDA


    Oscar deu duas assistências e marcou um golaço. O melhor em campo

Na Copa do Mundo de 82, na Espanha, aquela Seleção espetacular comandada por Telê Santana precisou de uma mãozinha da arbitragem pra vencer a Rússia, de virada, por 2 a 1. Lembram-se? Teve pênalti claro pros russos e o juizão fingiu que não viu. No entanto, é impossível aceitar como penal o tombo cinematográfico de Fred, atirando-se pratrás e enganando o árbitro japonês. Azar da Croácia: Neymar fez 2 a 1 e no final Oscar estabeleceu o placar definitivo de 3 a 1.

Foi jogo tipicamente de abertura de Copa do Mundo. Os 22 atletas estavam elétricos, com nervos à flor da pele, porém sem apelar pra violência. O Brasil, numa lentidão programada, apenas tocava a bola e não achava uma brecha na defesa croata. Os europeus estavam mais incisivo. Jogavam por uma bola, aquela da falha do Brasil.
Por isso fizeram um 1 a 0, no período em que Oscar estava mal, errando passes e extremamente nervoso. Oscar teve participação nos quatro gols do jogo, inclusive nesse dos croatas. Perdeu a bola na intermediária deles e o contra-ataque saiu rápido nas costas de Dani Alves.
Olic foi ao fundo e cruzou. A bola passou por toda defesa e alguns atacantes, mas tocou no pé direito de Marcelo e foi às redes. Gol contra do lateral brasileiro.

CROÁCIA RECUA

Então a Croácia fez o pior: saiu do jogo tático em que dominava o Brasil e se retrancou pra garantir o marcador, Cedo demais: 10m do primeiro tempo. Só deu Brasil e o empate poderia ter saído antes. O goleiro Pletikosa fez grandes defesas. Mas foi devagar no chute de Neymar, aos 29m, de fora da área, após sair da marcação e chutar de pé esquerda. Bola fraca que entrou no canto esquerdo. O goleiro croata se esticou, mas teve braço curto. É preciso destacar aqui a jogada de Oscar. Vinha mal no jogo e a partir daí tornou-se o melhor em campo. Neste lance, ele brigou com quatro adversários, chegou a cair, mesmo assim fez o passe pra Neymar chutar.

JUIZÃO DÁ MÃOZINHA

No segundo tempo, funcionou o dedo de Felipão. A Croácia voltava a mandar na partida; aí ele tirou Paulinho, mal e entrou com Hernanes, bem. Tirou Hulk, mal e colocou Bernard, ótimo. O jogo virou. Ficou mais pesado e todos reclamavam ao japonês Yuchi Nishimura, que acompanhava os lances de longe.
Aos 24m, veio o pênalti mentiroso: Oscar cruzou da direita e Fred, de costas pro gol, simulou que foi agarrado. O juiz foi na conversa: pênalti. Neymar bateu mal e deu sorte:  o goleiro Pietikosa espalmou pra rede.
Os caras ferveram na gente de novo, atrás do empate. A coisa ficou preta. Vontade não faltou à dupla de área Thiago Silva e David Luiz, porém estiveram bem nervosos.
Aos 46m, Oscar recebeu de Bernard e arriscou uma jogada individual. Com a chegada dos zagueiros, bateu de biquinho no canto direito do goleirão croata, que aceitou de novo. Brasil 3 a1. Não foi uma grande atuação, mas a turma do Felipão superou a ansiedade da estreia com vitória. É o que importa.

FRASE DO JOGO: " No primeiro gol,  eu briguei com quatro e dei o passe para o Neymar. No segundo dei o toque para o Fred, e no fim acabei marcando o meu. Estou feliz com a minha estreia". Oscar, o melhor do Brasil.

AGORA FORTALEZA
A próxima parada da Seleção de Felipão será em Fortaleza contra o México. Neste Grupo A, no entanto, México e Camarões jogam nesta sexta-feira à uma da tarde, na Arena das Dunas em Natal. Horário escroto e debaixo de um solão daqueles de 40 graus.

As quatro da tarde, na Fonte Nova, em Salvador tem Espanha x Holanda, jogão, pelo Grupo B. Um deles poderá cruzar com o Brasil nas oitavas de final. Portanto, olho neste jogo. Ainda pelo Grupo B tem nesta sexta Chile x Austrália, às sete da noite, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escolha a melhor forma de se identificar em Comentar como: Depois pitaque à vontade.